Arquivo Celular

Nokia lança mais um dual-chip para mercados emergentes

Rafael Silva
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Até agora eu achava que a Nokia só estava mesmo limpando o estoque de celulares Symbian a torto e direito. Mas a empresa está mesmo é atirando para todos os lados com tudo o que pode, tática que deve dar certo ao menos na área de aparelhos para os mercados emergentes. E é com esses mercados na mira que a Nokia anunciou hoje o Nokia 100 e 101, ambos rodando o sistema Series 30.

Nokia Dual-chip | Clique para ampliar

A única diferença entre os dois modelos é que o 101 é o único que tem suporte a dois cartões SIM, cartões microSD (com capacidade de até 16 GB apenas) e vem com um player de arquivos mp3 integrado, além de um ótimo alto-falante (para desespero de que não curte ouvir a música dos outros em transporte público).

De resto, eles são a mesma coisa, desde o design até as especificações técnicas. Elas são: tela de TFT de 1,8 polegada, rádio FM e até uma lanterna. A bateria dos dois é de 800 mAh, mas no 101 ela dura até 6,7 horas de conversa enquanto que no 100 são esperadas 7,2 horas de conversação.

A Nokia não disse se eles vão chegar no Brasil no futuro, mas visto o interesse da empresa em vender aparelhos dual-chip no país, vou chutar que a probabilidade é bem alta. O Nokia 100 será vendido por 20 euros e o Nokia 101 por 25 euros e eles estarão disponíveis, respectivamente, ainda nesse trimestre e até o final do ano na Europa.

Rafael Silva

Rafael Silva tem 27 anos, estudou Tecnologia de Redes de Computadores e mora em São Paulo. Tem uma queda pela Apple na área de dispositivos móveis, mas sempre usou Windows em todos os seus notebooks e desktops. Vez ou outra fala alguma coisa interessante no Twitter: @rafacst. [Envie um email]

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque