Arquivo Gadgets

Televisão em baixa na Sony e na Panasonic

Japonesas amargam prejuízo com negócio de televisores.

João Brunelli Moreno
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

As japonesas Sony e Panasonic podem estar se preparando para diminuir significativamente sua participação no mercado global de televisores, produto que por muito tempo foi o símbolo da entrada das empresas nipônicas do mercado internacional.

A informação é do site NPR, que afirma que a valorização do iene e a concorrência feroz com as companhias coreanas fez com que a atividade deixasse de ser lucrativa.

Panasonic: 65" de puro prejuízo

Na semana passada as duas empresas, rivais de longa data, anunciaram significativos prejuízos encabeçados sobretudo por suas divisões de aparelhos de TV. A líder Sony registrou prejuízo de US$ 443 milhões no último trimestre, com previsão de encerrar seu ano fiscal com um débito de US$ 2,2 bilhões.

A Panasonic divulgou prejuízo acumulado no ano de US$ 5,4 bilhões, contra estimativas de encerrar seu ano fiscal com o modesto lucro de US$ 348 milhões. Junto da divulgação, a empresa anunciou a separação de suas unidades de chips e de aparelhos de TV, que até o momento deverá passar por uma “profunda reestruturação”, incluindo corte de 48% em sua produção e a venda de uma de suas fábricas a um consórcio formado pela Toshiba, Hitachi e a própria Sony.

Enquanto isso, os planos da Sony para se reerguer incluem fechamento de outras de suas fábricas, demissão de 17 mil trabalhadores, redução de número de modelos e outros cortes de despesas, com previsão de ter algum lucro “pelo menos em 2014”.

“O mercado global atualmente entende que os produtos coreanos têm qualidade e bom preço. Então por que pagar a mais por um equivalente japonês que entrega a mesma coisa?” pergunta o analista Jack Plunkett em entrevista à NPR. “A Sony e Panasonic já têm forte capacidade de engenharia, e para superar este desafio precisarão de criatividade”, encerra.

Mas outros analistas de mercado mostram bem menos empolgação com uma possível recuperação das empresas. “Eles [Sony e Panasonic] estão lutando para combater perda de dinheiro em suas divisões de TVs. Isso mostra que as empresas não mostram mais a inovação que costumavam ter” diz o investidor Mitsushige Akino, à rede de notícias Bloomberg.

João Brunelli Moreno

Formado em comunicação e jornalismo pela Universidade Metodista de Piracicaba, João Brunelli Moreno é redator, blogueiro, roteirista e produtor de conteúdo. Venceu mais de 100 prêmios de publicidade, incluindo o 40° Profissionais do Ano realizado em 2018. Foi autor no Tecnoblog entre 2009 e 2012 cobrindo assuntos relacionados a gadgets, computadores, Apple, Google, Microsoft, entre outros.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque