wrt54g.jpg

Se você, assim como eu, matou seu roteador Linksys WRT54G após uma atualização de firmware, não se desespere, há sempre alguma saída para as atualizações mal-sucedidas, listarei abaixo duas das que encontrei para o meu caso.

Um bom sinal de que seu roteador “morreu” após uma tentativa de atualização, é quando as luzes frontais do aparelho se comportam de forma diferente do normal, por exemplo, ficando todas acesas continuamente.

A primeira opção para fazer ele voltar a funcionar é a partir de um tipo de módulo de segurança existente no aparelho. Para isso, segure o botãozinho do reset, que se encontra na parte de trás do WRT54G por cerca de um minuto e desligue/ligue o aparelho. Faça isso duas vezes para se certificar de que o procedimento realmente funcionou.

Isso deverá restaurar o flash original do aparelho, caso o eraser (ou killer) não tenha apagado completamente a memória do mesmo. Se este procedimento não funcionar, você provavelmente deverá apelar para um método de Brutal Force (Força Bruta), que consiste em abrir o Linksys, e dar um curto no chip da memória flash para apagar completamente o conteúdo da mesma. Feito isso basta que você refaça o procedimento de instalação do novo firmware no roteador.

Neste link você encontrará um tutorial completo sobre o método de Brutal Force no WRT54G. A viabilidade do método está sujeita também à compatibilidade do hardware utilizado no tutorial com o do seu roteador.

O Marcellus postou um tutorial no Meio Bit, há um tempo, ensinando passo a passo como atualizar o firmware do WRT54G para o DD-WRT, um “firmware Linux” que na minha opinião é o melhor que existe atualmente. Isso porque conta com muitas opções de configuração adicionais, tais como a de aumentar a potência das anteninhas do roteador afim de aumentar o alcance do aparelho (é claro que esta configuração diminui também a vida útil do mesmo).

Veja aqui mais algumas informações sobre como recuperar o seu roteador

Boa sorte!

Ps: O TecnoBlog não possui nenhum vínculo com os sites citados. Apesar de um dos métodos listados ter funcionado perfeitamente para mim, não há nenhuma garantia de que o mesmo irá funcionar com a sua versão ou o seu modelo de Hardware. Faça por sua conta e risco.

Relacionados