Início / Especiais / Jogos /

GameStation 5 é o PS5 que o brasileiro pode (mas não deveria) comprar

Sistema é mais um dentre os variados consoles falsificados que existem no mercado há muitos anos; conheça o GameStation 5

Ricardo Syozi

Por

Especial
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Com cada lançamento de consoles e gerações, o mercado de videogames falsificados abre os olhos para novas oportunidades. Usando formatos e estilos similares aos dos sistemas originais mais recentes, esses itens tendem a oferecer jogos mais simples, quase sempre emulando consoles das décadas de 80 e 90. A ideia é entregar um substituto muito mais barato, mas não necessariamente melhor. O GameStation 5 se encaixa perfeitamente nesses quesitos.

gamestation 5
O GameStation 5 lembra algum outro console? (Imagem: Divulgação)

Custando cerca de R$ 180, o GameStation 5 é um pequeno console que tem o formato de um PlayStation 5 (que custa acima de R$ 5 mil), mas nenhuma das qualidades de sua contraparte. O sistema oferece cerca de 200 jogos já instalados, mas se você pensa que poderá curtir um Ratchet & Clank: Rift Apart ou um Returnal, está muito enganado.

Na verdade, a biblioteca desse videogame é toda da geração dos 8 bits. Sendo assim, o comprador vai encontrar jogos como Contra e Super Mario Bros. 2, nenhum deles de forma licenciada pelas empresas, claro. Além disso, não há saída HDMI para curtir os games em TVs modernas: há a necessidade de usar o cabo AV incluído para garantir que a imagem seja transmitida.

Por último, dois controles com um design muito parecido com a primeira versão dos periféricos para o PlayStation 1 estão inclusos no pacote do GameStation 5. Eles têm cabo USB para serem conectados diretamente no console, ou seja, não funcionam sem fio.

GameStation 5
O GameStation 5 em toda a sua glória (Imagem: Divulgação)

No geral, este é um console relativamente barato que faz uso das similaridades visuais com o popular PS5 para se vender, mas que apenas serve como um emulador de jogos antigos. Só que, mesmo para quem tem muito interesse em emulação, qualquer smartphone dos últimos anos faz isso com superioridade.

É verdade que, atualmente, a economia brasileira pode fazer com que um GameStation 5 pareça atraente, mas este é um console que deveria ficar longe de sua televisão.

Outros sistemas como o GameStation 5

Consoles falsificados não são itens recentes na indústria. Desde a década de 80, muitos sistemas conhecidos como “clones” foram lançados. Isso ocorre até hoje em dia, porém a maioria não traz mais entrada para cartuchos, funcionando totalmente através da emulação assim como o GameStation 5.

O rapper americano Soulja Boy, por exemplo, vem lançando há poucos anos consoles falsificados com a cara do Xbox One S e de outros sistemas.

Soulja Game Console
Soulja Game Console (Imagem: Divulgação)

É fácil encontrar videogames que se assemelham visualmente a um PSP, como este PVP Station:

PVP Station
PVP Station (Imagem: Divulgação)

Temos também o Powkiddy, um console portátil que mistura o Nintendo Switch com o PlayStation Vita:

Powkiddy
O Powkiddy tem uma cara curiosa (Imagem: Divulgação)

Já o absurdo Nanica Smith tenta enganar o comprador em achar que está levando pra casa o console híbrido da Nintendo:

Nanica Smith
O Nanica Smith tem até o Super Mario em sua caixa (Imagem: Bootleg Games)

É claro que o PlayStation 4 não ficaria de fora. O GS4 Pro aceita até cartuchos de Famicom:

GS4 Pro
O GS4 Pro (Imagem: Divulgação)

No fim das contas, o mercado para consoles como o GameStation 5 não parece que vai diminuir tão cedo. Muitas vezes se apoiando em duas frentes: enganar o consumidor que desconhece sobre videogames ou atrair quem quer curtir jogos apenas pela nostalgia.