Início / Especiais / Internet /

Google Voice no Brasil: fato ou ficção?

Rafael Silva

Por

Especial
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Já faz algumas semanas que começamos a perceber que usuários brasileiros do Gmail ganharam a habilidade de fazer chamadas a partir do próprio serviço, incluindo alguns dos nossos leitores que prontamente mandaram capturas de tela (obrigado!). Essa característica é bastante parecida com o Google Voice que, para quem não sabe, trata-se de um serviço tem três usos principais: pode substituir um número de telefone de um usuário ou unificar todos eles, serve também como caixa postal e permite que o usuário realize ligações baratas via VoIP.

O que deixou muita gente coçando a cabeça foi o fato de que o Google Voice está disponível apenas nos EUA. Qualquer usuário de outro país que receber um convite não vai conseguir ativá-lo. Então porque ele estava aparecendo para contas brasileiras do Gmail? Eis o que conseguimos descobrir até agora.

Desde o dia 10 de março o Google anunciou que o recurso de fazer ligações para números seria implementado no Gmail. E isso parece ser exatamente o que aconteceu com os usuários brasileiros que viram o recurso. Mas com um pouco de pesquisa, você descobre que antes mesmo dessa data alguns usuários do Gmail já viam a opção ser habilitada. E ao ser ativado, o serviço mostrava o mesmo aviso para novos usuários do Google Voice nos EUA, o que era curioso.

O Mobilon, nosso editor-chefe e destruidor de MacBooks nas horas vagas, ganhou acesso ao serviço no final de semana e com isso conseguimos testá-lo mais de perto. A qualidade da chamada, em termos de atraso, não foi das melhores. Uma ligação entre o Google Voice e um celular teve um leve atraso de 1 ou 2 segundos, embora a qualidade de áudio fosse razoável.

Antes de fazer a ligação, no entanto, foi necessário instalar um plugin e comprar créditos para o serviço (obviamente usando Google Checkout) e foi aí que percebemos um detalhe interessante: o custo de ligação para telefones do Brasil é consideravelmente reduzido. O minuto de ligação para telefones fixos, por exemplo, varia entre 2 e 4 centavos de dólar por minuto, subindo para 15 centavos de dólar quando a chamada é para celulares. Em comparação, o Skype cobra de 2,8 a 5,8 centavos de dólar para fixo e 22,1 centavos de dólar para celulares.

Apesar de toda a evidência, a palavra oficial do Google Brasil é: o Google Voice não está sendo ativado no país ainda. Se você considerar que apenas 1/3 do serviço (a que permite ligações) está funcionando nas contas brasileiras, é possível dizer que isso é verdade. Porém, é inegável o fato de que existe um elemento do Voice que é o responsável pela habilidade de fazer chamadas pelo Gmail. Tanto que até a página do serviço se torna acessível para os usuários de contas ativadas. Então dizer que ele não está de forma alguma ativo no país é, no mínimo, estranho.

Ao que parece o Google não quer muita divulgação dessa característica, apesar de oferecer taxas de ligações insanamente mais baratas do que muitos serviços de VoIP no mercado. Não consigo pensar em muitos motivos para isso, mas se tivesse que chutar, diria que a empresa tem um certo receio de retaliação das operadoras de telefonia, de alguma forma. Mas isso nunca parou o Google lá fora.