Início / Notícias / Negócios /

Philips desiste de fabricar televisão

Concorrência desleal das asiáticas faz holandesa desistir de um importante mercado.

João Brunelli Moreno

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

A Philips anunciou nesta segunda-feira que irá transferir sua tradicional divisão de aparelhos de televisão para uma joint-venture formada em conjunto da empresa chinesa TPV Technology, na qual os holandeses serão acionistas minoritários.

Com os dias contados.

Fundada em 1949, por muitos anos a unidade de aparelhos de TV foi um dos carros-chefe da companhia, que vinha registrando constantes prejuízos nos últimos anos por conta da “concorrência predatória” de marcas asiáticas que ofecerem seus produtos ao mercado “por preço de custo”.

Nos termos no acordo, a TPV será responsável por desenhar, produzir, distribuir e comercializar aparelhos de televisão com a marca holandesa em todo o mundo, com exceção das Américas, da Índia e da China, onde a empresa tem acordos específicos. A nova empresa terá direito de usar a marca Philips por cinco anos, “com renovação automática caso as metas de produção sejam atingidas”. O contrato prevê que a empresa não deverá receber um centavo pelo acordo até 2013.

O lucro líquido da Philips foi de “apenas” 138 milhões de euros (R$ 360 milhões) no primeiro trimestre, 31,1% em relação ao mesmo período do ano passado e abaixo das expectativas dos analistas. “As vendas de televisores Philips fabricados no Brasil, Argentina e Hungria representavam 25% da receita do grupo em 2005, contra 13% em 2010”, afirmou o analista Sjoerd Ummels, do banco holandês ING, à rede de notícias AFP.

De acordo com o presidente da marca, Frans van Houten, agora a empresa irá se manter focada na produção de aparelhos médicos e sistemas de iluminação.

Com informações: AFP.