Notícias Celular

Sem Android 11, programa Android One do Google deixa de fazer sentido

Celulares com Android One ainda não receberam o Android 11; programa do Google visa agilizar updates nos smartphones

Bruno Gall De Blasi
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

O Android One é um programa do Google que visa garantir atualizações mais rápidas aos celulares participantes. A iniciativa, porém, pode estar perdendo o sentido já que, dois meses após a liberação da versão final do Android 11, nenhum smartphone com o selo recebeu o update para o novo sistema operacional até o momento.

Celulares com Android One, como Nokia 5.3, ainda não receberam Android 11 (Imagem: Divulgação/HMD Global)

Celulares com Android One, como Nokia 5.3, ainda não receberam Android 11 (Imagem: Divulgação/HMD Global)

Celulares Android One ainda não receberam Android 11

Quem dá a nota é o Android Central. Conforme observou o site especializado nesta quinta-feira (25), somente a Nokia manteve o lançamento de celulares com Android One em 2020; a exceção fica para a Motorola, que estreou o Moto G Pro com o selo. Ainda assim, nenhum dos telefones disponíveis no mercado que façam parte da iniciativa receberam o Android 11 até o momento, atualização lançada em setembro pelo Google.

O atraso na atualização faz contraste aos princípios do Android One, que, entre suas iniciativas, busca reduzir os longos intervalos de tempo entre as atualizações. Enquanto celulares como o Nokia 2.2, Nokia 5.3, Nokia 8.1 e Nokia 8.3 5G ainda vão receber o update até o fim do 1º trimestre de 2021, por exemplo, a Xiaomi já começou a distribuir o Android 11 ao Xiaomi Mi 10 e Mi 10 Pro com a interface MIUI 12 dias após a liberação do novo sistema operacional.

A Samsung também apresenta uma certa vantagem neste quesito. Ainda que não tenha liberado a versão final do Android 11, a companhia não só confirmou o sucessor do Android 10 à linha Galaxy S20 para ainda em 2020 como já disponibilizou o beta público para donos de celulares das famílias S20, Note 20 e S10 de alguns países. A marca sul-coreana também prometeu três anos de atualizações do Android para alguns de seus celulares.

A Oppo também revelou seus planos para levar o Android 11 com a interface ColorOS aos seus telefones. Uma das primeiras fabricantes a confirmar a atualização, o cronograma da marca chinesa previa o update para celulares das linhas Find X2 e Reno 3 já em setembro de 2020. Além disso, o Vivo V20 foi o primeiro smartphone não-Pixel a ser lançado com o sucessor do Android 10.

Com informações: Android Central

Bruno Gall De Blasi

Bruno Gall De Blasi é jornalista e cobre tecnologia desde 2016. Sua paixão pelo assunto começou ainda na infância, quando descobriu "acidentalmente" que "FORMAT C:" apagava tudo. Antes de seguir carreira em comunicação, fez Ensino Médio Técnico em Mecatrônica com o sonho de virar engenheiro. Entrou para o Tecnoblog em 2020 e também escreveu para o TechTudo e iHelpBR.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque