Início / Notícias / Telecomunicações /

Claro quer 60 milhões de clientes de IPTV com sua TV Box

Claro almeja 60 milhões de assinaturas do Claro Box TV, mas Brasil tem apenas 15 milhões de acessos de TV paga

Por

A Claro tem um objetivo ambicioso para o Claro Box TV, e quer 60 milhões de assinantes no seu serviço de IPTV. O número supera (com folga) todo o mercado legítimo de TV por assinatura do Brasil, que oficialmente soma 15 milhões de acessos. Por outro lado, a empresa ainda aposta na TV a cabo tradicional, mas enxerga a necessidade de adaptar a plataforma.

Claro Box TV (Imagem: Reprodução/Site Claro)

Claro Box TV (Imagem: Reprodução/Site Claro)

A ambição foi divulgada em um evento de tecnologia pelo diretor de Produtos de Vídeo da Claro, Alessandro Maluf. Ele garante que o lançamento do serviço de IPTV é um “modelo alternativo” e que a operadora não irá descontinuar o formato tradicional, que exige antenas parabólicas ou cabos coaxiais.

Para atingir 60 milhões de domicílios com o Claro Box TV, Maluf mira em usuários de internet fixa de outras operadoras. Dados da Anatel mostram que o Brasil tinha 35 milhões de acessos de banda larga em outubro de 2020. No entanto, o levantamento da agência sofre com a subnotificação de diversos provedores que não informam os números.

Um ponto importante sobre a demanda pela TV por assinatura é comentado pelo executivo. Ele diz que “a pirataria está aí pra mostrar que o consumidor quer TV paga, mas acha o serviço caro”. A Associação Brasileira de Televisão por Assinatura (ABTA) estima que o Brasil tem 4,5 milhões de usuários de TV pirata.

TV paga deve estar atualizada com aplicativos

Maluf afirma que a Claro ainda vê demanda para o serviço de TV paga mas diz que ele “deve estar atualizado com aplicativos de conteúdo, como Netflix, Globoplay, Disney+, e assim por diante”.

No entanto, o único aplicativo de streaming presente na Claro NET TV (e também no Claro Box TV) é a Netflix. A operadora disponibiliza conteúdos da HBO, Paramount+, Fox e outras programadoras através do NET Now, mas não entrega a experiência completa das plataformas avulsas.

Claro Box TV está disponível em 9 cidades

Maluf afirma que o Claro Box TV opera em uma fase piloto e que tem tido boa aceitação dos usuários. Recentemente, a Claro expandiu a venda do serviços de IPTV para mais cidades, e está disponível para adesão em Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Campinas (SP), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ), Santos (SP) e São Paulo (SP).

O Claro Box TV é bem mais barato que a TV paga tradicional: a mensalidade custa R$ 49,90 e dá acesso a mais de 80 canais pagos. O cliente recebe uma TV Box em comodato (ou seja, precisa devolvê-la caso cancele o serviço), mas precisa pagar taxa de adesão de R$ 250,00 caso não seja cliente de banda larga, telefone fixo ou celular pós-pago da operadora.

Talvez fosse mais fácil (e barato) para a Claro crescer no IPTV com um modelo do negócio que não exigisse uma TV Box. É perfeitamente possível criar um aplicativo para smart TVs e vender apenas a assinatura, sem a necessidade de lidar com equipamentos e altas taxas de adesão.

Com informações: Telesíntese, Teletime