Início / Notícias / Negócios /

iPhone 12 Mini tem vendas fracas e pode ser encerrado

Apesar de recorde de faturamento com celulares no fim de 2020, baixa demanda do iPhone 12 Mini preocupa Apple

Victor Hugo Silva

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

A Apple registrou um recorde de faturamento com iPhones no último trimestre de 2020, mas mantém o sinal amarelo com um dos dispositivos lançados em outubro. O iPhone 12 Mini, versão com tela de 5,4 polegadas, tem registrado uma participação pequena no faturamento da empresa e pode ter sua produção interrompida.

iPhone 12 Mini (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

iPhone 12 Mini (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Segundo a consultoria Counterpoint Research,o iPhone 12 Mini respondeu por somente 5% das vendas de celulares da Apple na primeira quinzena de janeiro. O restante corresponde às outras variantes de sua geração – iPhone 12, 12 Pro e 12 Pro Max – e aos modelos da geração anterior – iPhone 11, 11 Pro e 11 Pro Max.

O levantamento da Counterpoint Research também indica uma queda constante, ao menos desde 2019, na demanda por smartphones com menos de 6 polegadas. Neste cenário, o analista da J.P. Morgan, William Yang, afirma que é possível esperar que a Apple paralise a produção do iPhone 12 Mini no segundo trimestre.

“O ajuste do mix de produtos é bem esperado por investidores e não deve ser uma surpresa negativa”, afirmou Yang. “Isso está de acordo com o que estamos vendo no mercado global mais amplo, onde telas abaixo de 6 polegadas agora representam cerca de 10% de variação de todos os smartphones vendidos”.

iPhone com tela pequena tem perdido espaço nos últimos anos (Imagem: Reprodução/Reuters)

iPhone com tela pequena tem perdido espaço nos últimos anos (Imagem: Reprodução/Reuters)

Apple bate recorde com iPhone 12

O lançamento das quatro versões iPhone 12 contribuiu para um recorde no faturamento da Apple com celulares. No último trimestre de 2020, o segmento teve receita de US$ 65 bilhões. Com o resultado, a empresa superou o registrado no último trimestre de 2017, quando lançou o iPhone X e faturou US$ 61,5 bilhões com smartphones.

Considerando todas as divisões, a Apple também bateu recorde no último trimestre de 2020 ao registrar receita de US$ 111,4 bilhões. Esta foi a primeira vez em que a empresa superou os US$ 100 bilhões de faturamento em um trimestre. O desempenho se torna ainda mais significativo ao levar em conta a pandemia do novo coronavírus, que fechou lojas e atrasou a produção.

Ao apresentar os resultados financeiros dos últimos três meses de 2020, Tim Cook informou que a empresa chegou à marca de 1,65 bilhão de dispositivos ativos em todo o mundo. Como é possível imaginar, a maioria deles são celulares: há mais de 1 bilhão de unidades de iPhones em uso atualmente.

Com informações: Reuters.