Amazon compra Wickr, alternativa ao Signal para mensagens criptografadas

Amazon Web Services (AWS) compra aplicativo de mensagens criptografadas Wickr e expande serviços de comunicação

Bruno Ignacio
Por
• Atualizado há 2 anos
Amazon Web Services (Imagem: Tony Webster/Flickr)
AWS (imagem: Tony Webster/Flickr)

A Amazon Web Services (AWS), divisão de serviços em nuvem da Amazon, anunciou que está entrando para o mercado de mensagens criptografadas ao comprar a empresa de comunicação focada em privacidade Wickr. O aplicativo é uma alternativa ao Signal, uma das mais populares plataformas de mensagens instantâneas que utilizam protocolos de segurança reforçados.

Porém, o Wickr se posiciona no mercado como um aplicativo de comunicação criptografada voltada para instituições governamentais e militares. Além disso, a empresa afirma ser a única que oferece um serviço que atende a todos os critérios de segurança estabelecidos pela National Security Agency dos Estados Unidos (NSA).

A notícia foi dada em uma postagem oficial de Stephen Schmidt, vice-presidente e CISO da AWS. Mesmo com a compra, a Amazon afirmou que seguirá administrando o Wickr da mesma maneira que antes, oferecendo a uma nova gama de clientes os serviços do app “imediatamente”.

Não foi divulgada nenhuma informação sobre a quantia envolvida na transação de compra da Wickr. Porém, a empresa havia levantado cerca de US$ 60 milhões em financiamento, de acordo com dados da plataforma de monitoramento de mercado PitchBook, enquanto o valor de mercado da companhia era de pelo menos US$ 30 milhões de acordo com as estimativas mais recentes, que já parecem estar desfazadas.

Amazon expande presença na comunicação corporativa

A compra da Wickr pela Amazon acontece em um momento em que a empresa disputa um contrato de US$ 10 bilhões para fornecer serviços ao governo dos EUA, que até então está nas mãos da Microsoft desde a administração de Donald Trump. Dessa maneira, a companhia pode estar buscando expandir sua infraestrutura de serviços de comunicação e criptografia.

Atualmente, a AWS já oferece o Chime, um serviço que permite que organizações se descubram, se comuniquem e façam chamadas corporativas. Porém, trata-se de um produto pouco conhecido no mercado internacional e teve pouco impacto em comparação a concorrentes como o Slack e o Microsoft Teams.

“A necessidade desse tipo de comunicação segura está se acelerando. Com a mudança para ambientes de trabalho híbridos, devido em parte à pandemia de covid-19, as empresas e agências governamentais têm um desejo crescente de proteger suas comunicações em muitos locais remotos. As soluções de comunicação segura da Wickr ajudam empresas e organizações governamentais a se adaptarem a essa mudança em seu ambiente de trabalho e são uma adição bem-vinda ao conjunto crescente de serviços de colaboração e produtividade que a AWS oferece aos clientes e parceiros”.

Stephen Schmidt, vice-presidente e CISO da Amazon Web Services.

Com informações: Techcrunch

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Bruno Ignacio

Bruno Ignacio

Ex-autor

Bruno Ignacio é jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero. Cobre tecnologia desde 2018 e se especializou na cobertura de criptomoedas e blockchain, após fazer um curso no MIT sobre o assunto. Passou pelo jornal japonês The Asahi Shimbun, onde cobriu política, economia e grandes eventos na América Latina. Já escreveu para o Portal do Bitcoin e nas horas vagas está maratonando Star Wars ou jogando Genshin Impact.

Relacionados