Super Mario 64 lacrado é vendido em leilão por mais de US$ 1 milhão

Cópia lacrada, conservada e original de Super Mario 64 é vendida por quase R$ 9 milhões em leilão dentro de site especializado nos EUA

Felipe Vinha
Por
• Atualizado há 2 anos
Super Mario 64 vende por quase R$ 9 milhões em leilão (Imagem: Reprodução)
Super Mario 64 vende por quase R$ 9 milhões em leilão (Imagem: Reprodução)

Uma cópia lacrada de Super Mario 64 foi vendida em leilão por US$ 1,56 milhão – ou cerca de R$ 8 milhões em conversão direta, com a cotação do dólar nesta segunda, 12 de julho. A venda, realizada a partir do site Heritage Auctions, quebra o recorde de valor mais alto pago em um jogo de videogame em leilão, anteriormente mantido por uma cópia lacrada de The Legend of Zelda do NES.

  • Como jogar Yakuza Like a Dragon [Guia para iniciantes]
  • Como jogar The Legend of Zelda: Breath of the Wild [Guia para iniciantes]

O Zelda de Nintendo foi comercializado por US$ 878 mil há apenas três dias. Antes, o título pertencia a uma cópia de Super Mario Bros., vendida por US$ 660 mil (R$ 3,5 milhões), em novembro de 2020.

Na ocasião, o game de quase US$ 1 milhão alcançou esse valor por ser uma cópia genuína, lacrada e em bom estado de um dos primeiros lotes de The Legend of Zelda, lançado para NES em 1987, nos EUA.

Avaliação quase perfeita

De acordo com a avaliação do Heritage Auctions, o Zelda havia recebido nota 9 de conservação, colocando-o em categoria A. Já a cópia de Super Mario 64 foi avaliada com nota 9.8, algo raríssimo até então, colocando-o na nota A++, extremamente positiva – o que ajudou a elevar bastante o seu preço.

Não se tem história de um jogo tão raro e tão caro ser vendido com a nota 9.8, especialmente um título originalmente lançado em 1996, há 25 anos. Só isso já justifica sua cobiça e preço elevado, ainda que pareça um valor absurdo.

O comprador ou compradora do Super Mario 64 não teve sua identidade revelada, mas agora é dono ou dona de uma das cópias conservadas mais raras do game – e deve ser mantida assim, lacrada no pequeno cofre transparente onde se encontrava durante o leilão.

Com informações: Eurogamer.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Vinha

Felipe Vinha

Ex-autor

Felipe Vinha é jornalista com formação técnica em Informática. Já cobriu grandes eventos relacionados a jogos, como a E3, BlizzCon e finais mundiais de League of Legends. Em 2021, ganhou o Prêmio Microinfluenciadores Digitais na categoria entretenimento. Foi autor no Tecnoblog entre 2020 e 2022, escrevendo principalmente sobre games e entretenimento. Passou pelos principais veículos do ramo, e também é apresentador especializado em cultura pop.

Relacionados