Atletas olímpicos serão monitorados com software do Alibaba devido ao calor

Os Jogos Olímpicos de Tóquio têm mais um grande desafio além da pandemia: o forte calor e a alta umidade do verão japonês

Ana Marques
Por
• Atualizado há 2 anos
Software do Alibaba vai monitorar temperatura de atletas em Tóquio para evitar insolação (Imagem: Divulgação)
Software do Alibaba vai monitorar temperatura de atletas em Tóquio para evitar insolação (Imagem: Divulgação)

As Olimpíadas de Tóquio, que deveriam ter acontecido em 2020, mas foram remarcadas por conta da pandemia, começam nesta sexta-feira (23). Mas a COVID-19 não é o único fator preocupante para os profissionais que participarão do evento — o verão é outro fator que vem chamando a atenção de especialistas em saúde. Por esse motivo, atletas deverão ser monitorados por um software desenvolvido pelo Alibaba.

O forte calor em Tóquio, aliado à alta umidade que dificulta a regulagem térmica corporal, é considerado uma ameaça à saúde pública. A metrópole japonesa registrou quase 200 casos de mortes relacionadas ao calor no último ano.

Como ressaltou o The Verge, as temperaturas tendem a ficar acima de 30ºC, o que poderia contribuir para o risco de insolação, especialmente quando associado ao esforço físico exigido durante as provas.

Vale lembrar que, no Brasil, as Olimpíadas Rio 2016 ocorreram durante o inverno, quando as temperaturas ficam mais amenas na cidade conhecida pelo calor extremo.

Atletas em Tóquio vão usar dispositivo inteligente auricular

Uma das estratégias para a proteção dos profissionais durante os Jogos é baseada em um software em nuvem que permite monitorar a temperatura corporal e a frequência cardíaca. A solução desenvolvida pelo Alibaba será implementada por meio de dispositivos inteligentes que deverão ser usados como uma espécie de fone de ouvido.

Dispositivo auricular permite prever risco de insolação (Imagem: Divulgação)

Dispositivo auricular permite prever risco de insolação (Imagem: Divulgação)

Os dados coletados devem ser cruzados com índices ambientais, rastreados por medidores de estresse térmico instalados em locais específicos.

O software também terá integração com smartphones e poderá notificar sempre que uma pessoa estiver exposta a um alto risco de insolação — a mensagem de alerta também deverá recomendar medidas para evitar a situação, como a ingestão de água.

Com informações: The Verge, Engadget.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Ana Marques

Ana Marques

Gerente de Conteúdo

Ana Marques é jornalista e cobre o universo de eletrônicos de consumo desde 2016. Já participou de eventos nacionais e internacionais da indústria de tecnologia a convite de empresas como Samsung, Motorola, LG e Xiaomi. Analisou celulares, tablets, fones de ouvido, notebooks e wearables, entre outros dispositivos. Ana entrou no Tecnoblog em 2020, como repórter, foi editora-assistente de Notícias e, em 2022, passou a integrar o time de estratégia do site, como Gerente de Conteúdo. Escreveu a coluna "Vida Digital" no site da revista Seleções (Reader's Digest). Trabalhou no TechTudo e no hub de conteúdo do Zoom/Buscapé.

Relacionados