Notícias Brasil

Ministério da Saúde é alvo de hackers e ConecteSUS deixa de exibir vacinação

App ConecteSUS não apresenta registros de vacina contra COVID-19 após invasão aos sistemas do Ministério da Saúde nesta sexta-feira (10)

Bruno Gall De Blasi
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Os sites do Ministério da Saúde estão fora do ar nesta sexta-feira (10). Ao acessá-los durante a madrugada, os visitantes eram recepcionados pelo aviso de que os “dados internos dos sistemas foram copiados e excluídos” após informar que houve um ataque de ransomware. O ConecteSUS também não está exibindo os registros de vacinação.

Aplicativo ConecteSUS deixa de exibir cartão de vacinação após ataque a sistemas do Ministério da Saúde (Imagem: Gabrielle Lancellotti/Tecnoblog)
Aplicativo ConecteSUS deixa de exibir cartão de vacinação após ataque a sistemas do Ministério da Saúde (Imagem: Gabrielle Lancellotti/Tecnoblog)

O ataque foi percebido por volta de 1h. Pelas redes sociais, os usuários relataram que, ao acessar os sites do ministério, carregava uma página informando que os sistemas da entidade foram invadidos. “Você sofreu um ransomware [uma espécie de ‘vírus sequestrador’]“, dizia o aviso assinado pelo grupo Lapsus$ Group.

“Os dados internos dos sistemas foram copiados e excluídos. 50 TB de dados está em nossas mãos (sic)”, informava a página durante a madrugada desta sexta-feira (10). “Nos contate caso queira o retorno dos dados”. A página ainda indicava dois canais para entrar em contato com os hackers através do Telegram ou por e-mail.

O aviso foi retirado dos sites do Ministério da Saúde cerca de duas horas depois, segundo o Poder360. As plataformas, no entanto, permanecem fora do ar na manhã desta sexta-feira (10). Em testes feitos pelo Tecnoblog por volta de 10h, as páginas emitiam o seguinte erro do Google Chrome: “Não é possível acessar esse site”.

Registros de vacinas desaparecem do ConecteSUS

Além das páginas, o incidente também atingiu o ConecteSUS. Como era de se esperar, a plataforma está inacessível pelo navegador. Já o app para celulares funciona parcialmente: você consegue acessar o Cartão Nacional de Saúde (Cartão do SUS), por exemplo. Mas os registros de vacina simplesmente desapareceram.

É o meu caso. Através de um celular Android com o aplicativo atualizado, primeiro tentei acessar a Carteira Nacional de Vacinação, mas fui recepcionado pelo seguinte erro: “Não foi possível carregar o documento. Tente novamente mais tarde”. Depois, a página ficou carregando sem parar. Nenhum resultado apareceu após cinco minutos. 

O incidente também atingiu o Certificado de Vacina COVID-19. Na manhã desta sexta-feira (10), até encontrei os meus dados pessoais intactos. Mas não havia nenhum registro de imunizante aplicado, sendo que as duas doses da vacina contra COVID-19 apareciam no certificado anteriormente. O mesmo acontece com o histórico.

ConecteSUS não apresenta registros de vacinação nesta sexta-feira (10) (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)
ConecteSUS não apresenta registros de vacinação nesta sexta-feira (10) (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

Tecnoblog entrou em contato com o Ministério da Saúde mas não teve retorno até o momento de publicação. Ao portal G1, o ministério confirmou que o acidente “comprometeu temporariamente alguns sistemas da pasta” e afirmou que a Polícia Federal e o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) irão investigar o incidente. A entidade também informou que o e-SUS Notifica e o Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SI-PNI) também foram atingidos.

“O Departamento de Informática do SUS (Datasus) está atuando com a máxima agilidade para o reestabelecimento das plataformas”, afirmaram em nota.

Não há previsão de normalização dos serviços.

Com informações: Poder360 e G1 (1 e 2)

Bruno Gall De Blasi

Bruno Gall De Blasi é jornalista e cobre tecnologia desde 2016. Sua paixão pelo assunto começou ainda na infância, quando descobriu "acidentalmente" que "FORMAT C:" apagava tudo. Antes de seguir carreira em comunicação, fez Ensino Médio Técnico em Mecatrônica com o sonho de virar engenheiro. Entrou para o Tecnoblog em 2020 e também escreveu para o TechTudo e iHelpBR.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque