Início / Notícias / Telecomunicações /

Operadora de SC lança internet banda larga com velocidade de 6 Gb/s

Naxi, de Jaraguá do Sul (SC), lança planos de até 6.000 Mb/s com tecnologia XGS-PON; pacote mais barato da operadora tem 1 Gb/s

Por

Enquanto a maioria das operadoras ainda batalham para oferecer planos com velocidade gigabit, um provedor de uma cidade do interior de Santa Catarina lançou planos com até 6.000 Mb/s. Isso mesmo, são 6 Gb/s. Mas será que faz sentido ter uma banda larga com toda essa velocidade?

Rack de provedor de internet fibra óptica. Foto: jarmoluk/Pixabay
Rack de provedor de internet fibra óptica. (Imagem: jarmoluk / Pixabay (Imagem: jarmoluk / Pixabay)

A oferta foi lançada pela Naxi, operadora de Jaraguá do Sul (SC). Além de ter apresentado o plano de 6 Gb/s, a operadora também anunciou pacotes de 2 Gb/s e 4 Gb/s. Quem não precisar de tanta velocidade pode se contentar com o pacote mais básico, que tem… 1 Gb/s.

O pacote de 1 Gb/s da Naxi custa R$ 149,90 mensais e inclui uma linha de telefone fixo. Quem optar por 2 Gb/s pagará R$ 299,99 mensais, enquanto o plano de 4 Gb/s custa R$ 599,99 por mês. O plano mais absurdo, com 6 Gb/s, tem mensalidade de R$ 999.

Todos os pacotes da Naxi são simétricos, ou seja, o download e upload são iguais. A partir da velocidade de 2 Gb/s a operadora utiliza a tecnologia XGSPON, que permite tráfego de até 10 Gb/s na fibra óptica.

Faz sentido ter uma internet de 6 Gb/s?

Olha, provavelmente não.

Em primeiro lugar é preciso levar em conta que é muito difícil atingir 6 Gb/s de velocidade em um único dispositivo. Para conseguir algo próximo a isso é necessário ter um computador com um bom hardware e que tenha placa de rede compatível com padrão 10G. No Wi-Fi? Esquece, ao menos por enquanto.

Além disso, são poucos os servidores da web com capacidade de oferecer conteúdo em 6 Gb/s para um único IP de banda larga. Sua foto no WhatsApp não vai ser enviada mais rápido e a qualidade do seu streaming não vai melhorar.

Sendo assim, uma internet de 6 Gb/s só faz sentido para uso simultâneo. Só que é um exagero, mesmo considerando uma casa enorme com muitas pessoas. A Netflix recomenda apenas 25 Mb/s para entregar conteúdo em 4K, por exemplo.

Hoje, em 2021, desconheço alguma aplicação de uso residencial que exija essa quantidade de banda. Eu mesmo tenho 500 Mb/s em casa, acho um exagero e não senti nenhuma diferença prática de quando tive 200 Mb/s.

Com informações: Telesíntese