Notícias Jogos

E3 volta em 2023 com formato físico e digital, diz empresa organizadora

Estilo híbrido é direcionado para alcançar o máximo possível de pessoas, aumentando a interação em diversos países, mas será que dará certo?

Ricardo Syozi
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Chegar no meio do ano sem a expectativa de uma E3 é algo bastante fora do comum para quem acompanha o mundo dos games. Porém, isso é exatamente o que está acontecendo em 2022. Na tentativa de animar os entusiastas, a ESA (empresa que organiza o evento) confirmou que teremos o retorno da festa. A dúvida que fica é se a E3 vai conseguir se manter relevante em 2023.

Feira E3
E3 2023 terá formato híbrido (Imagem: Divulgação/ESA)

Após oferecer o que já foi considerada a principal celebração anual dos videogames, a Electronic Entertainment Expo passou quase que despercebida nos últimos anos. Sendo até mesmo cancelada totalmente em 2022. Contudo, agora sabemos que ano que vem ela estará de volta.

Stan Pierre-Louis, CEO e presidente da ESA, afirmou em uma entrevista para o The Washington Post:

Estamos animados para retornar em 2023 com um evento tanto digital quanto presencial. Por mais que gostemos desses eventos digitais, e por mais que eles alcancem as pessoas e queiramos esse alcance global, também sabemos que há um desejo muito forte de que as pessoas se reúnam – para poder se conectar pessoalmente, ver uns aos outros e conversar sobre o que torna os jogos ótimos.

Com essa confirmação, os fãs podem se animar ao saber que a indústria está tentando voltar “ao normal”, após tanto tempo de indefinições. Ainda assim, vale destacar que não há datas confirmadas para a feira em 2023.

E3 híbrida pode ser uma boa ideia

É fato de que a pandemia de Covid 19 afetou drasticamente os eventos ao redor do mundo. Em contrapartida, o crescimento dos encontros online se mostrou algo possível e funcional, mesmo que não tão divertido como a primeira opção.

Sendo assim, a ideia de oferecer algo simultaneamente digital e presencial pode ser interessante. Pensando nisso, é de se esperar que o show floor (espaço para as pessoas experimentarem os jogos) seja mantido, enquanto alguns anúncios de jogos sejam focados em apresentações online.

Ou seja, acredito que a forma híbrida da E3 2023 não seria difícil de encaixar.

Stan Pierre-Louis concorda com isso:

Creio que o melhor de toda essa experimentação é que empresas de todos os tamanhos estão tentando descobrir o que funciona melhor para promover o produto e o conteúdo que desejam compartilhar com os consumidores. Assim, sinto que há espaço para um show físico; acho importante ter alcance digital. Combinando esses dois, acredito há um elemento crítico do que achamos que a E3 pode oferecer.

E3 2018 (Imagem: Divulgação / ESA)
E3 2018 (Imagem: Divulgação / ESA)

Problemas do passado podem retornar?

Com seu início em 1995, a Electronic Entertainment Expo se tornou padrão na indústria. O principal local para que empresas apresentassem suas novidades. Infelizmente, nos últimos anos, fatores ocorreram que atrapalharam como a organização era vista.

Em 2021, casos de restrições para quem queria realizar transmissões ao vivo da E3 apareceram, causando grande desconforto nos produtores de conteúdo. Outra situação grave surgiu em junho do mesmo ano, no qual o portal de mídia da convenção permitia encontrar informações pessoais de seus visitantes durante a festa.

Acima de tudo, a E3 de 2023 precisa se reconectar com o público ao mesmo tempo que deve se reencontrar consigo. Para tal, é importante apresentar conteúdos dinâmicos e informações genuinamente interessantes para quem assistir de casa ou estiver passeando pelos corredores da feira.

Ricardo Syozi

Ricardo Syozi é jornalista apaixonado por tecnologia e especializado em games atuais e retrôs. Já escreveu para veículos como Nintendo World, WarpZone, MSN Jogos, Editora Europa e VGDB. Possui ampla experiência na cobertura de eventos, entrevistas, análises e produção de conteúdos no geral. Entrou para o Tecnoblog em 2021.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque