Apple Watch Ultra, duro na queda, quer ser a SUV dos relógios inteligentes

Com tela e caixa mais largas, Watch Ultra é o maior relógio já lançado pela Apple; novidade também traz acabamento de titânio

Emerson Alecrim
Por

Depois dos rumores, a confirmação: o Apple Watch Ultra foi anunciado pela Apple nesta quarta-feira (7). Como o nome sugere, o novo relógio é mais avançado que os demais modelos da linha. Começa pela tela, a maior já colocada pela companhia em um smartwatch. Um botão adicional à esquerda é outra novidade.

Apple Watch Ultra
Apple Watch Ultra (imagem: reprodução/Apple)

Tela maior, caixa maior

O Apple Watch Series 8 também foi anunciado hoje, mas ele não passa de uma leve atualização do Apple Watch Series 7. Por outro lado, o Apple Watch Ultra traz mudanças drásticas em relação a esses modelos.

Começa pelas dimensões físicas. A tela ficou maior, é plana e feita de cristal de safira. Trata-se do maior display já colocado em um Apple Watch. Além disso, o modelo vem com caixa de 49 mm, enquanto a versão 8 mantém os tamanhos de 41 e 45 mm. Podemos dizer que modelo Ultra é a “SUV dos smartwatches”.

YouTube video

No design, o Apple Watch Ultra preserva o formato retangular com cantos arredondados. Porém, o modelo traz um botão adicional à esquerda, logo abaixo da abertura do alto-falante. Na cor “laranja internacional” (de alto contraste), ele pode ser programado para executar imediatamente várias atividades, à escolha do usuário.

Repare também que os botões à direita foram mantidos, mas, agora, ficam abrigados em uma saliência.

Pelas imagens, você pode ter a impressão de que o relógio é mais robusto do que os anteriores. E é mesmo. A caixa é feita de titânio “aeroespacial”, só para você ter ideia. Faz sentido, afinal, o Apple Watch Ultra é direcionado, sobretudo, a praticantes de esportes radicais.

Ainda nesse sentido, a caixa se eleva ligeiramente nas bordas da tela para protegê-la contra riscos.

Vale destacar também que a tela tem brilho de 2.000 nits para garantir boa visualização das informações mesmo em ambientes muito claros. Além disso, dada a finalidade esportiva do dispositivo, os botões foram projetados para serem acionados com luvas, o que pode ser útil para quem escala montanhas, por exemplo.

Apple Watch Ultra e o seu botão programável à esquerda (imagem: divulgação/Apple)
Apple Watch Ultra e o seu botão programável à esquerda (imagem: divulgação/Apple)

Chip S8 e bateria

No quesito desempenho, não espere por nada muito diferente do que será oferecido pelo Apple Watch Series 8. Ambos são equipados com o novo chip Apple S8 que, por sua vez, tem performance similar à da geração anterior.

Já o quesito autonomia é bom, mas não impressiona. O Apple Watch Ultra conta com uma bateria cuja duração pode chegar a 36 horas em condições de uso normal. Existe um modo de baixo consumo de energia que ativa apenas recursos essenciais para fazer a bateria durar até 60 horas.

watchOS 9 e vários sensores

Se a tela é maior, mais informações podem ser exibidas simultaneamente nela. O Apple Watch Ultra tira proveito disso. O espaço adicional é usado para mostrar estatísticas mais detalhadas de atividades físicas ou de parâmetros de saúde, por exemplo.

Para tanto, o smartwatch foi equipado com vários sensores: batimentos cardíacos, eletrocardiograma, oxigênio no sangue e temperatura corporal. Este último é um dos destaques do Watch 8, aliás.

De modo complementar, o Apple Watch Ultra é o primeiro smartwatch da marca a trazer um GPS de dupla frequência auxiliado por novos algoritmos de posicionamento. Graças a isso, o dispositivo pode fornecer informações mais precisas sobre distância, ritmo e rota de um treino, por exemplo.

O Watch UItra também é indicado para atividades aquáticas (imagem: divulgação/Apple)
O Watch Ultra também é indicado para atividades aquáticas (imagem: divulgação/Apple)

Isso tudo trabalha em conjunto com o watchOS 9, sistema operacional que vai ser liberado para modelos anteriores da linha, mas traz recursos específicos para o Apple Watch Ultra. Entre eles estão mostradores de tela maiores, apps mais detalhistas e, claro, funções referentes ao sensor de temperatura corporal.

Praticantes de esportes aquáticos não foram esquecidos. O relógio é compatível com atividades como kitesurf e wakeboard, por exemplo. Graças ao aplicativo Oceanic+, o dispositivo também pode ser um companheiro para mergulhos de até 40 m de profundidade.

Ainda sobre esse aspecto, o Watch Ultra traz certificados WR100 e EN 13319.

Os aventureiros de plantão também podem gostar do modo que exibe as informações da tela em tom vermelho com fundo preto. É uma forma de facilitar a visualização de detalhes à noite ou em ambientes escuros.

O modo "noturno" do Watch Ultra (imagem: divulgação/Apple)
O modo “noturno” do Watch Ultra (imagem: divulgação/Apple)

Ainda no quesito emergência, o smartwatch conta até com uma sirene de 86 decibéis que pode disparar quando o usuário se perde em uma mata ou se machuca gravemente, por exemplo.

Entre os demais atributos do relógio estão pulseiras desenvolvidas para uso ao ar livre, três microfones para melhorar chamadas de voz e resistência a temperaturas extremas (-20 a 55 graus Celsius).

Apple Watch Ultra: quando e quanto?

Nos Estados Unidos, as vendas do Apple Watch Ultra começam em 23 de setembro, com preços a partir de US$ 799. Como você já deve ter percebido, esse não é só o maior relógio da Apple até agora, mas também o mais caro.

No Brasil, ainda não há informação sobre data de lançamento. Mas o preço já é conhecido (prepare-se): a partir de R$ 10.299.

Apple Watch Ultra
Apple Watch Ultra (imagem: reprodução/Apple)

Os demais lançamentos da Apple nesta quarta-feira incluem o iPhone 14, além dos modelos iPhone 14 Pro e Pro Max.

Apple Watch Ultra — ficha técnica

  • Tamanhos: 49 mm
  • Tela: Retina Sempre Ativa com até 2.000 nits
  • Chip: dual-core Apple S8
  • Sensores: batimentos cardíacos, eletrocardiograma, oxigênio no sangue, temperatura corporal, GPS de precisão e dupla frequência
  • Bateria: autonomia de até 36 horas (uso normal)
  • Corpo: titânio aeroespacial com proteção IP6X, e certificações MIL-STD 810H, WR100 e EN 13319
  • Sistema operacional: watchOS 9