Notícias Celular

Motorola Edge 30 Ultra chega ao Brasil com câmera de 200 MP e recarga rápida

Novo smartphone de topo de linha da Motorola vem com tela de 144 Hz, Snapdragon 8+ Gen 1, 12 GB de RAM e gravação de vídeo em 8K

Giovanni Santa Rosa Bruno Gall De Blasi
Por
e
Motorola Edge 30 Ultra (Imagem: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)
Motorola Edge 30 Ultra (Imagem: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)

A Motorola anunciou nesta quinta-feira (8) a chegada de seu mais novo celular topo de linha. Ele se chama Edge 30 Ultra e tem como principal destaque a câmera, com resolução de 200 megapixels. Além disso, o aparelho tem compatibilidade com 5G SA, NSA e DSS, e conta com o Snapdragon 8+ Gen 1, chip mais poderoso da Qualcomm.

A câmera é mesmo o grande destaque do Edge 30 Ultra. O smartphone possui um conjunto triplo, liderado pelo sensor principal tem 200 megapixels. Segundo a Motorola, o aparelho combina até 16 pixels em um. A promessa é de fotos mais coloridas mesmo em condições ruins de iluminação.

Apesar do sensor de 200 megapixels, não é possível tirar uma foto com essa resolução. As opções de saída são 60, 15 e 8 megapixels.

Motorola Edge 30 Ultra (Imagem: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)
Motorola Edge 30 Ultra (Imagem: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)

Os números altos de resolução não ficam só no sensor principal. A câmera ultra-wide tem 50 megapixels e serve também para fotos macro. Uma lente teleobjetiva completa o conjunto, com sensor de 12 megapixels.

Na frente do aparelho, a câmera para selfies tem 60 megapixels, com foco fixo.

O outro destaque fica por conta do carregamento rápido. O Motorola Edge 30 Ultra vem com carregador TurboPower de 125 W.

A empresa promete que sete minutos na tomada são suficientes para ter energia para o dia todo. A bateria do aparelho tem capacidade para 4.610 mAh.

Além disso, o smartphone tem suporte a carregamento sem fio de até 50 W, e compartilhamento de bateria de 10 W, para fornecer energia a outros aparelhos.

Hardware de alto desempenho

O Motorola Edge 30 Ultra vem com Snapdragon 8+ Gen 1. Anunciado em maio de 2022, ele é o modelo mais avançado da Qualcomm até o momento, com frequência máxima de 3,2 GHz.

Motorola Edge 30 Ultra (Imagem: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)
Motorola Edge 30 Ultra (Imagem: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)

Um de seus recursos está diretamente ligado às câmeras: gravação de vídeo em 8K a 30 frames por segundo, ou 4K a 60 frames por segundo.

Junto ao processador Snapdragon 8+ Gen 1, a Motorola colocou 12 GB de RAM LDDR5 e 256 GB de armazenamento interno com tecnologia UFS 3.1.

A potência do chip também interessa aos gamers. A Motorola também pensou nesse público e colocou latência reduzida e touch rate de 360 Hz, para respostas mais rápidas durante jogos.

Em conectividade, o smartphone tem suporte a 5G nos padrões Dynamic Spectrum Sharing (DSS), Standalone (SA) e Non-Standalone (NSA), e também ao Wi-Fi 6E.

Atenção especial a áudio e vídeo

Outra promessa é uma experiência mais imersiva em jogos, filmes e séries. Para Isso, o Motorola Edge 30 Ultra vem com tela pOLED de 6,7 polegadas com vidro 3D curvo, resolução Full HD+ e taxa de atualização de 144 Hz. O leitor de impressões digitais está sob o display.

Motorola Edge 30 Ultra (Imagem: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)
Motorola Edge 30 Ultra (Imagem: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)

Além disso, o smartphone conta com alto-falantes estéreo com suporte à tecnologia Dolby Atmos, com som tridimensional.

A Motorola também colocou alguns recursos extras em seu novo topo de linha. Um deles são as Edge Lights, luzes que ficam nas bordas do aparelho e acendem quando o usuário recebe notificações ou ligações.

O aparelho também oferece um atalho personalizável, que pode ser acessado dando dois “tapinhas” na parte de trás.

Motorola Edge 30 Ultra (Imagem: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)
Motorola Edge 30 Ultra (Imagem: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)

A empresa manteve o Ready For, uma das ferramentas mais interessantes da linha Edge. Com ele, dá para conectar o celular a computadores e TV, com ou sem fio.

Com relação ao sistema operacional, o Edge 30 Ultra vem com o Android 12. A Motorola promete quatro anos de updates e atualização para mais três versões do Android. Não há previsão de quando o Android 13 chega, porém.

Preço e disponibilidade

O Motorola Edge 30 Ultra começa a ser vendido nesta quinta-feira (8) no Brasil, nas cores preta e branca. O preço sugerido é de R$ 6.999. O aparelho tem dois anos de garantia.

Motorola Edge 30 Ultra – ficha técnica

Dimensões

  • Altura: 161,76 mm
  • Largura: 73,5 mm
  • Espessura: 8,39 mm
  • Peso: 198,5 g

Câmera traseira

  • Principal: 200 megapixels, 80˚, ƒ/1,9, estabilização ótica de imagem
  • Ultrawide/Macro: 50 megapixels, 114˚, ƒ/2,2
  • Teleobjetiva: 12 megapixels, 46˚, ƒ/1,6, zoom ótico de 2x
  • Gravação de vídeo: 8K 30 fps / 4K 60 fps
  • Flash LED
  • Foco PDAF

Câmera frontal

  • 60 megapixels, 79,4˚, ƒ/2,2

Bateria

  • Capacidade da bateria: 4.610 mAh
  • Conector USB-C
  • Carregador: TurboPower 125 W
  • Carregamento Wireless: até 50 W
  • Compartilhamento de bateria: 15 W

Tela

  • Tamanho da tela: 6,7 polegadas, proporção 20:9
  • Resolução da tela: FullHD+, 1080 x 2400 pixels, 394 ppi
  • Características: HDR10+, pOLED, 144 Hz

Performance

  • Sistema operacional: Android 12
  • Processador: Snapdragon 8+ Gen 1 (octa-core, 3,2 GHz)
  • GPU: Adreno 730
  • Armazenamento: 256 GB (235 GB disponíveis)
  • RAM: 12 GB + RAM Boost

Conectividade

  • Bluetooth 5.2
  • Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac/ax, Wi-Fi 6E, 2,4 GHz, 5 GHz, 6 GHz
  • NFC
  • 5G DSS, SA, NSA

O Tecnoblog viajou à Argentina a convite da Motorola.

Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Bruno Gall De Blasi

Bruno Gall De Blasi é jornalista e cobre tecnologia desde 2016. Sua paixão pelo assunto começou ainda na infância, quando descobriu "acidentalmente" que "FORMAT C:" apagava tudo. Antes de seguir carreira em comunicação, fez Ensino Médio Técnico em Mecatrônica com o sonho de virar engenheiro. Entrou para o Tecnoblog em 2020 e também escreveu para o TechTudo e iHelpBR.