Hisense Hi Reader Pro é um celular com tela e-ink e excesso de nicho

Fabricante chinesa lança um novo smartphone voltado para leitores; produto só está disponível na China

Felipe Freitas
Por

A Hisense lançou nesta segunda-feira (2) o Hi Reader Pro, seu novo smartphone com tela e-ink. O smartphone é a versão aprimorada do Hi Reader, que chegou às lojas no primeiro trimestre de 2022. Ao contrário do seu antecessor, o modelo Pro é capaz de realizar ligações.

Hi Reader Pro (Imagem: Divulgação/Hisense)
Hi Reader Pro (Imagem: Divulgação/Hisense)

O Hi Reader Pro é equipado com um chip Qualcomm Snapdragon 662. Graças a ele, o smartphone também possui conexão 4G — mesmo sendo “antiga” quando comparada ao 5G, ainda atende perfeitamente a maior parte dos consumidores. Em resumo: é um Hi Reader que faz ligações.

Hi Reader Pro: feito para leitura, ligações e um pouco de apps

A tela do Hi Reader Pro mede 6,1 polegadas, menor que o Hi Reader “base” cuja tela é de 6,7 polegadas. Porém, relembrando, o modelo base é só um e-reader.

Com essas especificações, o usuário conseguirá baixar livros sem conexão Wi-Fi. O consumidor também poderá utilizar a Play Store, mas o Hi Reader Pro possui suporte limitado a aplicativos, o usuário não poderá consegue qualquer app — sem Genshin Impact ou Asphalt 9 em tela e-ink.

Com 128 GB de armazenamento, você poderá “abrir” em seu smartphone uma biblioteca maior do que a de muitos munícipios brasileiros (uma piadinha trágica). O Hi Reader Pro possui 4 GB de RAM e sai de fábrica com o Android 11. O uso desse sistema operacional é mais do que ótimo para o nicho que ele atende.

Hi Reader Pro (Imagem: Divulgação/Hisense)
Hi Reader Pro (Imagem: Divulgação/Hisense)

Por mais que o Hi Reader Pro tenha limitações com aplicativos, você pode fazer sideloading — prática de instalar apps sem usar nenhuma loja. E ele ainda conta com suporte para o aplicativo Kindle. Se você também tem centenas de livros baixados no app, conseguirá aproveitar várias horas de leitura — ainda mais que o Hi Reader Pro possui uma bateria de 4.000 mAh.

O Hi Reader Pro também possui entrada para fone de ouvido, permitindo que, além de ouvir audiolivros, o usuário também escute suas músicas. Convertendo o seu valor em Yuans é de 1.699 (R$ 1.317,24 em conversão direta). Não há previsão de lançamento do smartphone no Brasil.

Hi Reader Pro (Imagem: Divulgação/Hisense)
Hi Reader Pro (Imagem: Divulgação/Hisense)

Celular e-reader compensa?

Falando como alguém que usa Kindle e está com vários livros para ler, não há nenhuma vontade de baixar o app do dispositivo no meu smartphone. O hábito de ler em tela e-ink por horas me deixou mal-acostumado. Logo, por mais que seria prático baixar o app Kindle para continuar as leituras quando saio sem o dispositivo, eu associo a leitura no smartphone com cansaço da vista. Então um celular com tela e-ink romperia esse “bloqueio mental”.

Mesmo assim, o Hi Reader Pro tem limitações e a sua vantagem de tela e-ink para leitura é duvidosa: quem quer ler ao sair de casa levará o seu e-reader. Ler um livro pelo celular em uma fila de banco ou do Detran? Pouco provável com ampliação do atendimento online de diversas instituições e órgãos públicos. O Hi Reader Pro acaba atuando mais como um “celular reserva” ou “dumbphone”.

Com informações: LiliPuting e Good Ereader

Relacionados

Relacionados