Spotify lança novo feed para você passar mais tempo no app e provavelmente ver mais anúncios

Atualização do Spotify repete experiência do TikTok e Instagram para sugerir novas músicas e podcasts; aplicativo estende publicação de videocasts para qualquer criador

Lucas Braga
Por
• Atualizado há 2 meses
Spotify terá nova tela inicial com feeds para sugestão de músicas (Imagem: Divulgação / Spotify)

O Spotify apresentou nesta quarta-feira (8) o evento Stream On, que introduz novidades para artistas e criadores de conteúdo. A empresa também divulgou mudanças no aplicativo para smartphone, que ganhou uma nova tela inicial que exibe prévias de músicas e podcasts.

Durante a apresentação, o Spotify prometeu uma experiência totalmente nova e diferente com o novo feed, e afirma ser a maior atualização do aplicativo nos últimos 10 anos. No entanto, não espere grandes mudanças na interface: as telas exibidas não mostram um design muito diferente do que já estamos acostumados, visto que os elementos gráficos continuam parecidos.

Spotify usa fórmula do TikTok e Instagram para aumentar tempo de tela

Não sei você, mas quando escuto música no celular minimizo o aplicativo logo após escolher o que vai tocar. Parece que o Spotify quer convencer os usuários a passarem mais tempo na plataforma, que agora terá feeds similares ao que encontramos em redes sociais.

Aumentar o tempo de tela pode ser um grande desejo do Spotify para aumentar a receita, visto que o serviço de streaming opera no vermelho. Se os novos feeds vingarem, o aplicativo poderá desenvolver novos formatos de publicidade — que atualmente se concentram em trechos de áudio, tocados para usuários da versão gratuita.

Feeds no Spotify
Feeds no Spotify (Imagem: Divulgação)

O Spotify bate na tecla da sugestão de novos conteúdos. O novo feed parece ser um lugar ótimo para isso, já que o usuário conseguirá ver prévias de músicas e podcasts. A experiência lembra bastante o Instagram e TikTok, incluindo a famosa rolagem vertical e formato de stories.

Com a nova ferramenta, o Spotify espera melhorar a experiência de sugestões ao usuário. Caso o conteúdo tenha agradado, é possível adicionar diretamente na biblioteca, ouvir desde o início ou ser direcionado para uma playlist, álbum ou single relacionado.

Além da tela inicial, o Spotify também terá feeds específicos para músicas e podcasts. O aplicativo de streaming também anunciou o recurso para audiolivros, mas a funcionalidade não estará disponível no mercado brasileiro.

Melhorias na interação entre fãs e artistas

Além de mostrar sugestões de conteúdo, o feed da tela inicial do Spotify também será uma ferramenta para os artistas se conectarem com seus fãs. Os criadores poderão publicar pequenos clipes com vídeos relacionados ao conteúdo, incluindo vídeos de bastidores.

Você poderá encontrar ingressos e merchandising durante a reprodução
Você poderá encontrar ingressos e merchandising durante a reprodução (Imahem: Divulgação / Spotify)

O Spotify também passará a mostrar os próximos shows e turnês durante a reprodução de músicas, no perfil e em playlists “This Is”, permitindo que o usuário seja direcionado para a compra de ingressos e merchandising.

Podcasts ganham autoplay e amplia upload de vídeos

Seguindo a tendência, o Spotify ampliou os podcasts em vídeo. Eles já existiam na plataforma, mas eram restritos a quem publicava através do Anchor; com a nova atualização, qualquer criador poderá subir seus videocasts.

Outra novidade relacionada aos podcasts é a chegada do recurso Autoplay. Após o término de um episódio, o Spotify irá reproduzir automaticamente outro podcast, com sugestão baseada nas preferências do usuário.

Se você ficou animado com as novidades, é bom ter paciência. De acordo com o Spotify, a nova experiência do aplicativo estará disponível a partir de hoje, mas poderá demorar “semanas e meses” até atingir todos os usuários.

Receba mais sobre Spotify na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Lucas Braga

Lucas Braga

Repórter especializado em telecom

Lucas Braga é analista de sistemas que flerta seriamente com o jornalismo de tecnologia. Com mais de 10 anos de experiência na cobertura de telecomunicações, lida com assuntos que envolvem as principais operadoras do Brasil e entidades regulatórias. Seu gosto por viagens o tornou especialista em acumular milhas aéreas.

Relacionados