Apple pode bloquear Fortnite, mas não Unreal Engine, decide juíza

Tribunal encarou suspensão de contas da Epic relacionadas ao Unreal Engine como retaliação da Apple

Ana Marques
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
O que é Unreal Engine? / Epic Games / Divulgação

A Epic Games ganhou, ao menos por enquanto, uma das batalhas travadas na Justiça contra a Apple, após violar as diretrizes da App Store. Uma ordem restritiva temporária proíbe o banimento das contas relacionadas ao Unreal Engine – o que causaria problemas a diversos outros jogos e desenvolvedores. A decisão contraria as ameaças de suspensão da Epic do iOS e do macOS.

De acordo com a juíza Yvonne Gonzalez Rogers, a Apple não é obrigada a restaurar Fortnite em sua loja de aplicativos, uma vez que a remoção do jogo não demonstrou dano irreparável. “Na minha opinião, você não pode ter um dano irreparável quando você mesmo cria o dano”, explicou a juíza à advogada da Epic Games.

No entanto, a suspensão das ferramentas para desenvolvedores também não procede: além de afetar diversos outros softwares que utilizam o motor gráfico da Epic, a conta relacionada ao Unreal Engine fica sob as credenciais da Epic International, uma entidade separada da Epic Games, com contrato à parte. Para a juíza, um banimento desses serviços seria apenas retaliação da Apple.

Rogers também se mostrou cética quanto à possibilidade de danos financeiros originados a qualquer uma das duas empresas em decorrência de sua decisão: “Estamos falando de uma empresa que vale bilhões contra uma empresa que vale trilhões”, zombou.

Fortnite / Epic Games (Foto: Reprodução / Felipe Vinha)

A Apple respondeu à decisão da juíza, alfinetando a dona de Fortnite. Em uma declaração feita à Mark Gurman, a empresa agradece ao tribunal por “reconhecer que o problema da Epic é totalmente auto-infligido”, e reforça que está disposta a aceitar Fortnite novamente na App Store desde que a Epic siga as diretrizes impostas a todos os desenvolvedores parceiros.

Uma audiência completa sobre o caso está marcada para o dia 28 de setembro. Até lá, a menos que a Epic decida voltar atrás em relação ao método alternativo de pagamento para os itens de Fortnite, é provável que o jogo permaneça fora da App Store.

Com informações: CNET e MacRumors

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Ana Marques

Ana Marques

Gerente de Conteúdo

Ana Marques é jornalista e cobre o universo de eletrônicos de consumo desde 2016. Já participou de eventos nacionais e internacionais da indústria de tecnologia a convite de empresas como Samsung, Motorola, LG e Xiaomi. Analisou celulares, tablets, fones de ouvido, notebooks e wearables, entre outros dispositivos. Ana entrou no Tecnoblog em 2020, como repórter, foi editora-assistente de Notícias e, em 2022, passou a integrar o time de estratégia do site, como Gerente de Conteúdo. Escreveu a coluna "Vida Digital" no site da revista Seleções (Reader's Digest). Trabalhou no TechTudo e no hub de conteúdo do Zoom/Buscapé.

Canal Exclusivo

Relacionados