Exclusivo: Disney+ bloqueia fraude que permitia acesso grátis no Brasil

Disney Plus não conferia se era possível fazer cobranças no crédito; usuários geravam números falsos de cartão e de CPF

Felipe Ventura
Por
• Atualizado há 4 meses
Disney+ chega ao Brasil (Imagem: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)
Disney+ chega ao Brasil (Imagem: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)

O Disney+ passou a barrar quem abusa dos sete dias grátis criando contas falsas: a técnica, que vem circulando no Brasil desde pelo menos terça-feira (17), envolve gerar números falsos de cartão de crédito e de CPF — tinha até tutorial no YouTube. O Tecnoblog apurou que o serviço de streaming agora bloqueia essas tentativas de assinar o serviço.

Fraude do Disney+ gratuito

O cadastro exige poucas informações: basta inserir um endereço de e-mail, senha, nome completo, CPF e dados de cartão de crédito. Talvez por um descuido, ou por confiar demais nos brasileiros, o Disney+ não conferia se era realmente possível fazer cobranças no número do cartão.

Assim, usuários brasileiros vinham compartilhando o “truque” para conseguir o Disney+ de graça em poucos passos: a instrução era usar um site para gerar números válidos de cartão de crédito, e utilizar outra ferramenta para criar um CPF falso.

Tutorial em vídeo ensina a ter Disney+ "de graça"; método não funciona mais (Imagem: Reprodução/YouTube)
Tutorial em vídeo ensina a ter Disney+ “de graça”; método não funciona mais (Imagem: Reprodução/YouTube)

Tudo isso obviamente vai contra os termos de uso do Disney+. O contrato de assinatura estipula que “você concorda em não usar identidade falsa ou declarar de forma imprecisa sua inscrição como sendo qualquer outra pessoa”; o usuário também não deve “fornecer informações pessoais imprecisas, falsas ou incompletas”. Quem viola essas regras fica sujeito a ter a conta cancelada.

O Disney+ parece ter detectado o esquema: nas redes sociais, há várias pessoas se queixando de que a tática deixou de funcionar.

Disney+ confere se é possível fazer cobrança no cartão (Imagem: Reprodução)
Disney+ confere se é possível fazer cobrança no cartão (Imagem: Reprodução)

O Tecnoblog fez um teste com dados legítimos, mas com um cartão de crédito bloqueado pelo app, para saber se ele seria verificado — o que de fato ocorreu. Ao tentar realizar a assinatura, recebemos o aviso de que uma cobrança de R$ 0,00 foi negada; o site, por sua vez, explica que “houve um erro no processamento do pagamento”.

A assinatura do Disney+ custa R$ 27,90 por mês ou R$ 279,90 por ano. O serviço de streaming traz conteúdo da Marvel, Pixar, Star Wars e National Geographic, além de duas temporadas de Os Simpsons e alguns filmes da Fox; no entanto, algumas séries estão faltando e há problemas no catálogo.

Receba mais sobre Disney+ (Disney Plus) na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Ventura

Felipe Ventura

Ex-editor

Felipe Ventura fez graduação em Economia pela FEA-USP, e trabalha com jornalismo desde 2009. No Tecnoblog, atuou entre 2017 e 2023 como editor de notícias, ajudando a cobrir os principais fatos de tecnologia. Sua paixão pela comunicação começou em um estágio na editora Axel Springer na Alemanha. Foi repórter e editor-assistente no Gizmodo Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados