Facebook Messenger já não permite criar conta só com número de celular

Para novos usuários, perfil no Facebook volta a ser obrigatório para uso do Messenger

Emerson Alecrim
Por
• Atualizado há 2 anos e 6 meses
Facebook Messenger

Em um visível esforço para tornar o Messenger mais popular, o Facebook passou a aceitar, em 2015, que interessados criassem contas no serviço de mensagens apenas com número de celular. Mas agora é diferente: sem fazer barulho, o Facebook voltou a exigir que o usuário mantenha uma conta na rede social para ter acesso ao mensageiro.

A decisão já é evidente nas páginas de ajuda do serviço e foi confirmada pelo Facebook ao VentureBeat. Ao veículo, a companhia informou “ter percebido que a grande maioria das pessoas que usam o Messenger já fazia login via Facebook e queremos simplificar o processo”.

É possível que, de alguma forma, essa decisão contribua para o plano do Facebook de integrar o WhatsApp, o Instagram e o Messenger. Com essa mudança, um usuário do WhatsApp poderia enviar uma mensagem para alguém que usa o Instagram Direct, por exemplo.

Mas isso se o plano for levado adiante. O governo dos Estados Unidos já sinalizou que pode barrar a integração entre WhatsApp, Instagram e Facebook Messenger por temer que essa estratégia dificulte uma eventual divisão da companhia motivada por ação antitruste.

Ainda de acordo com o Facebook, a recente mudança no Messenger é válida apenas para novos perfis e não afetará usuários que já acessam o serviço de mensagens sem conta na rede social. Ou quase isso: o VentureBeat encontrou relatos de usuários que, após a transição, se depararam com uma mensagem de erro dizendo que as suas contas haviam sido restringidas.

Relacionados