Google One traz recursos de videoconferência do Meet exclusivos do Workspace

Planos mais avançados do Google One ganham acesso a recursos do Workspace, como o gravador de videoconferências do Google Meet

Bruno Gall De Blasi
Por
• Atualizado há 6 meses
Google Meet
Google Meet: recursos do Workspace estarão disponíveis para assinantes do One de 2 TB ou mais (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Você não precisa mais recorrer ao Workspace para expandir a lista de funções do Meet. Nesta segunda-feira (11), o Google anunciou que os assinantes do Google One poderão fazer chamadas sem o limite de uma hora e usar mais ferramentas, como o gravador de videoconferências. O benefício está disponível para alguns planos.

A expansão é destinada às alternativas com armazenamento a partir de 2 TB. Segundo o Google, ao assiná-las, os usuários poderão desfrutar de outros recursos além do armazenamento expandido no Drive e os demais benefícios do plano Premium. E essa melhoria é oferecida ao disponibilizar ferramentas que, antes, eram exclusivos às empresas que aderiram ao Workspace.

É o caso do Meet. A gigante das buscas afirmou que alguns assinantes do One não precisam mais seguir o limite de uma hora em suas chamadas. Agora, as videoconferências em grupo podem durar até 24 horas, como no Workspace. “Ótimo para noites de cinema virtual e reuniões sociais à distância”, afirmaram.

Outras funções estão igualmente disponíveis. É o caso dos filtros de ruídos, o que ajuda a evitar “latidos de cães ou sons de construção”. E se você deseja eternizar uma conversa ou uma comemoração com amigos e família, também é possível gravar as chamadas para guardá-las diretamente no Drive.

“Desde manter contato com os entes queridos até aprender novas habilidades, as videochamadas se tornaram uma parte essencial de nossas vidas diárias”, anunciaram no blog da companhia. “Para ajudar os membros do Google One a permanecerem conectados, oferecemos recursos aprimorados de videochamada do Google Meet no Google Workspace.”

Google One Premium de 2 TB custa R$ 34,99 ao mês

O benefício, no entanto, não é gratuito. Para ter acesso aos novos recursos, é preciso assinar o Google One e optar pelo plano Premium, com 2 TB de armazenamento na nuvem, ou superior. A boa notícia é que os brasileiros também podem aproveitar a novidade, já que o recurso está disponível para o Brasil e outros países: Austrália, Canadá, Estados Unidos, Japão e México.

Confira os valores e alguns benefícios no Brasil:

BásicoPadrãoPremium
Armazenamento100 GB200 GB2 TB
Compartilhamentoaté 5 pessoasaté 5 pessoasaté 5 pessoas
Recursos extras no Fotos?simsimsim
Recursos premium do Workspace?nãonãosim
Preço (mensal)R$ 6,99R$ 9,99R$ 34,99
Preço (anual)‌R$ 69,99R$ 99,99R$ 349,99

Mas esse é só o começo. Ainda segundo a companhia, outras novidades chegarão aos assinantes no futuro: “Com o tempo, os membros do Google One terão acesso a recursos premium selecionados adicionais do Google Workspace — no Google Meet, Gmail e Agenda — e outros produtos do Google”.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Bruno Gall De Blasi

Bruno Gall De Blasi

Ex-autor

Bruno Gall De Blasi é jornalista e cobre tecnologia desde 2016. Sua paixão pelo assunto começou ainda na infância, quando descobriu "acidentalmente" que "FORMAT C:" apagava tudo. Antes de seguir carreira em comunicação, fez Ensino Médio Técnico em Mecatrônica com o sonho de virar engenheiro. Escreveu para o TechTudo e iHelpBR. No Tecnoblog, atuou como autor entre 2020 e 2023.

Canal Exclusivo

Relacionados