Apple revela iPhone 7 vermelho e dobra armazenamento do iPhone SE

Paulo Higa
Por
• Atualizado há 3 dias

A Apple anunciou duas novidades em sua linha de iPhones nesta terça-feira (21). Os iPhones 7 ganharam uma edição especial, na cor vermelha, enquanto o iPhone SE teve suas capacidades de memória dobradas: agora, ele está disponível em versões de 32 GB e 128 GB de armazenamento.

Os novos iPhones 7 trazem o mesmo hardware e design em alumínio, mas com finalização vermelha brilhante. Eles fazem parte da campanha Product Red, que direciona parte do dinheiro obtido nas vendas para o Fundo Global de Luta contra Aids, Tuberculose e Malária, que já recebeu US$ 130 milhões da Apple.

Assim como aconteceu com a cor preto brilhante, os iPhones vermelhos estão disponíveis somente em capacidades mais altas, de 128 GB e 256 GB. Eles poderão ser comprados pelos mesmos preços das outras cores: R$ 3.899 (128 GB) e R$ 4.299 (256 GB) no iPhone 7 e R$ 4.499 (128 GB e R$ 4.899 (256 GB) no iPhone 7 Plus.

O iPhone SE não morreu. Ele permanece com as características do modelo do ano passado, com carcaça de iPhone 5s e poder de processamento de iPhone 6s, mas recebeu upgrade de armazenamento: a versão de 32 GB sai por R$ 2.499, enquanto a de 128 GB custa R$ 2.899. Até então, esses valores eram cobrados nas versões de 16 GB e 64 GB, respectivamente.

Tanto os iPhones 7 vermelhos quanto o iPhone SE com memória dobrada poderão ser comprados no site da Apple a partir de 12h01 (horário de Brasília) desta sexta-feira (24) em mais de 40 países, incluindo o Brasil.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Paulo Higa

Paulo Higa

Ex-editor executivo

Paulo Higa é jornalista com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. No Tecnoblog, atuou como editor-executivo e head de operações entre 2012 e 2023. Viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. Foi coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados