Os bundles estão sendo alternativas para muitas empresas que desejam conquistar novos usuários. Recentemente, o Spotify se juntou ao Hulu para ser capaz de oferecer conteúdo em vídeo por um preço mais em conta.

Agora, uma união do tipo foi anunciada por duas concorrentes diretas: Netflix e Comcast. O acordo prevê a inclusão do serviço de streaming nos planos de TV por assinatura da Xfinity, de propriedade da operadora americana.

Assim, os clientes das duas empresas poderão realizar pagamentos unificados. A Comcast não detalhou os preços para quem optar pelo pacote, mas disse que a opção estará disponível tanto para clientes novos quanto antigos.

O objetivo das duas empresas é aumentar o número de assinantes. A Netflix tem conseguido manter seu crescimento e deverá aproveitar o acordo para tentar manter o viés de alta por mais tempo.

Para a empresa, a parceria poderá servir como uma forma de “quebrar o sistema” de dentro para fora. A plataforma poderá se tornar a primeira opção de muitos consumidores que decidirem abrir mão de seus pacotes de TV a cabo algum dia.

Já a Comcast ganha uma aliada na disputa contra outras operadoras de TV por assinatura, já que muitos usuários poderão escolher a empresa por conta da Netflix.

Vale lembrar que é o segundo acordo entre as duas empresas. Em 2016, elas se uniram para oferecer o app do serviço de streaming no X1, uma plataforma da Comcast que conta com canais de TV ao vivo, sob demanda e vídeos da internet.

Com informações: TechCrunch, Engadget.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Victor Hugo Silva

Victor Hugo Silva

Ex-autor

Victor Hugo Silva é formado em jornalismo, mas começou sua carreira em tecnologia como desenvolvedor front-end, fazendo programação de sites institucionais. Neste escopo, adquiriu conhecimento em HTML, CSS, PHP e MySQL. Como repórter, tem passagem pelo iG e pelo G1, o portal de notícias da Globo. No Tecnoblog, foi autor, escrevendo sobre eletrônicos, redes sociais e negócios, entre 2018 e 2021.

Canal Exclusivo

Relacionados