Spotify cresce e alcança a marca de 515 milhões de usuários

Plataforma de streaming de áudio continua ganhando mais usuários e assinantes; o crescimento supera a marca de 200 milhões de pagantes

Ricardo Syozi
Por
Spotify (Imagem: Pixabay / PhotoMIX-Company)

O Spotify divulgou o relatório financeiro para o primeiro trimestre de 2023 na manhã da terça-feira (25). A plataforma viu um aumento em quase todos os ambientes. Entre os destaques estão o crescimento de 22% nos usuários ativos e de 15% nos assinantes do serviço premium. Segundo a empresa, esse é o momento mais forte da marca desde que se tornou pública em 2018.

Depois de um último trimestre de 2022 bastante satisfatório para o Spotify, a companhia criou expectativas para mais três meses de crescimento da marca. No relatório divulgado em sua área de notícias, a empresa afirmou que seus indicadores de desempenho (KPIs) foram, em sua maioria, superados.

Primeiramente, a base de usuários ativos mensais (MAUs) aumentou em 22%, chegando na marca de 515 milhões de ouvintes. Para efeito de comparação, esse número se encontrava em 422 milhões no mesmo período do ano passado.

Além disso, o Spotify também viu uma ampliação dos assinantes do serviço premium da plataforma. Agora há 210 milhões de pagantes, 28 milhões a mais em comparação aos três primeiros meses de 2022. Ou seja, 15% de aumento ano a ano. De acordo com a companhia, essa melhora deve-se a regiões como a Europa e a América do Sul.

spotify relatório financeiro 2023
Spotify continua crescendo (Imagem: Divulgação / Spotify)

Novidades ajudaram na receita

A adição de novos usuários ativos tanto no modelo premium quanto no gratuito deve-se às novidades que o Spotify trouxe nesse começo de ano, segundo a marca. Há desde melhorias na interface a contratos de exclusividade com personalidades, como Markiplier.

No início de março, por exemplo, a empresa lançou um novo feed no aplicativo, que promete melhorar a experiência de sugestões para as pessoas. Há uma maior interação com os artistas a partir dessa tela inicial, conectando os fãs com os nomes que mais gostam.

Outro recurso que chegou foi a opção de você escolher playlists que não vão impactar suas recomendações. Com isso, o indivíduo consegue remover qualquer playlist de seu “Perfil de Gosto Musical”, que é baseado no que ele ouve e como o faz.

O rendimento total (total revenue) da plataforma cresceu 14% em comparação ao mesmo período em 2022, garantindo um crescimento de € 3 bilhões. Essa ampliação foi impulsionada por novos assinantes. Já a margem bruta viu um aumento de 25,2%, um número extremamente próximo do que foi visto nos três primeiros meses do ano passado.

Vale lembrar que o Spotify demitiu cerca de 600 funcionários em janeiro de 2023, cerca de 6% de sua força de trabalho global.

Receba mais sobre Spotify na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Ricardo Syozi

Ricardo Syozi

Repórter

Ricardo Syozi é jornalista apaixonado por tecnologia e especializado em games atuais e retrôs. Já escreveu para veículos como Nintendo World, WarpZone, MSN Jogos, Editora Europa e VGDB. Possui ampla experiência na cobertura de eventos, entrevistas, análises e produção de conteúdos no geral. Entrou para o Tecnoblog em 2021.

Relacionados