Star+, novo streaming da Disney, chega ao Brasil em 2021

Com produções “para maiores” e programação esportiva, o serviço ganhará um aplicativo dedicado na América Latina

Ana Marques
Por
• Atualizado há 7 meses
Disney anuncia chegada do Star+ no Brasil
Disney anuncia chegada do Star+ no Brasil (Imagem: Reprodução/Disney)

A Disney anunciou nesta quinta-feira (10) a chegada do Star+, seu novo serviço de streaming, ao Brasil. Destinado às produções “para maiores” da empresa, o Star+ terá um aplicativo dedicado, independente do Disney+. Entre os destaques da programação está a série de animação Os Simpsons.

O cenário na América Latina é diferente do programado para a Europa. Por lá – e também no Canadá e na Nova Zelândia –, os clientes terão acesso ao Star (sem “Plus”) por meio de uma aba dentro do app do Disney+, a partir de 23 de fevereiro, mediante a uma taxa extra na assinatura.

Aqui, o Star+ chega com um aplicativo totalmente separado, em junho de 2021. O serviço também terá um custo à parte, mas a empresa ainda não anunciou valores. Cabe lembrar que o Disney+ tem mensalidade de R$ 27,90 ou anual de R$ 279,90.

Os Simpsons e outros conteúdos “para maiores”

As primeiras informações sobre o lançamento do Star+ no Brasil começaram a circular em novembro, durante o período de divulgação da chegada do Disney+ no país.

Questionada sobre a presença de Os Simpsons no catálogo do serviço recém-anunciado, a gerente de estratégia e desenvolvimento de negócios da Disney no Brasil, Juliana Oliveira, afirmou que a série teria grande importância para um novo serviço da empresa no Brasil.

Além da animação, podemos esperar conteúdo do FX e da 20th Century, como American Horror Story e Logan. Os clientes do Star+ também terão acesso à programação de esportes ao vivo da ESPN.

Receba mais sobre Star+ (Star Plus) na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Ana Marques

Ana Marques

Gerente de Conteúdo

Ana Marques é jornalista e cobre o universo de eletrônicos de consumo desde 2016. Já participou de eventos nacionais e internacionais da indústria de tecnologia a convite de empresas como Samsung, Motorola, LG e Xiaomi. Analisou celulares, tablets, fones de ouvido, notebooks e wearables, entre outros dispositivos. Ana entrou no Tecnoblog em 2020, como repórter, foi editora-assistente de Notícias e, em 2022, passou a integrar o time de estratégia do site, como Gerente de Conteúdo. Escreveu a coluna "Vida Digital" no site da revista Seleções (Reader's Digest). Trabalhou no TechTudo e no hub de conteúdo do Zoom/Buscapé.

Canal Exclusivo

Relacionados