The Last of Us Part II: Naughty Dog detalha gameplay em vídeo

Desenvolvedora apresenta em vídeo alguns dos pontos principais da jogabilidade de The Last of Us Part II

Vivi Werneck
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
The-Last-Of-Us-Part-2

The Last of Us Part II chega no dia 19 de junho de 2020 e a Naughty Dog, estúdio responsável pela franquia, divulgou um vídeo explicando o que o jogador pode esperar do gameplay. Agora controlando Ellie, algumas adaptações precisaram ser feitas, em relação ao primeiro game, onde se controlava Joel a maior parte do tempo.

  • The Last of Us Part II: Sony lança trailer após vazamento de gameplay
  • The Last of Us ganhará série na HBO com criador de Chernobyl

O objetivo do gameplay de The Last of Us Part II, segundo a Naughty Dog, é te colocar na pele de Ellie e, para isso, eles explicam que a jovem (como já deve ter ficado bem claro) será diferente de se jogar de como foi com Joel.

Ellie, apesar de mais ágil, não conta com toda a força física de Joel (que também é bem maior), então muitas vezes o jogador deverá pensar na melhor estratégia em momentos de muitos inimigos: uma abordagem mais furtiva, simplesmente tentar escapar sem ser visto (usando a grama alta para se esconder) ou encarar todos de frente?

Ainda sobre a possibilidade de usar o posicionamento mais agachado a seu favor, os desenvolvedores explicam que Ellie não somente poderá se esconder e movimentar se arrastando pelo chão. Ela também poderá atacar de maneira furtiva, criar alguns equipamentos e munição ou mesmo alternar de locais: saindo da grama para embaixo de algum veículo, por exemplo.

Para dar mais opções de mobilidade à protagonista, os criadores também inseriram um botão de pulo a The Last of Us Part II. No primeiro game, você tinha a opção de escalar alguns obstáculos, mas não pular em si. Com esse novo recurso, Ellie terá mais opções de fuga ou mesmo de posicionamento para um ataque à longa distância, com um arco ou arma de fogo.

Mas… A inteligência artificial dos inimigos também ganhou upgrades, de acordo com o vídeo da Naughty Dog. Os adversários irão procurar por você se ouvirem barulho (inclusive embaixo de carros, móveis e qualquer lugar onde se possa esconder) e ainda chamar reforços.

The-Last-Of-Us-Part-2

Sai o “tanker” entra a “ranger”

Se você jogou o primeiro game, lembrará que a parte do gameplay em que se controla Ellie é quase que exclusivamente furtiva. E fazia muito sentido, já que ela era uma adolescente ainda bem infantil.

A ideia agora é ter um bom upgrade nisso, com a personagem mais experiente, o que – ainda segundo os desenvolvedores – dá a ela mais versatilidade e opções de combate. Usar a esquiva será muito importante para sobreviver por mais tempo, além de permitir contra-ataques.

Outro ponto que a Naughty Dog enfatiza é que eles querem que você, assim como Ellie, sinta o quão difícil será tomar algumas decisões (como se você já não tivesse sofrido o suficiente no primeiro jogo) e como elas irão te assombrar durante toda a história.

A ideia é fazer com que o jogador sinta a pressão do que é preciso fazer para sobreviver, como usar os recursos que encontrar, como gerenciar o uso dos equipamentos para não lhe faltar quando mais precisar e etc. Coisas que já se conhece do jogo anterior.

Buscar por itens para criar armas, remédios, munição e melhorias continuará sendo um dos pontos altos no quesito sobrevivência. Os criadores contam também que várias partes da história e momentos únicos também poderão ser encontrados durante a exploração, ou simplesmente você poderá passar despercebido por eles, se não for atento.

O gameplay de The Last of Us Part II (exclusivo do PS4) promete mais opções de combate e troca de estratégias do que no título anterior. Agora é ver como tudo isso vai se aplicar na prática. Sinceramente e, independente dos vazamentos, espero que a Naughty Dog entregue um bom jogo, envolvente e tenso – assim como foi o primeiro.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Vivi Werneck

Vivi Werneck

Ex-editora assistente

Vivi Werneck é especialista em games e trabalha no mundo tech há 15 anos. Em 2018, recebeu o Prêmio Comunique-se como melhor jornalista de tecnologia. Já escreveu para revistas de games pioneiras no Brasil, como EDGE, PlayStation Brasil e EGW. Também é veterana em eventos de jogos, como a BGS e E3 (inclusive, presencialmente). No Tecnoblog, foi editora-assistente entre 2018 e 2023.

Canal Exclusivo

Relacionados