Início / TB Responde / Finanças /

Como excluir ou fazer portabilidade de chaves do Pix

Cadastrou errado ou demais? Saiba como excluir ou fazer portabilidade das chaves do Pix, se quiser levá-las para outra conta

Por

As chaves do Pix começaram a ser cadastradas em 5 de outubro de 2020 e a disputa entre os bancos para ver quem fica com a melhor chave só começou: haja sorteios, pontos e outros prêmios que algumas instituições passaram a oferecer. Vale lembrar que nenhuma chave cadastrada é definitiva. Portanto, saiba como excluir ou fazer a portabilidade das suas chaves do Pix.

Pix (Imagem: Divulgação/Banco Central)

Pix (Imagem: Divulgação/Banco Central)

Por que a portabilidade das chaves do Pix?

Chaves do Pix são únicas e não podem ser vinculadas a mais de uma conta bancária. Dessa forma, se o CPF já está sendo usado como identificação para pagamentos e transferências em um banco, o mesmo documento não pode ser vinculado a outra instituição.

Aí que entra a portabilidade: o cliente pode solicitar a transferência da chave para outro banco, desde que confirme a propriedade do documento, telefone ou e-mail. Esse procedimento é importante para garantir liberdade aos usuários, caso alguém queira encerrar a conta ou deixar de usar determinado banco.

O Banco Central disse que monitora e supervisiona o processo de cadastro de chaves do Pix, para evitar irregularidades ou inscrições sem conscientização do cliente. No entanto, já houve relatos do Mercado Pago e Nubank terem cadastrado seus clientes sem autorização prévia.

Além da portabilidade, há a reivindicação de chave. É um procedimento parecido, mas ocorre quando alguém cadastra uma chave que pertence a um terceiro. Quando um usuário solicita a reivindicação de chave, aquele que cadastrou tem sete dias para comprovar a posse da chave.

Pix no aplicativo (Imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Pix no aplicativo (Imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

O que acontece se excluir uma chave?

Toda chave é cadastrada no DICT (Diretório de Identificadores de Contas Transacionais) do Banco Central. Ao excluir uma delas, ela simplesmente de estar registrada nesse banco de dados e vinculada a uma instituição bancária.

Para apagar uma chave

O processo para excluir uma chave do Pix é semelhante, seja qual for o banco ou fintech que esteja usando. Eu simulei as etapas em quatro bancos e um aplicativo de pagamentos e em todos esses casos, o caminho geral foi:

  1. Acessar o aplicativo do banco ou fintech em qual deseja excluir a chave;
  2. Selecionar a opção do Pix, para exibir a lista de chaves (normalmente fica na tela inicial ou na aba de configurações);
  3. Tocar no botão de menu ao lado da chave ou escolher a opção “selecionar” e em seguida tocar na chave;
  4. Tocar na opção de excluir.

É isso, sem truques ou opções escondidas.

Como fazer a portabilidade

Se quiser levar a chave para outra conta, é tão simples quanto cadastrar ou apagar:

  1. Vá para a opção do Pix, no app do banco ou fintech para o qual deseja levar a chave;
  2. Escolha a opção de cadastrar uma nova chave;
  3. Selecione a chave que deseja trazer e preencha as informações necessárias;
  4. Acesse o outro app do banco no qual a chave já está cadastrada e toque na opção da portabilidade que apareceu;
  5. Confirme a portabilidade.

Uma portabilidade pode demorar até 7 dias para ser confirmada. Esse é o prazo que o Banco Central dá para que essa troca seja confirmada entre as contas e efetivada nas instituições financeiras. Uma vez que a chave está no novo banco ou fintech, ela pode ser portada de novo para outra conta, se necessário.

Com informações: PicPay, Banco Central.