Como vender milhas na internet [Aéreas e Cartões]

Vender milhas é uma boa alternativa para quem tem pontos a vencer no cartão de crédito ou programa de milhagem; conheça 5 sites de compra e venda de milhas

Lucas Braga
Por

Vender milhas na internet pode ser uma boa estratégia para conseguir uma renda extra. Graças a algumas plataformas, é possível vender pontos do cartão de crédito ou de companhias aéreas em sites que intermediam a compra de passagens por outros consumidores.

Pessoa com mala de viagem no aeroporto (Foto: rawpixel.com/Pexels)
Pessoa com mala de viagem no aeroporto (Foto: rawpixel.com /Pexels)

5 sites para vender milhas e pontos

Se você já tem as milhas aéreas convertidas dos pontos do cartão (ou outro método), basta escolher um dos sites abaixo para vender as milhas.

1. MaxMilhas

Um dos sites mais completos para venda de milhas. Além dos programas nacionais, a MaxMilhas compra pontos de companhias estrangeiras como Air France, Delta, Emirates, TAP, United, entre outras.

2. HotMilhas

A HotMilhas é a plataforma de vendas do site 123 Milhas. A companhia compra pontos dos programas LATAM Pass, Smiles e TudoAzul.

3. ComproMilhas

A ComproMilhas é outra plataforma que intermedia a venda de milhas. O site compra de pontos do LATAM Pass, Smiles, TudoAzul e TAP Miles&Go.

4. BankMilhas

A BankMilhas intermedia a venda de pontos dos programas LATAM Pass, Smiles, TudoAzul e TAP Miles&Go.

5. Cash Milhas

Assim como a Max Milhas, a CashMilhas permite a venda de milhas de diversas companhias aéreas nacionais e internacionais.

Como vender milhas do cartão de crédito

Para vender pontos acumulados com cartão de crédito é necessário, em primeiro lugar, transferi-los do banco para o programa de fidelidade da companhia aérea.

Vários bancos permitem a transferência de pontos diretamente do site ou do app, como Iupp (Itaú), Esfera (Santander) ou Livelo (BB, Bradesco, BTG, entre outros). Algumas instituições exigem que o cliente ligue na central de atendimento e solicitar a migração a um atendente.

Pessoa fazendo compra em um notebook segurando um cartão. Imagem: cottonbro/Pexels
Pessoa fazendo compra em um notebook segurando um cartão. Imagem: cottonbro/Pexels

Para conseguir vender as milhas, você deverá transferir os pontos para os programas das companhias aéreas. Os mais populares são Smiles (da Gol), TudoAzul (da Azul) e LATAM Pass (da LATAM).

Uma dica: transfira as milhas do cartão de crédito apenas em períodos com promoções de bonificação. Em alguns casos é possível até mesmo dobrar a quantidade de pontos.

Posso comprar milhas aéreas?

Sim. Os programas de fidelidade costumam vender pacotes com milhas aéreas, mas o valor costuma ser alto e normalmente não vale a pena, especialmente considerando a revenda. Esse é um recurso que pode ser útil caso você queira fazer um resgate mas faltam pouquíssimos pontos.

Como gerar milhas aéreas?

É possível gerar milhas de diferentes formas. Veja algumas:

Viajando de avião

A maior parte das passagens de avião acumulam milhas, e a quantidade varia conforme a distância do voo e a tarifa do bilhete original.

Sendo assim, certifique-se de se cadastrar no programa de fidelidade da companhia aérea e coloque o número identificador no momento da compra ou durante o check-in.

Se você já voou e esqueceu dessa etapa, não desista: vá até o site do programa de fidelidade e solicite os pontos dos trechos concluídos. Será necessário informar alguns dados que estão presentes no cartão de embarque.

Comprando com o cartão de crédito

Existem vários cartões de crédito no mercado que oferecem programa de milhagem. Alguns deles já pontuam direto nos programas da companhia aérea (TudoAzul Itaucard, por exemplo), enquanto outros acumulam num programa da própria instituição financeira (vários cartões do Bradesco pontuam no Livelo, por exemplo).

A quantidade de milhas geradas depende de quanto foram os seus gastos e quanto seu cartão pontua. Normalmente a conversão é feita por dólar gasto; verifique com a operadora do seu cartão de crédito como funciona o programa de pontuação.

Comprando em lojas parceiras

Vários programas de fidelidade possuem parcerias com lojas e serviços, e essa é mais uma forma de acumular pontos. Se atente para isso nas próximas compras online, pois as oportunidades podem ser boas.

É importante observar que existem diferentes parcerias: algumas lojas têm convênio direto com os programas das companhias aéreas (TudoAzul, Smiles e LATAM Pass), enquanto outras acumulam nos programas dos cartões de crédito (Livelo, Itaú Iupp, Santander Esfera, etc.).

Por que vender milhas?

Existem vários motivos para vender milhas aéreas. Uma das principais vantagens é conseguir algum tipo de retorno com pontos que irão expirar.

Os programas de fidelidade também oferecem a troca de pontos por produtos e serviços. Essa poderia ser uma boa destinação para milhas que devem expirar, mas normalmente não vale a pena: quase sempre o preço obtido com as vendas é maior.

Pessoa aguardando voo na sala de embarque
Milhas podem ser resgatadas em passagens aéreas (Imagem: Jeshoots / Unsplash)

Por fim, vender milhas também pode ser vantajoso para quem acumulou pontos em um determinado programa de fidelidade que não oferece boas opções de voo em comparação com a concorrência. Sendo assim, dá pra pegar o dinheiro de volta e comprar a passagem com a companhia aérea de sua preferência.

As milhas vendidas irão para outra pessoa que busca uma passagem aérea. Alguns sites fazem o intermédio entre comprador e vendedor, o que facilita bastante todo o processo.