algoritmo

Como funciona o Powering Tinder — o algoritmo por trás dos matches

09/05 às 16h40 por

Como todo aplicativo, o Tinder funciona à base de algoritmos para obter melhores resultados e proporcionar mais matches aos usuários. A empresa deu mais detalhes sobre quais fatores são considerados para listar os perfis e o que é a Pontuação Elo. Tudo que você precisa saber sobre o Facebook Dating Como desativar ou excluir uma conta do Tinder (definitivamente)

Tecnocast 058 – Viciados em Likes

03/02/2017 às 00h47 por

O algoritmo do Facebook é capaz de diferenciar posts negativos e positivos. Também consegue entender como as pessoas reagem a essas publicações, mas não dá pra dizer que ele se importa muito com isso. Na verdade, entender o que as pessoas sentem é importante, mas por outro motivo: aumentar o tempo de retenção. Lá dentro, somos como ratos em um laboratório virtual, sendo testados, observados e alimentado

Algoritmo que descobre “bêbados” mostra quão revelador um simples tweet pode ser

18/03/2016 às 14h04 por

Um tweet tem até 140 caracteres. Essa característica sugere que o Twitter possui algo de inofensivo: tirando o teor de cada mensagem, o que as postagens no serviço podem revelar sobre os usuários? Bom, muito mais do que você imagina. Pelo menos é o que indica um algoritmo desenvolvido na Universidade de Rochester que analisa tweets para descobrir se os seus autores estão sob efeito de álcool. Criar um sistema para

Adeus, memes: novo algoritmo privilegia páginas de “alta qualidade” no News Feed do Facebook

23/08/2013 às 19h41 por

Em mais uma manobra para priorizar o conteúdo considerado relevante e diminuir a zoeira, o Facebook virou a mira para páginas de humor e de memes em geral. Ou melhor, as tirou do holofote com um novo algoritmo que ajuda a "organizar" o News Feed. Para desenvolvê-lo, o FB pediu que um grupo de pessoas respondesse algumas perguntas em relação ao conteúdo que viam na rede social. Por exemplo, "você confia na fonte desta informação?", "você a compartilharia ou recomendaria a outras pessoas?", "você realmente se interessa pelo assunto ou ele

Reviews “comprados” têm algumas coisas em comum

27/08/2012 às 17h36 por

Era da colaboração. Cada consumidor e usuário pode ajudar a construir o conhecimento coletivo a partir de simples análises em sites como Yelp ou Trip Advisor. Já que o acesso está aberto para qualquer, companhias também podem pagar pessoas para que escrevam análises majoritariamente positivas sobre produtos e serviços oferecidos por elas. Trata-se do spam de opinião, assunto alvo de uma pesquisa nos Estados Unidos para identificar quais são as características em comum dos reviews "pagos". De acordo com informações levantadas pelo blog

Algoritmo criado no MIT detecta sorrisos falsos

29/05/2012 às 16h40 por

Pesquisa desenvolvida por cientistas do renomado MIT, o Massachusetts Institute of Technology, mostra que os computadores têm a capacidade de detectar sorrisos falsos se estiverem devidamente programados para tal. Os pesquisadores desenvolveram um algoritmo que determina se um sorriso numa foto é verdadeiro ou se foi uma demonstração falsa de afetividade e simpatia. Para tristeza dessa moçada que vive dando sorrisos por aí enquanto pensa justamente o contrário. Primeiro de tudo, os pesquisadores conduziram um teste com pessoas que foram ao laboratório p

MIT apresenta novo algoritmo 10x mais rápido que o FFT atual

19/01/2012 às 17h40 por

No começo dessa semana o MIT apresentou durante simpósio um novo algoritmo capaz de amplificar e melhorar substancialmente o desempenho prático da FFT. FFT, ou Fast Fourier Transform, é o algoritmo mais prevalente em todas as ciências da comunicação e tem sido empregado sem descanso em quase tudo o que conhecemos desde quando foi composto, em meados dos anos 1960. Sem ele não seria possível, por exemplo, converter informações como notas musicais e outros dados puros na forma de uma representação matemática

Google revê algoritmo para adicionar ingrediente “frescor”

07/11/2011 às 11h52 por

Em meio a tantas notícias na semana passada, quase que essa passa despercebida. Mas vamos lá: o Google informou que está modificando seu algoritmo de busca para apresentar resultados de pesquisa de uma maneira um tanto quanto diferente. Chegou a hora de adicionar mais frescor às centenas de atributos que fazem uma página aparecer mais em cima ou mais embaixo numa página de resultados. O Google disse o óbvio ao afirmar que a informação nos dias de hoje se movimenta numa velocidade muito rápida. Seguindo aquela