orelhão

Artigos de orelhão

10 curiosidades sobre o Orelhão no Brasil

às 11h38 por

Se você nasceu nos anos 2000, talvez não entenda a nostalgia que é encontrar um telefone público, ou mais precisamente, um Orelhão pelo caminho. Comprar fichas ou cartões telefônicos, esperar na fila pra passar trotes ligar. Proteger-se daquela chuva de Verão. Confira 10 curiosidades sobre o Orelhão no Brasil. Como ter dois What

Vivo e Oi poderão reduzir investimento em orelhões para melhorar 4G

às 14h38 por

Qual foi a última vez que você usou (ou mesmo viu) um orelhão? Eles estão em desuso por conta da popularização do celular, mas as operadoras Oi e Vivo são obrigadas a efetuar manutenções para manter os telefones públicos funcionando. Uma nova lei poderá realocar esses recursos para a expansão de rede 4G. Anatel mantém ligações gratuitas nos orelhões da Oi em 11 estados Qual operadora t

Orelhões ainda existem e você pode usá-los gratuitamente em 15 estados

às 08h52 por

A popularização da telefonia móvel junto com o elevado custo de manutenção dos orelhões fez com vários deles sumissem das ruas, mas uma fiscalização da Anatel identificou que indicadores de disponibilidade não foram atingidos, e a agência obrigou a Oi a oferecer ligações gratuitas em 15 estados. A medida está em vigor desde 1º de outubro e é válida até 30 de março de 2018. As chamadas são gratuitas apenas

Você pode fazer chamadas gratuitas em orelhões de 15 estados brasileiros

às 17h03 por

Por determinação da Anatel, a Oi foi obrigada a oferecer ligações gratuitas nos orelhões de 15 estados. A medida imposta pela agência é uma espécie de punição pelo fato da operadora descumprir os patamares mínimos de disponibilidade do telefone público. Nos estados de Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Sergipe, a Oi não atingiu os patamares mínimos de qualidade dos telefones públicos. Dois parâmetros são adotados para a medição: disponibilidade no

Anatel quer aposentar o cartão telefônico e transformar orelhões em hotspots Wi-Fi

às 19h38 por

Primeiro vieram as fichas metálicas, depois veio o cartão indutivo. Agora a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) começa a pensar na próxima forma de pagamento adotada nos orelhões, como são chamados os telefones públicos mantidos pelas operadoras -- por força de lei, devo acrescentar. Uma proposta apresentada pela agência nessa sexta-feira (29) tenta flexibilizar o uso dos cartões indutivos e outras medidas para revitalizar os orelhões. Relatório assinado pela conselheira Emília Ribeiro mostra o decréscimo em uso de créditos, chamadas