Vault 7

Artigos de Vault 7

A CIA tem um kit de software para hackear roteadores

às 10h51 por

A Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos (CIA) usa tudo o que pode para praticar espionagem, inclusive as redes Wi-Fi dos nossos lares. É o que aponta a mais recente etapa de vazamentos do programa Vault 7. Nela, a Wikileaks relata que a entidade instalava um software de nome Cherry Blossom em diversos modelos de roteadores para interceptar dados.

Apple diz que corrigiu falhas antigas reportadas pela Wikileaks

às 12h24 por

Complementando os quase 9 mil documentos vazados na primeira fase do projeto Vault 7, a Wikileaks divulgou na quinta-feira (23) um conjunto de registros que mostram como a CIA conseguiu hackear dispositivos baseados no iOS e no macOS. Mas a Apple garante: as brechas relatadas são antigas e, portanto, foram corrigidas há tempos.

Wikileaks impõe condições para compartilhar falhas de segurança com Google e outras empresas

às 15h41 por

Os quase 9 mil documentos vazados pela Wikileaks na primeira etapa do projeto Vault 7 revelaram que o governo dos Estados Unidos faz espionagem explorando vulnerabilidades em várias plataformas, incluindo iOS e Android. Mas se Apple, Google e outras empresas quiserem saber mais sobre esses problemas, vão ter que negociar: a Wikileaks está fazendo várias exigências para liberar detalhes técnicos das falhas. Após o vazamento, a organização prometeu enviar os dados às empresas envolvidas. Só que não seria tã

Apple já consertou algumas falhas de segurança expostas no vazamento da CIA

às 13h12 por

Nesta terça-feira (7), o Wikileaks soltou uma bomba com quase 9 mil documentos da CIA, a Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos, que continham informações secretas sobre programas de espionagem. Os agentes conseguiam grampear conversas e interceptar mensagens enviadas pelo WhatsApp, por exemplo, por meio de vulnerabilidades exploradas no Android e iOS.

Novo vazamento da Wikileaks mostra o enorme poder de espionagem da CIA

às 16h23 por

A Wikileaks continua fazendo aquilo que é a razão da sua existência: vazar documentos sigilosos. Mas, desta vez, o trabalho atingiu um recorde, digamos assim. Quase 9 mil documentos ligados a programas de espionagem de serviços de inteligência dos Estados Unidos, com destaque para a CIA, agora podem ser acessados por qualquer pessoa. O vazamento ganhou até um nome pomposo: Vault 7. Para ser preciso, são 8.761 documentos que fazem parte apenas da primeira leva, chamada de Year Zero. A Wikileaks pretende fazer outros sete gra