Ir para o conteúdo.

Início » Comportamento » Cyberbullying leva adolescente de 15 anos ao suicídio

Amanda Todd, uma menina canadense de 15 anos, vem causando comoção na internet – em especial no país natal e nos Estados Unidos. Ela se suicidou na semana passada, precisamente na quarta-feira (10), depois de longos anos sofrendo o chamado cyberbullying por meio da rede mundial de computadores.

A adolescente fez um vídeo, publicado por meio da plataforma YouTube, em que relata sua história de bullying e de depressão que sofria na escola e na internet. Sem mostrar o rosto, Amanda chamou a atenção para essa importante questão que de vez em quando sai de evidência para logo em seguida voltar à agenda da sociedade. Infelizmente, por vezes motivada por eventos trágicos como o suicídio de Amanda.

Reportagem da BBC de Londres conta que Amanda virou vítima de bullying desde os 12 anos, quando mostrou os seios em um chat. Em seguida, a imagem do topless apareceu numa página de Facebook. Ela mudou de escola, mas o assédio permaneceu. Amanda bebeu água sanitária e se entregou ao álcool, drogas e antidepressivos. Nada adiantou.

O vídeo no YouTube datado de setembro deste ano mostra o desespero da menina. Ela relata se sentir sozinha, sem ninguém. Amanda recebeu mensagens de apoio pelo site de vídeos do Google, mas também houve gente postando comentários de ódio em resposta ao conteúdo publicado por ela.


Assista ao vídeo no YouTube

Uma página no Facebook em homenagem a Amanda tem mais de 900 mil fãs. Na descrição lemos: “ÓDIO NÃO É ACEITO”, assim mesmo, em caixa alta.

A mãe dela, Carol Todd, disse a um jornal de Vancouver, no Canadá, que um dos objetivos de Amanda era propagar sua mensagem. “Eu perdi uma filha, mas sei que seu desejo era que a história salvasse mil mais.”

Atualmente a polícia canadense investiga as circunstâncias da morte de Amanda. Receberam mais de 400 pistas e há um grupo de 20 a 25 policiais dedicados ao caso.

O coletivo Anonymous diz ter identificado o responsável pelo constante bullying contra a menina: um homem de 30 anos residente em New Westminster, no Canadá. A informação foi publicada no Pastebin.

Eis aí mais uma prova de que a internet abre tantas experiências positivas, mas também pode levar a fins terríveis como o de Amanda. Claro que a internet, como ferramenta que é, não tem culpa – ela não age sozinha. Culpa têm as pessoas que se dedicam a propagar o ódio com mensagens de intolerância nos mais variados sites. Foi no YouTube e no Facebook, mas poderia ser em qualquer lugar. Infelizmente.

Atualização em 17/10/2012 às 9h25 – O texto original citava um posicionamento do fórum 4chan acerca do assunto. Entretanto, depois verificamos que não há como confirmar que aquela posição seja realmente do 4chan e o parágrafo foi removido.

90 Comentários (Deixe o seu!)

  • Elton V. Silva
    118c

    Agora, todos os que colaboraram com a morte dela compartilham da culpa de sangue!

  • Raphael Ddl Oliveira
    13c

    Vamos ver se entendi: Ela mostra os peitos na cam aos 12 anos (mamilos, pois peitos eu duvido que tinha algo).
    O povo faz bullying. Ao invés dela aceitar o fato que ela mesmo gerou, ela não conversa com os pais (medo de repreensão talvez), fica com depressão e se mata.

    Podem me achar sem coração ou o que for mas, eu não tenho dó na moral..

    • Ramon Gonçalves
      14c

      Não é questão de ser sem coração, é questão de ser intolerante. Ela pode ter feito uma bobagem, talvez coisa de criança. Mas segunda chance existe, né? E não são todas as pessoas que conseguem assimilar erros da maneira qeu você, talvez, consiga. As vezes pra ela não era tão simples assim conversar com os pais. São vários fatores.

      Suicídio é burrice, mas existem pessoas que simplesmente não suportam a pressão. Podem realmente ser fracas, mas depressão não é algo que se controla.

      enfim, também não tenho “dó”, mas do jeito que você falou deu a impressão que foi “bem feito”. As vezes entendi errado.

    • Kessler
      1724c

      “Cyberbullying” é só um bode expiatório nessa história. A tragédia aqui é que essa menina não teve apoio decente da família e precisava tanto chamar atenção que fez um vídeo anunciando que ia se matar.

      É claro que todo mundo vai achar o culpado mais cômodo, que é a internet, a “intolerância”, etc.

      • Scheldon Fernandes de Oliveira
        4c

        Isso meu caro é a doença do século XXI, falta de qualquer senso de responsabilidade/culhão

    • Yuri Costa
      11c

      A garota erra e merece ser malhada por isso? Tu não conhece a vida dela, seu cotidiano, o dia-a-dia e tudo o que ela sofreu. Tenho dó, mas é de vc por ser tão ignorante.

      • Vitor
        365c

        Olha só, não acho que ela devia ter se matado. Não importa o motivo. Além disso com 12 anos, já se sabe o que é certo e o que não é. Claro que eu não queria que ela sofresse, nem acho que foi ‘bem feito’. Foi uma grande tragédia, mas também ela não estava certinha não.

      • pryderi
        133c

        Vc tb não a conhece e não tem motivo para tomar partido. Ao meu ver ela quis aparecer, ou não postava video no YT. Eu não sou obrigado a ter dó dela nem de vc nem de ninguém. Todo mundo é bobinho, honestinho e bonzinho na Internet. Pq na hora de mostrar os peitos soube (e aposto que não foi só os peitos). Então, vamos baixar a bola do coitadismo.

    • Allan Sendas
      1c

      Isso ta mais pra culpa dos pais dela isso sim, entre os 12 – 15 anos ela se mostrou na webcam, fez sexo com um cara que tinha namorada, se drogou, virou alcoólatra, tentou se matar diversas vezes com direito a mais fotos na internet…
      Ela tinha depressão sim, mas acima de tudo ela estava desesperada por atenção e a atenção que ela teve não foi do tipo que ela esperava, a morte dela não é culpa do Bullying, é culpa dos país relapsos e irresponsáveis.

    • paulacmb
      1c

      Aceitar o fato? Hum, então vamos pensar… você faz alguma coisa idiota (todo mundo faz, ou você nunca?) quando é praticamente criança, e todo mundo ao seu redor faz você “pagar por isso” anos a fio. Aí você não tem amigos, apanha, troca de escola e de cidade várias vezes. Mas DE BOA, você procurou por isso! Né?
      .

    • Guilherme macedo
      876c

      Na moral.. Concordo com você totalmente…
      Eu posso até estar parecendo intolerante ou qualquer outro adjetivo, mas quando eu tinha 12 anos, se você fazia merda, você apanhava e ficava tudo certo… Não tinha depressão, bullying, nem ninguém se matava atoa… Quando eu estava no ensino médio, uma menina tirou umas fotos nuas pro namorado, que mostrou pra escola toda… Ela não mudou de escola, não ficou com depressão, e mais importante. Não se matou.. Hoje é muito fácil colocar culpa no bullying, mas cadê os pais dela que permitiram que ela se matasse? O que eu quero dizer não é que se ela apanhasse iria resolver(Na minha família resolveria), mas sim que os pais é que devem estar educando ela seja lá de que forma seja e eles percebendo a depressão evidente, deveriam ter um controle sobre dela e não deixar ela a vontade pra poder se matar.. Uma coisa é uma pessoa que do nada se mata e outra é uma menina com depressão e histórico de tentativas de suicídio. Deixaram ela ver qual maneira de se matar era melhor e deu no que deu. Era pra ter internado essa menina na 1ª tentativa.. Não precisa ser rico não pra poder internar uma pessoa que tenta se matar… E mesmo que a família não conseguisse internar, na minha opinião era pra ter amarrado ela na cama se fosse necessário.. A proteção da vida dela era a coisa mais importante..
      Enfim… Foi uma tragédia, a depressão pode até ser culpa do bullying, mas a família é que deve ser culpada pelo suicídio dela, porque a menina não era independente, portanto os pais dela é que deveriam não ter permitido que ela se matasse…

      • Raphael Ddl Oliveira
        13c

        ” Eu posso até estar parecendo intolerante ou qualquer outro adjetivo, mas quando eu tinha 12 anos, se você fazia merda, você apanhava e ficava tudo certo… Não tinha depressão, bullying, nem ninguém se matava atoa…”

        Perfeito. Exatamente o que acontecia.

        Historia pessoal minha: Eu sempre fui gordo e ia mal nas matérias do colégio por ficar desenhando na aula. Não era bom em nenhum esporte, exceto TaeKwon-Do que eu praticava todo dia. Todos me zoavam, alguns me batiam, fiquei triste (e todo roxo) diversas vezes. Ainda sim tinha amigos, me divertia e estou muito bem hoje. Talvez esteje de boa pois comecei a bater de volta (eu nao batia de volta mas um dia meu pai falou que podia) e pararam de me bater :D

        @pryderi “Ao meu ver ela quis aparecer, ou não postava video no YT. Eu não sou obrigado a ter dó dela nem de vc nem de ninguém. Todo mundo é bobinho, honestinho e bonzinho na Internet. Pq na hora de mostrar os peitos soube (e aposto que não foi só os peitos). Então, vamos baixar a bola do coitadismo.”

        Exato. Ela era Attention Whore e não conseguiu atenção do jeito que ela esperava.

  • Blek Zarioky
    2c

    Só pra constar, o 4chan é um fórum anônimo e não se manifestou. Isso aí é uma página do Facebook que não tem nenhuma relação direta, só usa o nome do fórum em questão e posta conteúdo que aparece por lá. Quem se manifestou foi o dono da página.

  • Edmilson
    283c

    O estranho é que tanta gente mostra os peitos, homens(gordos… peitinhoo \o/) e mulheres, é zuado, é ofendido, é alvo de brincadeiras e assédios e nem por isso todos se matam, são erros cometidos na vida, todos cometemos erros e temos que conviver com as consequências, a vida não acaba por isso. Só os casos que aparece no jornal de gente transando na escola e caindo na net já teria uma vasta lista de suicídios, ela não soube/não quis lidar com o problema, não teve apoio psicológico para entender os resultados do que fez e resolveu se matar, a diferença entre ela e outras é que ela teve a coragem para fazer e o azar de ter dado certo.
    PS: Ainda não entendo o por que deste tipo de discurso de ódio contra quem mostra os peitos, são lindos! Eu sou um grande apreciador deles.

  • Leonardo Lima
    1c

    Eu penso que a parte mais importante do manifesto do 4chan é esta:

    “You people who are giving her sympathy and pity should all be ashamed of yourselves. Instead of giving pity to a girl who already commited suicide, how about you talk to that lonely kid at lunch? Yea, the one who sits all alone in the corner. But no, you’d rather sit with your friends and then come home and get on facebook and say shit like ‘Oh, how come no one helped poor Amanda, she’s so pretty, why did she have to die’. FUCK YOU! Go crawl back in your shell of safety while the ones who really need help are only an arms length away.”

    E não sobre o que a menina fazia enquanto viva.

    • YanGM
      1c

      Uma das melhores merdas ditas pelo 4chan.

    • Vinícius
      1602c

      A pura verdade!

    • Scheldon Fernandes de Oliveira
      4c

      Muitos vão ficar modidinhos com essa do 4chan, afinal a verdade não anda muito bem vista nos dias de hoje.

      • Vinícius
        1602c

        A verdade é que quando vc não faz, não se incomoda.. É algo do tipo “não fede nem cheira” , mas quandom se identifica com o que falam, ai ficam com raivinha, incomodados porque sabem que é verdade!

  • YanGM
    1c

    Perai, eu vi um botão edit?

    • YanGM
      1c

      Vi sim, e aqui vai o screenshot para provar minha insanidade:
      http://i.imgur.com/k5YWR.png

      • Elton V. Silva
        118c

        Era.

      • Raphael Ddl Oliveira
        13c

        Manhê, tô na screenshot \o/

  • Rafael Sordi
    3c

    Meus caros…
    Apesar dela mostrar os peitos, era uma criança….
    Não é questão de ser “sem coração”… É questão de humanidade….
    As pessoas reagem de forma diferente… em qualquer situação… ainda mais nessa idade…
    É por isso que, apesar da sociedade “permitir” menininhas sem calcinha em bailes funk, ainda é pedofilia, perante a lei, se algum maior bulinar uma dessas…

  • Marcelo Mendes da Silva
    1c

    É Raphael, dizem que pimenta nos olhos dos outros é refresco. Eu espero nunca precisar da sua compaixão. Vc tem razão, ela mostrou os peitos na cam, ela mesmo causou tudo isso. Mas será que vc nunca errou na sua vida? E Será que o fato de vc já ter errado, significa que devam te humilhar por isso? Eu penso da seguinte forma, errar todos nós erramos, só que ela teve o azar de errar com uma pessoa de má índole que utilizou-se das imagens dela para defamá-la. Não estou defendendo a atitude dela de ter tirado a própria vida, mas quem somos nós para nos dar o direito de não ter compaixão se muitas vezes cometemos delitos piores do que o que ela cometeu e nem por isso temos o fim que ela teve. É lamentável a situação em que anda os corações das pessoas no mundo. Pois eu manifesto aqui minha compaixão a essa garota linda que por um deslize que ela teve na vida, sofreu toda essa repressão que a levou ao desespero de tirar a própria vida, e principalmente à sua mãe que perdeu o mais precioso bem que ela tinha na vida!

    • Raphael Ddl Oliveira
      13c

      Desculpe aí mas eu passei por situação parecida com a dela (tirando o fato que não apareci pelado, mas sofria “bullying” em qualquer lugar só por ser gordo), apanhava na escola e ainda sim estou aqui, firme forte. E melhor que muitos deles, que estão se ferrando na vida e estou chorando de rir. Leia mais acima uma resposta minha, tem um mini-resumo. Mas eu pelo era feliz no ambiente familiar. E tem aquela teoria de que o ambiente faz a pessoa, e eu concordo.

      Anyways, por eu ter passado por situção similar e passei por cima disso, vejo com maus olhos essas crianças de hoje que se drogam, bebem álcool e principalmente, se matam. Se elas próprias não tiveram “compaixão” consigo, por quê EU terei?

      ps.: By the way, poucos tiveram “compaixão” por mim na época da escola.

  • Lekkerding
    2c

    O Tecnoblog perdeu credibilidade ao divulgar isso sem ter os fatos (ou ao menos um tradutor simultâneo).

    O 4chan – que como o Anonymous, não tem rosto; mas de alguma forma, o Anonymous divulgando dados de alguém tem credibilidade, e o 4chan, por protestar, é “complicado” – emitiu nota dizendo que há fatos discrepantes na história. O primeiro fato discrepante é a IDADE de Amanda Todd na famigerada foto – vocês dizem que ela tinha 12, mas o /b/ apura que ela tinha 15 anos. O terceiro fato discrepante é a vida afetiva de Amanda, que era bem movimentada. O quarto fato discrepante é que na escola, Amanda teve problemas por algo não relacionado a cyberbullying; ela teve um caso com o namorado de uma menina. O quinto fato discrepante: o cara sendo acusado de cyberbullying falou com Amanda UMA VEZ, e não por anos seguidos, como dizem.

    O 4chan pede para que as pessoas parem com a “herd mentality” e não fiquem se lamentando pela “tragédia” de Amanda sem ter os fatos, e comecem a evitar coisas assim de verdade sendo mais solidárias umas com as outras.

    Mas esse apelo do 4chan acaba soterrado quando notícias aleatórias são divulgadas assim, e sequer contam direito a versão deles.

    Em tempo: Amanda Todd era membro do 4chan. Eles sabem bem mais sobre ela que o Anonymous. E ainda assim, são eles que não possuem “credibilidade”. HAR HAR.

    • Caro leitor, o título do texto deixa bem claro que Amanda Todd tinha 15 anos quando cometeu o suicídio. Basta ler para compreender.

      Quanto aos demais “fatos discrepantes”, não há nenhuma fonte considerada por nós fidedigna que comprove essas informações. Uma página supostamente atribuída ao 4chan, mas que não temos como verificar a autenticidade, levanta estes pontos sem apresentar provas. Obrigado por apresentar este contraponto. Inicialmente adicionamos este detalhe ao texto, mas depois decidimos por suprimi-lo, já que não há como comprovar.

      Vamos aguardar o avanço das investigações policiais. Aí sim teremos provas concretas de como era a vida de Amanda Todd além do que a menina expôs no YouTube.

      • Rafael
        85c

        No vídeo ela conta a história… Teve primeiro sim o fato de ter mostrado os seios, depois ela ficou com um cara que tinha namorada e a história piorou, poderia ser adicionado isso ao texto… E ela se mudou várias e várias vezes, como mostra no vídeo…

  • Luan Borges
    7c

    Difícil dizer quem tá certo e quem tá errado. Ao meu ver, o erro está tanto nos que fizeram o bullying, como nela que se expôs, da escola (entenda-se escola como corpo docente), que não tentou impedir, e até dos pais, que não perceberam a mudança de comportamento da filha.

    O maior dilema é: quando termina a brincadeira e quando começa o bullying pesado? Como proteger um jovem de bullying, sem que o mime demais? Pois o bullying pode ser saudável para o amadurecimento de uma pessoa, mas sempre quando se há uma família estruturada, uma escola capaz e, se for o caso, um acompanhamento psicológico.

    É um caso sério, delicado, e deve servir de exemplo. Deve-se ter um debate desse nível nas escolas, com pais e alunos, para que não aconteçam mais suicídios, e nem assassinatos em massa, como houve ano passado aqui em Realengo.

  • Sebastião Neto
    1c

    Eu concordo que ela não teve muito juízo, mas temos que perceber que isso pode ter base na educação que recebeu/no meio em que cresceu, até porque uma garota de 12 anos começou a ter mais consciência das coisas agora, então não se importar com isso, não ter nenhum tipo de pena por essas pessoas e até mesmo achar que ela fez por merecer é falta de reflexão/consciência.

    Também não é porque outras pessoas também se suicidaram por causa do bullying que temos que não nos importar com a morte dela como se tivéssemos que ser frios com ela como com os outros, então vamos ser frios com todo e qualquer problema e/ou toda e qualquer pessoa com algum tipo de problema. Apesar de ela ter errado e de ter uma mente “fraca” as pessoas não deveriam ter maltratado tanto ela (vejam no vídeo) e, sim, sua morte é lamentável. Tenhamos mais compaixão para com os outros…

  • Alisson
    8c

    Será que ter problemas familiares ou ter dormido com vários homens tiram o “mérito” do cyberbullying como provável causa do suicídio?

  • Ananda Zanini
    1c

    é, realmente, ela é fraca e é super ótimo e compreensível as pessoas praticarem bullying, perseguirem e detonarem com ela…afinal de contas, onde ja se viu ela fazer oq fez, não é mesmo?

    ¬¬
    plmdds, não consigo entender isso, essa atitude das pessoas, mas infelizmente eu nem me surpreendo mais

    hj em dia ama-se mt seus smartphones, tablets, ipods, e as pessoas é que vão pro lixo.

    • Bruno Silva
      80c

      Nada justifica o bullying, e nada justifica se matar também.

      Ambos estão errados, mas ninguém matou ela, ela se matou, seja qual for o motivador, se ninguém pos uma arma na cabeça dela a culpa é só dela e de quem é responsável por ela.

      Sinto pena, acho um absurdo o nível que chegou o bullying com a internet, mas ainda sim é só culpa dela.

  • Wagner Lanzelotti Filho
    11c

    Você acha que ela deveria aceitar ser perseguida por uma atitude errada que cometeu na vida (ainda mais sendo jovem) que, inclusive, se arrepende de tê-la feito? Acho que não entendeu o real problema desse caso.

  • Fabio
    106c

    Para algumas pessoas, a Internet basicamente promove sensações auto-destrutivas… estive reparando que alguns amigos meus, de tanto ficarem online, se esqueceram de que tem “sentimentos”, os quais precisam ser demonstrados por alguém do mundo real, não por uma pessoa na tela de um dispositivo.

    O drama dessa garota começou justamente por conta dela, acredito por sua deficiência em saber se comunicar, e sobretudo por negligência dos próprios pais em prezar por manter a filha longe deste mundo insano que as vezes é a internet…. a liberdade da WWW para os jovens precisa ser contida, ou pelo menos salientada desde cedo nas escolas e universidades!!! O caso é isolado, mas nada impede que se generalize…. além disso, imagine quantas pessoas dos quase 3 bilhões de internautas não sofrem cyberbullying todos os dias?

  • Felipe Autran
    237c

    Que mensagem nojenta essa do 4chan. Mesmo assumindo que o que eles dizem seja verdade – e nós não temos o menor motivo pra acreditar nisso – a morte da menina não deveria ser lamentada porque ela dormiu com vários caras? O fato dela ter transado com quem ela quiser não justifica nenhum tipo de bullying, além de citarem o fato do cara ter feito isso por “apenas” seis ou oito meses como se ela fosse a fraca por não aguentar.

    Esses grupinhos anônimos de internet nem tentam mais esconder as posições ultraconservadoras dos seus integrantes.

  • Henrique Figueiredo Hefler
    1c

    Eu so tenho uma coisa a dizer = Ela tinha 12 anos e não sabia por um certo modo o que estava fazendo, conheço pessoas que fizeram piores que ela e estão vivendo a vida. Agora utilizar o Cyberbullyng como justificativa para se drogar? O mau sempre tem uma justificativa para acontecer, mas quando se faz o bem nao existe motivo, mas esse nao e o ponto, o ponto e que o que ela fez foi extremamente idiota, e com certeza ela se suicidou por causa que foi pras drogas.

  • Só sei de uma coisa, um amigo que faz isso na internet que me deu essa dica: “Marcell, se um dia vazarem as minhas fotos eu vou dizer que não sou eu. É simples, basta nunca mostrar a sua cara :)”

    E é isso mesmo, ele ta certo. Infelizmente a garota era muito nova pra pensar nas consquencias e isso é a prova de que o Cyberbulling está passando dos limites.

  • Vinícius
    1602c

    O problema não é ela ter feito a besteira, e sim a repercurssão que isso tomou.
    O problema é quando o virtual deixa de ser virtual pra se tornar real.
    Já passei por coisas o suficiente pra entender o que essa menina passou!
    Infelizmente, a internet espalha rápido, e as pessoas se aproveitam disso.

    Quase fui expulso da minha escola há alguns anos por mentiras, eu era do tipo de ficar quieto no meu canto, não tinha muitos amigos. Mudei de turma e consegui contornar, tenho séria dificuldade em construir relacionamentos.

    Acho que o ser humano perdeu o que se chama de humanidade e se tornou um mero animal.

  • Anderson Rodrigues
    2c

    Ação e Conseqüência, desde o fato de perder tempo com algo assim até a questão de fazermos ou deixar de fazermos, todos os problemas do mundo são causados por nós, criar uma página no Facebook, discutir isso, comentar isso e até mesmo tentar resolver todos os problemas da humanidade não darão cabo do problema que somos nós a humanidade; tudo isso está sendo feito agora, mas daqui a algum tempo ou até mesmo agora, está acontecendo coisa igual ou parecida, somos imperfeitos e com isso criamos e vivemos em um mundo imperfeito; isso já aconteceu antes, agora e vai continuar acontecendo; toda e qualquer ação tomada não vai resolver por completo nenhum problema, absolutamente nenhum problema do mundo, porque sempre, sempre em algum lugar vai ter algo ruim e que nós não sabemos acontecendo, com ou sem regras somos humanos e a única coisa real e concreta que podemos fazer e tentarmos ser pessoas melhores.

  • TaylerPadilha
    1c

    Primeiro: quem faz vídeo desse tipo e posta no YouTube, quer chamar a atenção; não há outra explicação.
    Segundo: se ela quisesse, de verdade, ajudar/alertar outras pessoas, teria que continuar viva para continuar ajudando e não apenas passar uma “mensagem”, dizer “tchau” e se enforcar.

    Meu veredito: depressiva? Talvez. Por quê? Por que era fraca sim.

  • EDI LOPES
    940c

    Na boa, esse negcio de bullyng eh coisa de fresco, antigamente agente chamava quem usava oculos de 4 olhos, magro de magrelo e por ai vai, todo mundo sobreviveu.
    No anjinhas.net teve um materia sobre as primerias fotos amadoras da web, e mostrou a o caso de 3 amigas que fizeram uma festa e se fotografaram, sem nada demais apenas estavam nuas. TODAS as tres foram pra escola normalmente e quando alguem vinha com gracinha e perguntava se era ela, ela dizia que era sim com personalidade o que acabava neutralizando qualquer tipo de ofensa que a pessoa pudesse querer fazer…..
    O mundo está ai para ser vivido, nao da pra viver em uma bolha, o bulling é resultado natural da falta de dialogo e amizade entre pais e filhos.

    • Kessler
      1724c

      É a cultura da frescura. Há não muito tempo a piazada que sofria esse tipo de zoação aguentava no osso, e acabava usando como forma de crescimento pessoal, afinal a mundo fora das escolas não é muito melhor que o dentro.

      Hoje temos a mídia, os pedagogos, o governo, todos dizendo que essas “vítimas” precisam de nossa ajuda. Ou seja, o cara que já era fraco sai da escola ainda mais fraco.

      • Kessler
        1724c

        Botão edit, cadê você?

        “melhor que o de dentro”

    • Guilherme macedo
      876c

      thumbs up!!
      Simplesmente perfeito e define bem a geração atual..
      Hoje se alguém te ofende na escola, o ofendido não faz nada pra se defender. Simplesmente fala que isso é bullying.. Frescura que na minha época era chamada de viadagem(Sem nenhuma relação com os homossexuais)..
      Na escola eu sempre fui o menor da turma, tinha uma cabeça grande(Não mudou muito hoje) e era magrinho, então apelidos e chateação rolaram de monte, mas se tem uma coisa que meu pai me ensinou é que se eu abaixar a cabeça pro mundo, ele te engoli.. No trabalho o chefe faz merda, chama você de incompetente, e você tem que ouvir isso achando a maior maravilha do mundo.. A escola é só a preparação pra algo pior, que é o mundo… A geração de hoje parece que ta no mundo a passeio… O mundo é cruel e não da colher de chá pra ninguém…

  • Creio que essa história está mal contada, ou um pouco exagerada…
    Vendo o vídeo, fiquei com algumas dúvidas:

    * Ela era menor de idade… Pq divulgaram o nome dela depois do suicídio? Não deveria ser mantido em sigilo?

    * Os policiais foram até a casa dela, de madrugada, para falar que as fotos dela estavam circulando a internet, assim, do nada? Tipo: “Oi moça, aqui é o Cabo Fulano e vi uma foto sua ‘assim assim assim’ no Facebook e achei melhor te avisar”

    * Depois que ele foi agredida pelas 15 colegas de escola, não deram queixa na polícia nem nada? Also, ela pediu para o pessoal esperar ela contar quantos tinham para daí eles a agredirem?

    E bom… Se a família tivesse apoiado ela nesse momento, creio que o final dessa história seria diferente (pelo fim que levou creio que não apoiaram o suficiente)

  • Raphael Rios Chaia
    228c

    A internet está cheia de pedras, que ignoram convenientemente um monte de vidraças (inclusive as suas)…

    O fato de ela ter feito o que fez não dá carta branca para que as pessoas ajam como completas idiotas. Dizer que ela “mereceu” é estupidez – ainda mais se considerarmos que foi uma ação praticada por uma CRIANÇA de 12 anos. “Ah mas ela fez sexo, ficou pelada e o caramba a quatro”. Eu vejo adultos julgando os atos de uma criança, que se bobear, não tinha qualquer estrutura familiar, e que desmoronou com a depressão.

    “Bullying é frescura” li em algum lugar… Depressão não é. E se alguém sabe o que é REALMENTE estar deprimido (e não apenas em crise de tristeza), sabe o quão grave é o quadro de uma pessoa que não tenha apoio de amigos e familiares.

    “Suicídio é covardia”, li também… Ir contra o instinto humano mais básico, que é o de sobrevivência, é “covardia”? Um ser humano atentar contra a próprio vida é a coisa mais absurda que alguém pode fazer em crise, não é a “saída fácil” que muita gente pensa que é.

    Não quero entrar no mérito de quem estava certo ou errado: o caso porém, dá a todos a chance de rever algumas coisas quanto ao uso da internet. “Trollar” sempre é engraçado, até que a coisa fique séria. As pessoas ignoram convenientemente que por trás de avatares e apelidos, há um ser humano, muitas vezes com problemas pessoais muito além do que a fachada eletrônica nos permite ver. Nunca pensei que falaria isso, mas está passando da hora de começarmos a discutir, NA SOCIEDADE CIVIL, regulações minimas pra internet.

    Minha opinião.

    • Kessler
      1724c

      Não é responsabilidade de um bando de desocupados na internet ajudar alguém em depressão.

      A menina apresentava, supostamente, já que tudo o que temos são meras suposições, um comportamento bastante errático. Cabia aos que estavam próximos dela ver isso e ajudá-la.

      Ela fez um vídeo anunciando que ia se matar, caramba! Será mesmo que ela mesmo não procurava esse assédio na internet como forma de chamar atenção? Parece-me bem evidente que sim!

      • Raphael Rios Chaia
        228c

        Não é responsabilidade de um bando de desocupados na internet ajudar alguém em depressão… Mas também não é direito deles jogar a pá de cal em alguém que já está no fundo do poço.

        Videos de suicidas na internet não são “para chamar atenção”: são o último pedido de socorro de um suicida, principalmente quando ele varia de estados de extrema depressão e mania (euforia). São as cartas de suicidio da nova geração, simples assim.

  • Yuri Costa
    11c

    Ia ser bom se ela crescesse e virasse uma louca como o cara do Realengo, matasse todos os filhos da puta que torturaram com ela.

    • TaylerPadilha
      1c

      Daí ela passaria de “pobre vítima” a “assassina sem coração” num piscar de olhos. :D

  • YuriMetal
    144c

    Em resposta pro Vitor, pq o sistema de login e comentários do TB é uma bosta e não deixa eu dar reply:

    Quer dizer então que pq ela errou ela merece ser torturada mentalmente por anos? Quem nunca errou nessa vida? Eu já errei e não me arrempendo dos erros, evoluo com eles, mas ia ser muito foda se alguem tivesse espalhado esse erro meu e ficassem me perseguindo fisico e virtualmente até hoje. NINGUEM que tenha cometido uma picuínha como pegar o namorado de outra ou mostrar os peitos na can merece ser torturado desse jeito, perseguido, discriminado e excluído. Eu já sofri bastante com bullying e quase cometo suicídio tb, acredite, se eu não tevesse trocado de colégio eu não estaria aqui comentando, os sentimentos são MUITO dolorosos, nos matam por dentro.

  • Yuri Costa
    11c

    Em resposta pro Vitor, pq o sistema de login e comentários do TB não deixa eu dar reply:

    Quer dizer então que pq ela errou ela merece ser torturada mentalmente por anos? Quem nunca errou nessa vida? Eu já errei e não me arrempendo dos erros, evoluo com eles, mas ia ser muito foda se alguem tivesse espalhado esse erro meu e ficassem me perseguindo fisico e virtualmente até hoje. NINGUEM que tenha cometido uma picuínha como pegar o namorado de outra ou mostrar os peitos na can merece ser torturado desse jeito, perseguido, discriminado e excluído. Eu já sofri bastante com bullying e quase cometo suicídio tb, acredite, se eu não tevesse trocado de colégio eu não estaria aqui comentando, os sentimentos são MUITO dolorosos, nos matam por dentro.

    (segunda tentativa, se a primeira tiver sido publicada com sucesso excluir essa)

    • Raphael Ddl Oliveira
      13c

      Vc bem que podia não ter trocado de colégio :)

    • Kessler
      1724c

      “torturado”… Até agora vi menção a umas mensagens apenas. Quem foi torturado?

      E não sei como funcionam as coisas no seu mundo de fadas, mas na vida real sair com namorado (ou namorada, antes que algum idiota me chame de machista) de outros é, sim, motivo para repreensão.
      Ou você trataria numa boa o carinha que comeu a namorada do seu amigo? Para, né!

  • Rodolpho Victor
    9c

    Tá me zoando. Fez a merda e agora suicida? Tenho 17 anos, mas na minha época de 9/13 anos era muito pior. Estudava junto com caras de 19 ou mais de 20 anos. Não vi ngm suicidar por causa disso, nem por causa de nada.

    • Raphael Rios Chaia
      228c

      Bom pra você. Porém, ela não era você.

      Ela pode não ter tido o apoio dos pais que você provavelmente teve. Ou ele pode não ter sido forte como você era. Ou ela simplesmente não era segura como você deveria ser.

      O maior erro que um ser humano pode fazer é julgar um outro ser humano com base em seus próprios valores. Cada um é cada um.

    • Raphael Rios Chaia
      228c

      Bom pra você. Mas ela não era você.

      Ela talvez não tivesse o apoio dos pais que você teve, ou uma estrutura familiar que você provavelmente tem; talvez ela não tivesse a segurança que você tinha, ou talvez ela simplesmente não fosse forte como você foi.

      O maior erro que um ser humano pode cometer é julgar outro ser humano com base em seus proprios valores.Cada um é cada um, ninguém é melhor do que ninguém.

  • [bourne_mode = true] Ou ela fingiu suicídio com o apoio da família para que pudesse trocar de identidade, terminar com o bullying e por aí vai… [bourne_mode = false]

  • Thiago Shariban Nunes
    1c

    Também concordo que não foi o cyberbulling o agente mais impactante na decisão dela. Tanto pelo post quanto pelo vídeo ficou claro que o face e qualquer outro veículo de internet foram o de menos na história.

    Eu vejo que a única relevância dessa história aqui no TB seria apenas por reflexão. Tipo se vc tem mais ou menos a minha idade ou até menos e ainda acha graça em crianças chacotando uns aos outros e blablabla é melhor ficar ligado, você pode ser um idiotão. XD Se vc vÊ ou ouve uma criança sendo um idiotinha e tal e não faz nada (Se essa criança for de sua responsabilidade, tipo um filho) você é um idiotão tamanho família XD~~

    Mas como me parece que a internet após o webshow tenha sido de pouquíssima relevância não vejo por que essa história aqui. Sinto muito Thássio. Eu acho que você até achou interessante e tal, mas acho que não foi uma boa escolha de tema.

    Agora sobre a menina. Tenho que concordar com muitos aqui OS PAIS são a base do intelecto de uma criança. Tudo na vida de uma criança irá influencia-la é claro, mas a primeira coisa que o faz são as ações e ensinamentos dos pais.

    Conforme eu falei acima. Se você como pai não “convence” o filho sobre certos pontos de vistas a serem seguidos para que ele possa ter uma vida tranquila e blablabla com certeza ele irá se ferrar. Vou dar um exemplo.

    Independente se você acha certo, errado, feio, bonito, etc. É evidente que tratar um homossexual de forma intolerante não parece ser a coisa mais esperta a se fazer, pois por tratar esse comportamento como “normal” você não achará que passou dos limites, quando passar e o resultado pode ser alguém ferido e você sendo acionado judicialmente. Se você não evitar esse mesmo pensamento em uma criança, que por lógica, tem menos experiência de vida que você ela acabará zuando alguém e blablabla até levar um tiro de algum homossexual ou simplesmente ser preso.

    O que eu quero dizer com isso é que o problema está em como encaramos os fatos. É óbvio que cada um encara as coisas de uma forma, como muitos já falaram, mas também é óbvio que há interpretações tão simples e lógicas que você só não as usa por que você é um idiota ou que deliberadamente você não se importa com as consequências.

    Eu não acho que ela tenha ERRADO em mostrar as tetinhas mirradas na web ou que tenha transado com o cara que tinha namorada, que segundo a história dela, não ficou claro se ela sabia disso ou não, O problema estava em ela não saber lidar com as consequências, sejam elas boas ou ruins e É AÍ, que no meu ponto de vista, os PAIS ou responsáveis legais falharam. Como ela não sabia lidar com a parada, ela se sentia mau e aquela coisa toda que depois de 3 anos ela não aguentou mais.

    Sinceramente eu não sinto nada por ela, apenas lamento que mais um jovem tenha morrido por um motivo psicossocial. Se ela tivesse morrido por conta de algo exclusivamente físico, como uma doença, acidente ou até um assassinato eu náo teria como refutar, mas por se tratar de um suicídio eu fico triste, pois todo suicídio, no meu ponto de vista, é fruto de uma mente que não trabalha de uma maneira aceitável.

    PS.: Não consigo logar com o twitter, tive que logar com o FB =/

    Sem mais…

  • Sou muita radical quanto a isso, o que faltou a ela foi pais que ajudem e consciência porque olha pra mim pessoas que tiram fotos nua, ou esse tipo de coisa não deveria nem passar pela cabeça em por em algum tipo de internet, não faz sentido tirar ou fazer videos e postar depois, isso é problema psicológico de falta de atenção pra mim! -.-’
    ps. como disse antes, sou radical

    • Yuri Costa
      11c

      Todo radical é retardado.

    • Tuxu Arts
      1c

      ~algum tipo de internet~ Isso sim é radical

  • Raphael Ddl Oliveira
    13c

    Alguém por favor manda um BAN neste Yuri Costa.

    Não sabe argumentar, só xinga os outros, vide os “retardado”, “ignorante”, etc.
    Parece que para ele, o mundo gira ao redor das idéias dele e quem não concorda está errado.

    Hmm, isso me parece familiar…… Ah, religião.

  • Kessler
    1724c

    [por algum motivo o TB não me deixa responder em cascata - que zona! Fica aqui minha resposta a um comentário de sei-lá-quem]

    Ninguém que não queira chamar atenção deixa um vídeo anunciando que vai se matar quase um ano antes de fazê-lo de fato. Ela queria, sim, chamar atenção.

    Não fosse ela querer chamar atenção, ela poderia evitar numa boa a bizarrice chamada de “cyberbullying”, já que, que eu saiba, não há lei alguma obrigando-nos a acessar redes sociais. A guria já era uma bagunça. Esses insultos que ela recebeu via internet foram uma gota no oceano.

    • Raphael Rios Chaia
      228c

      Provável que a resposta era pra mim.

      Você já teve oportunidade de conversar com um suicida? Ou com uma pessoa com quadro grave de depressão?

      Já acompanhei de perto caso de pessoas que planejaram por mais de dois anos o próprio suicídio… E já convivi com pessoas que simplesmente se mataram sem qualquer aviso prévio.

      Ainda que seja só um “chamado por atenção”, NUNCA, repito, NUNCA, uma carta / video de suicidio deve ser ignorado ou subestimado. A pessoa para chegar nesse estado já considerou em algum momento da vida, pelo menos uma vez, tirar a própria vida. Ignorar esse tipo de manifestação pode ser o empurrão que faltava para ela tomar coragem e agir.

      Reitero, não devemos julgar os outros a partir dos nossos próprios valores. É o maior erro que um ser humano pode cometer – fora que vocês estão julgando os atos de uma criança… Quantos casos já vi de jovens se anulando por aceitação, fazendo coisas que se arrependeram por popularidade, ou ainda atos impensados, mal calculados, etc.

      Sugiro que pesquisem o caso de uma jovem chamada Angie Varona. Muita gente emitia opiniões exatamente como essas de vocês. O erro de uma pessoa não dá carta branca para que os outros errem em cascata.

      Minha opinião.

  • Diego Cardoso
    1c

    Sei que hj em dia, as pessoas estão se tornando mais fracas mental e moralmente devido tudo ser bulling…quando eu era criança, muita gente fazia isso comigo, assim como eu tbm fazia com muitos outros, e continuarei fazendo…sacaneio até com minha filha…Sei que essas pessoas que não sabem viver sobre pressao, já mais serão pessoas capazes de enfrentar obstaculos…ou elas vão ficar transtornadas mentalmente, ou seiraram crentes[lavagem cerebral], que não e muito diferente de ser demente mental.

  • Leandro rafael
    5c

    Creio que ela teve depressao e uma das mais brabas…Tem um certo tipo de depressao que faz você querer se matar…Depressao pode ser desde uma decepção até falta de vitaminas no cérebro…Eu por exemplo amo mto uma garota…amo demais ela…so que ela nao ama como eu amo…as vezes fico triste e cabisbaixo e choro tbem…Mas nao vo rotular como depressao…ja tive isso algumas vezes…O problema dessa garota é que ela provavelmente teve uma depressao forte e essas ações de cyberbuling ajudaram ela a se suicidar…Mas td hj é “buling”.

  • Guilherme Holz
    66c

    Tem um problema simples nesta história, as crianças hoje não são preparadas pra aguentar as consequências daquilo que fazem, ela errou em mostrar os peitos pro cara, beleza, assume e segue adiante, não adianta chorar o leite derramado.

    O problema é que vendem um mundo perfeito para as crianças aonde tudo vai dar certo e nada de ruim vai acontecer, aí quando isso não acontece as crianças entram em desespero e se não tiver ninguém lá pra racionalizar a situação a coisa só piora.

    É claro que isso não é culpa dela, mas sim dos pais que não chegaram pra ela e mostraram que não é o fim do mundo que logo logo ninguém lembra dessas coisas, que a vida sempre continua independente do que as pessoas falam ou pensam, ela errou e tem que conviver com isso, todo mundo tem arrependimentos, que sirva de lição pra que não aconteça de novo.

  • Mykelangelo Henrique
    1c

    Eu ter pena dela? Porque? ela mostrou os peitos, transou com o namorado de 1 outra garota, e eu sou obrigado a ter pena dela? Quero mais é que se ferre. Ela procurou 12 anos, já sabe demais oque faz da vida, tem mais é que se fuder mesmo. O pior de tudo foi os pais sabendo que ela tentou se matar, e não a internaram. ¬¬

    É bom que isto fique como aviso para outras futuras “putinhas” não façam o mesmo. É por isso que eu prefiro infinitamente os Animais doque os Humanos.

  • tem dois filhos da puta,dizendo que não tem dó,mas talvez se fosse com uma irmã ou filha deles eles não iriam falar isso

    • Nathalia Olivi

      Não cara,se minha irmã mostrasse as testas na internet eu ia zoar junto e eu não deixaria minha filha ser tão vadia a ponto de mostrar as tetas na internet

    • Nathalia Olivi realmente mostrar as testas é ilário

    • Nathalia Olivi

      Antonio Carlos Mello Escrever "ilário" também

    • Nathalia Olivi pelo menos faltou só o H

    • Nathalia Olivi

      Antonio Carlos Mello,eu só adicionei um "s"

    • Nathalia Olivi cuidado com os julgamentos,voçê já fez talvez coisa pior

    • Nathalia Olivi

      Antonio Carlos Mello Já zoei na brincadeira um amigo meu,mas coisa pior que mostrar as tetas na internet não cara,o que ela fez não tava certo,e eu sei disso por que tenho 12 anos e nunca faria algo assim

    • Ale Hard C

      Essa Nathalia é uma daquelas patty topadinha, que vive com o rabinho no shopping, as custas da mesadinha do papai e da mamãe. Vão da moral pras merda que essa babaquinha fala ainda…

    • Ale Hard C

      E tem otra: essa "mina" fica pagando pau de Barbie russa e vêm fala da otra só pq mostro as teta na net ?? Vai se enxerga o boneco de cera.

    • Nathalia Olivi

      Ale Hard C,merda,agora parece que eu to falando sozinha :c

    • Nathalia Olivi

      :c

  • Nathalia Olivi

    Ah cara,merecido né?Doze anos e mostra as tetas na internet,é zoada,não aguenta e se mata?

    • ah pelamordedeus, menina vai se tratar, como consegue ser tão podre a ponto de postar um comentario desses???

    • Nathalia Olivi

      Marilene Souza,eu fiz um comentário,podre é ela que mostrou as tetas na internet e.e

    • Nathalia Olivi , fazer o que né? algumas pessoas como vc tem a mente tão pequena e só sabem julgar, foi por causa desse tipo de gente que aconteceu o que aconteceu com a menina

    • Ale Hard C

      Marilene Alves de Souza É que ela vive no mundo das fadas e do Balão Mágico.

    • Nathalia Olivi

      Cara,se ela não queria ser zoada,pra que mostrar as tetas na internet com 12 anos?Eu não saio mostrando as tetas na internet e também tenho 12 anos.Por que? Porque eu sei que se eu mostrar,vão dar um jeito de conseguir as imagens e me zoar pelo resto da vida,e porque isso é uma coisa ridícula.Agora,se eu posso pensar assim,por que ela não pode?Merecido,Se ela se deixou levar por alguém que queria ver as tetas dela…"Ah,e se foi um namorado dela?' Me poupe :v com 12 anos,ela deveria estar tomando Toddynho.De todo jeito,um namorado iria amar ela realmente,sem precisar de tetas :v
      Eu não zoei a garota,não sabia do acontecido até 29/10
      E outra:Se eu visse fotos das tetas de alguma amiga minha,eu não zoaria,eu falaria "Belas tetas" e o assunto morre aí!

  • Ale Hard C

    A mãe dela devia te matriculado ela no MMA. Neguinho veio folga ela sentava o caroço nos vacilão.

Deixar comentário:

Leia | Política de Comentários.