Início » Ciência » Impressora cria imagens que caberiam num fio de cabelo

Impressora cria imagens que caberiam num fio de cabelo

Definição da imagem chega a 100 mil pontos por polegada.

Por
7 anos atrás

Cientistas de Cingapura desenvolveram uma impressora capaz de imprimir imagens coloridas com uma definição de 100 mil pontos por polegada. A tecnologia poderá ser utilizada para imprimir pequenas marcas d´água, mensagens secretas e até produzir discos com alta densidade de armazenamento. A pesquisa sobre a técnica de impressão foi publicada online neste domingo (12).

Essa imagem tem originalmente 50 nanômetros de largura e cabe num fio de cabelo

Para demonstrar a técnica, os cientistas imprimiram uma foto de 50 por 50 micrômetros, tamanho comparável ao diâmetro de um fio de cabelo, que geralmente fica entre 60 e 120 micrômetros. A foto ao lado é da Lena, uma modelo sueca bastante utilizada em testes de impressão.

De acordo com os pesquisadores, essa é a “maior definição possível” que uma impressora colorida pode oferecer. Se for possível a impressão de imagens mais definidas ainda, os ganhos não seriam tão grandes: uma pessoa com a visão perfeita não consegue diferenciar objetos de 20 ou 30 micrômetros. Essa definição é dez vezes maior que a das impressoras profissionais e uma jato de tinta ou laser simples não costuma passar dos 4.800 dpi.

Cada pixel é impresso a partir de pilares minúsculos cobertos com nanodiscos de ouro e prata (ou seja, o custo por página certamente não é baixo). Variando o diâmetro e o espaçamento dessas estruturas nanométricas é possível controlar qual cor será refletida, num efeito chamado de “cor estrutural”.

Os pesquisadores já entraram com um pedido de patente para evitar que a Apple faça isso antes e crie uma Retina Printer. Eles esperam utilizar a tecnologia em técnicas de criptografia ou para imprimir marcas d’água em escala nanométrica. As impressoras de 100 mil dpi também podem ser utilizadas para desenvolver discos óticos de altíssima densidade, mas, como essas imagens não poderiam ser regravadas, o disco pode ser utilizado para guardar informações históricas ou outros dados somente leitura.

Com informações: Gizmodo, Nature.

Mais sobre: ,
Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários.