Início » Mobile » Google explica por que o Nexus 4 é tão barato

Google explica por que o Nexus 4 é tão barato

Gigante das buscas não quer lucrar com o aparelho, e sim com conteúdo.

Por
5 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

O Nexus 4 é um smartphone nada menos do que sensacional. Com processador quad-core, 2 GB de RAM e um preço impressionante, não tem nada que o impeça de ser um sucesso de vendas. Custando 299 dólares em seu preço cheio, o aparelho é muito mais barato que o iPhone 5, que, nos Estados Unidos é vendido por pelo menos 199 dólares com contrato de dois anos ou por 649 dólares se comprado avulso e desbloqueado. Como um aparelho tão bom pode custar tão pouco?

John Lagerling, executivo do Google, explicou ao SlashGear que fabricantes são infelizes sobre serem competitivos para os consumidores. A ideia seria manter o preço alto, para que as operadoras o vendam a um preço baixo e o subsidiem em contratos de dois anos. Com isso, a margem de lucro das empresas é muito grande, em especial as praticadas pela Apple e pela Microsoft. O alto custo pago pelo software consta entre os motivos para justificar os preços.

Como o Android é open source, o Google não lucra com o sistema disponível no smartphone, mesmo mantendo o acelerado ritmo de lançamentos, atualizações e parcerias com fabricantes.

Entretanto, esse argumento para defender o Android é um tiro pela culatra. Fabricantes como Samsung, HTC e até mesmo a própria LG gastam muito ao modificar o Android original, a fim de diferenciar seus dispositivos dos outros com personalizações que nem sempre agradam os clientes.

Além disso, o Nexus só custa os maravilhosos 299 dólares americanos se comprado direto do Google nos Estados Unidos. Conforme o blog Gizmodo Brasil levantou, o mesmo smartphone com Android puro custa até o dobro sem o subsídio do Google na Europa: a loja espanhola Phone House se recusou a vender o aparelho porque a LG queria cobrar 599 euros, algo que deixa a loja sem capacidade de competir com a Play Store.

O Google pode se dar ao luxo de vender o smartphone a preço de custo: a empresa consegue lucrar com a venda de conteúdo na Play Store. Só que a LG não pode abrir mão disso, já que ela sobrevive da venda dos aparelhos.

Nada, porém, justifica a diferença gritante de preços, tendo em vista que a fabricante não precisou gastar no desenvolvimento de software.

Até o momento, não há certeza se o Nexus 4 chegará ao Brasil. Por meio de nota, a LG afirmou que estuda a viabilidade de trazer o smartphone para o Brasil até janeiro.

Saiba também por que o Nexus 4 não funciona nas redes LTE de quarta geração.

Mais sobre: , , ,