Início » Antivírus e Segurança » Polícia britânica prende membro de grupo que atacou PSN e Xbox Live

Polícia britânica prende membro de grupo que atacou PSN e Xbox Live

Por
4 anos e meio atrás

As autoridades britânicas prenderam nesta semana uma pessoa supostamente ligada ao Lizard Squad, o grupo de hackers que reivindicou a derrubada das redes de games do Xbox e PlayStation durante o Natal.

Omari em entrevista ao Sky News

Omari em entrevista ao Sky News

O jovem Vinnie Omari, de 22 anos, foi preso em casa e teve telefones, computadores, um Xbox e pendrives apreendidos pela polícia. Na terça-feira (30), Omari foi libertado sob fiança e aguarda seu julgamento previsto para o dia 10 de março. Ele enviou ao The Daily Dot uma foto do mandado apresentado pelos policiais:

mandado3ZR

A ação policial no Reino Unido mostra a atenção que as autoridades estão dando ao grupo que entrou em um novo patamar quando Ryan, outro membro, afirmou em entrevista que havia colaborado com os Guardiões da Paz na invasão da Sony Pictures.

Na quarta-feira (31), o Twitter @LizardMafia divulgou que Ryan havia sido preso pelas autoridades da Finlândia, chegando a agitar hashtags como #FreeRyan. A imprensa local diz que Ryan foi apenas interrogado e liberado em seguida. Segundo o site finlandês Yle Uutiset, o inspetor Tero Muurman afirmou que o inquérito está em seus estágios iniciais, mas que Ryan é suspeito de crimes graves investigados em colaboração com o FBI.

Nesta semana, o Lizard Squad lançou um serviço que permite aos clientes utilizar a tecnologia do grupo para promover ataques DDoS contra qualquer alvo. A tabela de preços começa em US$ 6 e chega a US$ 500. Apesar da ousadia, a jogada de marketing para divulgar o serviço ocupando os noticiários policiais pode afastar possíveis clientes que não querem se envolver com um grupo tão chamativo e inconsequente.

Mais sobre: