Início » Gadgets » Financie isso: Enflux, a roupa de treino que monitora seus exercícios

Financie isso: Enflux, a roupa de treino que monitora seus exercícios

Por
3 anos e meio atrás

Enflux

Smartwatches, smartbands e até mesmo o bom e velho (só no modo de dizer) smartphone são ótimas opções para quem precisa monitorar corridas ou caminhadas. Mas e se você quiser medir o seu desempenho nos exercícios de musculação, por exemplo? Talvez seja mais apropriado procurar uma “roupa inteligente”.

Parece — e é — uma ideia digna de filmes de ficção, mas já há empresas olhando com seriedade para esse nicho. É o caso da Enflux: a startup criou uma campanha no Kickstarter para financiar uma roupa de treino que faz “monitoramento 3D” de todos os seus exercícios.

A roupa, que também recebe o nome de Enflux, consiste em uma combinação de calça e blusa dotada de várias tecnologias: há sensores de movimentos (dez, ao todo) para braços, pernas e tronco, monitor de batimentos cardíacos, medidor de saturação de oxigênio, bateria com autonomia para duas semanas (varia conforme a extensão dos treinos) e Bluetooth para transmissão de dados ao smartphone.

Também há sofisticação no tecido em si: o material é um poliéster reforçado que, além de leve, tem resistência para suportar todo tipo de movimento. O tecido conta ainda com tecnologia antiodor e pode ser lavado em máquina sem que isso traga danos aos componentes.

Tudo isso serve para que você possa não só monitorar o desempenho de atividades físicas como também saber se está fazendo tudo certo: o app da Enflux mostra um avatar 3D que reproduz com fidelidade os movimentos que você realiza. É como se o aplicativo fosse um instrutor virtual (o que não te dispensa do dever de procurar orientação de instrutores reais, é óbvio): o avatar pode indicar movimentos incorretos ou dar feedbacks que te ajudam a alcançar resultados melhores, por exemplo.

O app é bem detalhado, mostrando vários dados junto com o avatar. Depois do treino, os resultados são enviados automaticamente à plataforma online da Enflux, permitindo inclusive que você compartilhe esses dados com amigos (é uma forma de desafiá-los) ou peça que treinadores profissionais comentem a atividade — o avatar permite que eles façam análises remotamente.

Enflux - Avatar

Outro detalhe interessante é que é possível usar a Enflux para vários tipos de atividade: musculação, crossfit, corrida, ciclismo, futebol, golfe, vôlei e por aí vai. Dependendo do tipo de atividade e do seu histórico de exercícios, o aplicativo pode indicar novos treinos ou sugerir adaptações. O intuito é disponibilizar ao usuário um sistema que fornece assistência realmente personalizada.

Não dá para saber se a Enflux cumpre o que promete sem fazer testes, mas a startup pelo menos aparenta estar levando o projeto bem a sério. A empresa afirma contar, por exemplo, com cerca de 500 treinadores que a ajudam a definir bases para exercícios monitorados e propostos pela plataforma. Com o tempo, dados estatísticos obtidos a partir das atividades dos usuários também deverão ajudar a aperfeiçoar o serviço.

Enflux app

Como se não bastasse, a empresa está em busca de parcerias: uma integração com o MyFitnessPal, por exemplo, poderia auxiliar o usuário da Enflux a também avaliar a sua alimentação.

Há muitas oportunidades aqui. Estamos falando de um segmento que dá seus primeiros passos. Por conta disso, é possível que esse seja só o começo para a Enflux. A campanha de financiamento pode até não dar certo, mas a empresa já vem conseguindo obter atenção de investidores. O aporte mais recente veio da aceleradora Y Combinator, que investiu US$ 120 mil no projeto.

Em seu terceiro dia de campanha, a Enflux já havia conseguido arrecadar pouco mais de US$ 45 mil. A meta? US$ 100 mil. Não dá para afirmar que o projeto alcançará o objetivo, mas as chances são bem grandes. De qualquer forma, me pareceu que a startup recorreu ao crowdfunding mais para promover a ideia do que para obter fundos.

Faz sentido. A onda dos wearables vem incentivando a indústria a criar chips e sensores cada vez mais pequenos, o que favorece o desenvolvimento de roupas, calçados e acessórios inteligentes. Sabendo das oportunidades que esse mercado deve trazer, é natural que investidores fiquem de olho nas empresas do ramo. Não vou estranhar nada, portanto, se a Enflux receber aportes bem generosos. A rival Athos, por exemplo, conseguiu obter investimento de US$ 51 milhões no ano passado.

Enflux

Por que é legal? A Enflux é uma roupa de treino que monitora praticamente todos os seus movimentos nas atividades esportivas, te ajudando a corrigir erros ou a melhorar o seu desempenho.

Por que é inovador? O app da Enflux fornece estatísticas detalhadas sobre as atividades e exibe um avatar que reproduz os seus movimentos. Com isso, você consegue “se assistir” para fazer uma autoavaliação ou pedir para um especialista comentar o seu exercício remotamente. O aplicativo pode ainda dar sugestões ou propor treinos.

Por que é vanguarda? Na verdade, não é. Há outras empresas apostando alto no segmento de roupas “high tech”. Uma delas — talvez a mais versada — é a já mencionada Athos. A Enflux aposta na sua tecnologia para se diferenciar.

Vale o investimento? No Kickstarter, um kit da Enflux custa a partir de US$ 249 mais US$ 30 de taxa de envio para quem mora fora dos Estados Unidos. Para uma tecnologia nova e que cobre uma variedade grande de atividades, não é caro. Mas, por ora, desembolsar essa grana só compensa para quem tem uma rotina de exercícios bem definida e quer testar algo novo para melhorar o desempenho. Os envios começam em julho de 2017.

Saudável, fortinho e disposto

035

A tecnologia não nos ajuda somente a praticar exercícios físicos. Apps e gadgets também podem nos auxiliar com nossos hábitos de alimentação. Esse foi o assunto do Tecnocast 035. Aperte o play aí embaixo e confira 😉