Início » Celular » Medo de avião? Um piloto criou um app que pode te ajudar

Medo de avião? Um piloto criou um app que pode te ajudar

Mesmo sendo um meio de transporte extremamente seguro, muita gente sente caláfrios só de pensar em entrar em um avião

Emerson Alecrim Por
3 anos atrás

Certa vez, numa daquelas conversas de bar, um conhecido contou que ficou mais de 40 horas dentro de um ônibus para ir de São Paulo a uma cidade no Nordeste. Nos instantes seguintes, ele foi bombardeado com dicas para conseguir passagens aéreas baratas. Mas o problema não era falta de dinheiro: um tanto constrangido, o nosso colega de mesa revelou sentir verdadeiro pavor de avião.

O caso dele não é exceção. Há muita gente que prefere ônibus ou simplesmente não viaja por medo de acidentes aéreos. Os casos são tão numerosos que algumas companhias aéreas até colaboram com programas de tratamento para quem tem fobia de avião. O piloto e psicólogo Alex Gervash decidiu ir pouquinho mais longe: ele criou o SkyGuru, aplicativo que promete ajudar o usuário a lidar com o medo de voar.

“Há muita pretensão aí”, pensei. Como um app vai entrar na cabeça do indivíduo e "domar" um comportamento instintivo e que, portanto, não pode ser controlado facilmente? Mas o SkyGuru não oferece soluções mágicas. O aplicativo simplesmente usa uma arma que é comum nos consultórios dos psicólogos: a informação.

SkyGuru

O medo vem do desconhecido

A morte é muito criativa. Se é possível morrer nas circunstâncias mais bizarras, obviamente você pode ter a vida ceifada dentro de um avião. Mas as chances de isso acontecer são extremamente pequenas. Estatisticamente, é muito mais fácil morrer viajando de carro, ônibus, navio ou mesmo trem do que de avião.

Muita gente sabe disso e, mesmo assim, se sente mais segura pegando a estrada. A principal razão disso é que conseguimos compreender com naturalidade que um carro se locomove sobre uma superfície, por exemplo, mas, para muitas pessoas, não está claro como uma máquina tão grande consegue voar.

Esse desconhecimento faz muita gente entrar em pânico durante uma turbulência ou achar que o avião está se partindo ao meio quando percebe um barulho estranho. Mas, se ficar claro para a pessoa que turbulências e ruídos são normais, ela tende a se acalmar.

É nesse ponto que o SkyGuru atua: durante o voo (mesmo com o modo avião ativado), o aplicativo explica como acontece uma turbulência e que o avião é preparado para suportar esse tipo de evento, só para você ter ideia. Da mesma forma, o app fornece explicações sobre outros processos dos voos, como arremetidas, decolagem, barulhos que escutamos de vez em quando, piscar das luzes e assim por diante.

Para detectar uma turbulência ou um ruído possivelmente assustador, o SkyGuru aciona o microfone e os sensores do smartphone (acelerômetro, giroscópio, etc.). Desse modo, é possível oferecer orientações ou palavras tranquilizadoras (outra função do aplicativo) condizentes com as circunstâncias do momento.

De modo geral, o SkyGuru foi criado para atuar como um piloto ou alguém com bastante conhecimento sobre aviação que fica ao lado da pessoa explicando tudo o que acontece durante a viagem, ressalta Gervash. O aplicativo foi testado em mais de 300 voos antes de ser disponibilizado. É verdade que nem sempre a detecção automática funciona, mas a ideia é aperfeiçoar o app com o tempo.

Eis algumas dicas

Pelo menos por enquanto, o SkyGuru está disponível apenas para iOS. Além disso, o aplicativo é pago: o preço atual dele é de US$ 9,99. É necessário levar em conta também que o app só está disponível em inglês, russo e hebraico. Esses fatores deixam claro que não é todo mundo que poderá usar que o SkyGuru.

Medo de avião

Mas é o óbvio que o aplicativo não é obrigatório para quem quer perder o medo de viajar de avião. Algumas medidas simples ajudam bastante:

Escolha um assento ao lado do corredor. O espaço do corredor pode fazer você se sentir menos "preso" no avião. Além disso, essa posição te deixa longe da janela, o que é uma boa para quem tem medo de altura.

Turbulências fazem parte do voo. Pilotos se esforçam para livrar o avião de uma turbulência, mas frequentemente não é possível. De todo modo, a aeronave é preparada para suportar essa agitação toda, tanto que a tripulação encara o fenômeno como um evento trivial. Turbulências não derrubam o avião. Mas é importante manter o cinto do assento bem afivelado, afinal, os movimentos bruscos da aeronave podem fazer você ser deslocado e se machucar.

As asas do avião balançam mesmo, não se preocupe com elas. Em uma viagem recente, vi uma senhora olhar preocupada pela janela e, minutos depois, perguntar à comissária se era normal a asa balançar daquele jeito. A comissária respondeu gentilmente que sim e explicou que essa flexibilidade ajuda a amenizar as sacudidas. E é normal mesmo, principalmente durante turbulências. A asa não vai se partir. Elas são projetadas para suportar flexões extensas, como mostra a imagem abaixo.

Teste de estresse na asa

Converse com alguém da tripulação. O medo está batendo forte? Então faça como a senhora preocupada com a asa: chame uma comissária (ou comissário). Explique as suas dúvidas ou preocupações. Esse pessoal te dará as informações necessárias e, se perceber que você está com muito medo, tentará te acalmar de alguma forma (com conversas ou exercícios de respiração, por exemplo).

Entenda como um avião funciona. Talvez essa seja a dica mais importante (tanto que é explorada pelo SkyGuru). Há documentários, livros e um vasto material na internet que explicam para o público leigo como os aviões funcionam. É óbvio que você não precisa se tornar especialista no assunto, mas se você tiver uma noção clara dos vários processos que envolvem a aviação, muito provavelmente perderá o medo ou, ao menos, terá mais facilidade para controlá-lo.

Procure ajuda especializada. Se nada disso adiantar, a dica é procurar ajuda profissional. Há vários psicólogos e clínicas especializadas no assunto, inclusive no Brasil. Muitas vezes, os programas oferecidos são bastante abrangentes, incluindo de exercícios de controle de ansiedade a entrevistas ou palestras com pilotos.

Não é vergonha recorrer a aplicativos, técnicas ou, se necessário, tratamento especializado para enfrentar o medo de avião. Esse temor não é uma fraqueza de personalidade ou algo assim, mas um traço comportamental que pode ser mudado. O importante é não deixar que o medo te impeça de viajar.