Início » Mobile » Sony Xperia XZ Premium tem Snapdragon 835, tela 4K HDR e câmera de 960 fps

Sony Xperia XZ Premium tem Snapdragon 835, tela 4K HDR e câmera de 960 fps

Empresa também revelou os novos Xperia XZs, Xperia XA1 e Xperia XA1 Ultra

Por
16 semanas atrás

A Sony anunciou nesta segunda-feira (27) o Xperia XZ Premium, novo smartphone topo de linha que chega com as últimas tecnologias disponíveis no mercado. O aparelho será um dos primeiros com o processador Snapdragon 835, além de contar com uma câmera capaz de filmar em slow motion a 960 fps e uma tela de 5,5 polegadas com resolução de 3840×2160 pixels.

Eu fui conferir de perto o Xperia XZ Premium durante uma apresentação para jornalistas no escritório da Sony Mobile, em São Paulo. No entanto, como nem o software e nem o hardware estavam finalizados, não foi possível conferir detalhes da câmera, tela ou desempenho — na Mobile World Congress, em Barcelona, o smartphone deve inclusive estar protegido por uma redoma de vidro, como a empresa já havia feito com o Xperia Z5 Premium, primeiro da marca com display 4K.

O maior destaque do próximo flagship da Sony é, sem dúvida, a câmera: a empresa não se cansou de destacar as tecnologias do sensor, de 19 megapixels. Se as fotos vão agradar na prática, ninguém sabe, mas o aparelho promete. Ele já traz o novo sensor de imagem capaz de filmar em 960 fps, quatro vezes a taxa alcançada pelos smartphones atuais, para gerar vídeos com um efeito chamado de “super slow motion”.

A novidade é possível por conta de um chip de memória embutido no módulo da câmera, que também ganhou uma atualização de software para “prever” capturas — se você quiser tirar foto de um skatista no ar, por exemplo, provavelmente vai errar o momento de apertar o botão, mas o Xperia XZ Premium consegue se antecipar e recuperar as melhores imagens. A câmera frontal, por outro lado, não traz muitas novidades, movida por um sensor de 13 megapixels e lente com abertura f/2,0.

Outro destaque é a tela de 5,5 polegadas, que será a primeira a contar com resolução de 3840×2160 pixels e tecnologia HDR para exibir imagens com maior alcance dinâmico — até então, o Galaxy Note 7 era o único smartphone do mercado com tela HDR, mas ele tinha resolução menor. Netflix, YouTube e Amazon Prime Video já estão investindo em conteúdos que façam proveito da tecnologia.

Quanto ao hardware, estamos falando de um aparelho com processador octa-core Snapdragon 835 (quatro núcleos de 2,5 GHz e outros quatro de 1,9 GHz), RAM de 4 GB, armazenamento interno de 64 GB e bateria de 3.230 mAh, que a Sony promete durar “o dia inteiro”, mesmo com uma tela desse porte. A bateria suporta Quick Charge 3.0 e continua com a tecnologia Qnovo, que maximiza a vida útil do componente ao tentar prever quando você costuma recarregar o aparelho.

Como de costume para um topo de linha da Sony, a carcaça do Xperia XZ Premium é resistente a água (IP68) e o display tem proteção contra arranhões (Gorilla Glass 5). Quanto ao design, estamos falando de um aparelho de 195 gramas (que realmente se mostrou bem pesadinho na mão), disponível nas cores preto e prata. Diferente do Xperia XZ, a traseira possui um acabamento bem brilhante, que adora atrair marcas de dedo.

A Sony ainda não divulgou quando o Xperia XZ Premium será lançado no Brasil, nem estimativas de preço. Mas, levando em consideração os últimos lançamentos da marca por aqui, não espere nenhuma pechincha: o Xperia XZ sem tela 4K ou câmera de 960 fps chegou por R$ 3.999, enquanto o Xperia Z5 Premium tinha preço inacreditável de R$ 4.699.

Xperia XZs

Não preciso explicar muito: ele é o Xperia XZ com 4 GB de RAM e sensor novo de 960 fps.

Xperia XA1 e XA1 Ultra

O Xperia XA foi um dos aparelhos mais bacanas que testei em 2016. Tudo bem, ele tinha custo-benefício ruim e alguns pontos negativos importantes, como a câmera abaixo da média e pouca capacidade de armazenamento, mas chamava a atenção pelo design sem bordas laterais, que tornavam o smartphone bem compacto. A Sony tenta corrigir as fraquezas do primeiro modelo com os novos Xperia XA1 e XA1 Ultra.

Ambos são aparelhos “intermediário premium”, aqueles que costumam ser lançados no mercado brasileiro na faixa dos 2 mil reais. Uma novidade bem-vinda é que a câmera foi atualizada para ficar no nível do Xperia Z5, ex-premium da marca: agora, ele traz um sensor Exmor RS de 23 megapixels que promete tirar fotos melhores, especialmente em condições de baixa iluminação.

O hardware recebeu atualizações. O Xperia XA1, de 5 polegadas (1280×720 pixels), tem processador octa-core MediaTek Helio P20 (quatro núcleos Cortex-A53 de 2,3 GHz e outros quatro de 1,6 GHz), 3 GB de RAM, armazenamento de 32 GB e bateria de 2.300 mAh (boo!). Já o Xperia XA1 Ultra traz um display de 6 polegadas (1920×1080 pixels) e o mesmo processador, mas mais RAM (4 GB), armazenamento (32 ou 64 GB) e bateria (2.700 mAh).

Assim como no caso do Xperia XZ Premium, ainda não há preço ou data de lançamento confirmados para o mercado brasileiro.

  • Lindos e potentes os aparelhos. O q mata são os preços absurdos q serão cobrados.

    • Já eu, acho que a Sony não se encontra no design dos smartphones que lança. Ela tem linhas de produtos incríveis com ótimo design mas os smartphones parecem não trazer nada desses outros produtos.Tem um ótimo hardware e acabamento mas falta inspiração no design. Para fechar, sim, concordo com você que os preços são realmente absurdos.

    • Pedro Oliveira

      Ficaria mais lindo se disponibilizasse uma versão com 6Gb de RAM.

    • Yago Oliveira

      Eu já acho ele não muito bonito. Muda nome, numeração, passa ano e nada dessa borda ENORME sair da tela desses smartphones. Sinceramente creio que nunca terei um Sony por esse e outros motivos.

  • Rafa Dornellas

    Eu sempre tive iPhone, mas confesso que os únicos Androids que possui praticamente que permaneceram comigo por muito tempo foram da SONY. O que me me irrita é o lançamento ou anúncio de novos aparelhos com um espaço tempo curto demais. Voltei pra SONY e hoje possuo um XZ. Aparelho fantástico, mas que chegou ao mercado se não me engano em outubro de 2016. Agora ela me vem em menos de 6 meses depois e anuncia que o meu aparelho que foi a bagatela de R$3.999,00 já tem um sucessor?! Por isso que decidi, não acompanho mais esses lançamentos, esse aparelho vai ficar comigo até desmanchar na mão, por isso não deveria ter saído da Apple. Pode não ter tantos recursos que prezo no meu XZ mas pelo menos tenho certeza que ele não vai ficar esquecido como hoje praticamente ficam na sombra o Z5 Premium, Z5, Z3+ e por aí vai… A SONY tem aparelhos de excelente qualidade, agora sempre mata seu TOP de linha de 3 em 3 meses… Assim fica difícil…

    • LuizF

      Compra de outra marca. Moto Z, S7, sla e seja feliz

    • Bruno ✔

      Pelo menos a Sony atualiza o Android de seus telefones por um bom tempo, este XZ deve durar uns 5 anos facilmente.

      • Jack Silsan

        Isso é verdade. Por isso que estou considerando comprar um Sony, na minha volta ao Android

    • Alberto Prado

      Mas até chega a ser vendido efetivamente no mercado nacional já deve tá lá pela metade do ano. Se brinca já deve ser outubro de novo ou pelo menos se já tiver lançado antes em outubro já estarão sem o hype no preço por ser lançamento.

    • Stark

      Não é de hoje que a Sony adota essa política. Se não me engano, isso começou em 2014, com o Xperia Z2. Então para quem quer ter sempre o lançamento da marca, a Sony não é uma boa pedida. Nas outras marcas, mesmo a estratégia de trocar a cada ano é ruim, a menos que se compre nas promoções (somente meses após lançado).

      Em 2015, cheguei a cogitar um Z3, mas o preço estava bem ruim em relação aos outros Androids. Inexplicavelmente (ou não), os reviews apontavam que a câmera não era tão boa quanto as especificações indicavam. Se considerarmos que a Sony fornece os sensores da câmera para vários fabricantes, é algo de se estranhar.

      • Yago Oliveira

        Câmera não é só sensor não, cara. Pode olhar em reviews aqui mesmo no tecnoblog que verá que ela perde para os concorrentes em muitos aspectos.

    • Jack Silsan

      A Sony precisa de uma coisa: simplicidade! Uma linha de 3 aparelhos por ano, com pequenas variações em cada modelo (armazenamento interno e RAM) seria suficiente. Um de entrada, um intermediário e um top.

  • Bruno ✔

    Já que o XZs vai chegar por U$ 700 la fora não quero nem imaginar o preço por aqui.
    Só queria entender porque a Sony adora fazer besteira no XA, até hoje continua sem leitor de digitais e essa bateria de iPhone, pelo menos agora tem um SoC de 16nm, mas a bateria não deixa de ser tosca.

  • Jack Silsan

    Belíssimo esse XZ Premium. Pena que tem essa borda inferior enorme. Poderiam te-la aproveitado de alguma forma, como faz o Nextbit Robin com seu sensor de digitais. Ou poderiam ter deixado essa borda com o menor tamanho possível, como no meu velho Lumia 730.
    E esse XA1 Ultra (nossa…) com essa tela de 6 polegadas e essa bateria de 2700 mAh? Tsc tsc tsc

  • Rafael Oliveira

    Estava cogitando comprar o Z5 e o preço me brecou. Menos mal que ele já tá “defasado”, daqui há uns meses o preço já chega a um nível aceitável

  • Cap_price_br

    O tecnoblog deletou meu comentário sobre a péssima cobertura da MWC esse ano. A verdade dói…