Início » Negócios » Spotify abre vaga de emprego para criar seu próprio hardware

Spotify abre vaga de emprego para criar seu próprio hardware

Por
2 anos atrás

O Spotify continua na luta para se tornar uma empresa lucrativa, e uma das estratégias é criar seu próprio gadget. O serviço de música abriu uma vaga de emprego em sua sede em Estocolmo, na Suécia, para contratar um gerente de produto focado em hardware. A descrição da vaga não dá muitas dicas, mas sugere que se trata de uma nova categoria de produto, citando Pebble, Amazon e Snap como inspirações.

A empresa explica que o funcionário “definirá os requisitos do produto de hardware conectado à internet, o software que ele rodará, e trabalhará com fornecedores e fabricantes para oferecer a melhor experiência do Spotify para milhões de usuários”. O objetivo é “liderar uma iniciativa para distribuir hardware diretamente do Spotify para clientes novos e existentes”.

Spotify

O que será? As inspirações do Spotify apontam para o finado Pebble, o Amazon Echo e os Spectacles. Em comum, estão o fato de que os três inauguraram uma nova categoria de produto — todos os grandes fabricantes de smartphones criaram seu próprio smartwatch depois do Pebble, o Google correu atrás da Amazon com o Google Home, e a Snap parece bem confiante com seus óculos de sol que filmam.

A menção ao Pebble chama a atenção porque, antes de ser vendida para a Fitbit, a pioneira dos relógios inteligentes criou uma campanha de crowdfunding para o Pebble Core. Ele era um pequeno gadget que podia ser preso a um chaveiro e tinha 3G, entrada para fones de ouvido e Android 5.0 (e consequentemente rodava Spotify). Será que teremos um player compacto com suporte a streaming de música?

O Zatz Not Funny, que descobriu a vaga de emprego, mostra que o Spotify também está contratando um gerente de produto com foco em voz — que está “rapidamente se tornando um mecanismo de interação crucial para controlar dispositivos e serviços digitais”. Há ainda uma vaga para diretor de produto de compreensão de linguagem natural. Seria um wearable? Mistério.

Mais sobre: