Diversas empresas acreditam que a realidade aumentada é a próxima grande plataforma do futuro. A Apple nos surpreendeu com o ARKit, conjunto de ferramentas para o iOS 11 que colocam objetos virtuais no mundo real; e o Google está anunciando algo semelhante hoje.

O ARCore reúne ferramentas para implementar realidade aumentada em dispositivos Android atuais e futuros, pois não exige hardware adicional. Ele requer Nougat 7.0 ou Oreo 8.0.

Inicialmente, ele vai funcionar apenas em smartphones Pixel e no Galaxy S8; o Google espera atingir 100 milhões de dispositivos compatíveis em breve. Fabricantes como Samsung, Huawei, LG e Asus estão envolvidas.

Existem três elementos principais no ARCore:

  • ele usa a câmera do smartphone e pontos de referência no ambiente para detectar seus movimentos, mantendo os objetos virtuais no mesmo lugar;
  • ele detecta superfícies horizontais, permitindo a você colocar objetos virtuais no chão ou em uma mesa;
  • ele detecta as variações de luz no ambiente, permitindo iluminar objetos virtuais e deixá-los mais realistas.

No geral, essas são as mesmas características do Apple ARKit. O Google diz que essa é uma culminação da tecnologia Tango que eles vêm desenvolvendo há três anos.

O ARCore funciona com Java/OpenGL, Unity e Unreal. Além disso, o Google fez um protótipo de navegador com suporte a realidade aumentada, para desenvolvedores criarem sites em AR que rodam no Android e também no iOS.

O site AR Experiments já reúne várias demonstrações do que o ARCore é capaz de fazer. Por exemplo, você pode abrir portais interdimensionais usando seu dedo…

… explodir fogos de artifício que acompanham o ritmo de uma música…

… e descobrir criaturas que estão vivendo no mesmo ambiente que você:

É uma boa mudança de rumo para o Google. A empresa vinha apostando em realidade aumentada com o Tango, mas só existem dois dispositivos compatíveis no mercado, o Lenovo Phab 2 Pro e o Asus Zenfone AR. Poucos apps feitos para essa plataforma ultrapassaram mil downloads na Play Store, mostrando seu alcance limitado.

Com o ARCore, milhões de dispositivos poderão aproveitar uma realidade aumentada com maior precisão, mesmo não estando claro para onde essa tecnologia vai nos levar.

Com informações: Google, Ars Technica.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

JoNy
Um Tecnocast Sobre Tau Assunto!! Acho Que Da Bom Em!!! U.u
JoNy
Concordo Com Vc Em Parte, pois Pense bem, a algum Tempo atrás Niguem tinha Android 6.0 e 5.0, e agora, grande parte dos usuários do Android obtem tau versão, o mesmo tende a acontecer com o 7.0 e 8.0... e quando o Android 7 e 8 fazerem grande parte do mercado de smartphones, provavelmente (eu espero ;-;) que a galera esteja com um Hardware que rode Essa experiência satisfatoriamente. Mais em geral de fato: a Apple tem vantagem nessa área
Maico Andrade
Rá!
Carlin
Ainda não vejo proposta melhor que a apresentada pela Apple, embora não exista tantos iPhones no mercado como existem aparelhos Android, só o fato de torna o AR acessível a parti do iPhone 5S, já mostra o alcance que será realizado, sem falar que o que vem sendo desenvolvido com o ARKit da Apple já mostra que o apelo comercial é grande! Como bem sabemos nem todo Aparelho Android esta atualizado para a versão 7.0 do sistema ou sera atualizado para versão 8.0, sem falar que nem todo aparelho terá hardware capaz de oferecer uma experiencia satisfatória.
Rafael Gil
Google correndo atrás da Apple. O mundo está voltando ao normal. kkkkkkk
Matheus Gonçalves
A resposta está aqui no @Tecnoblog! https://tecnoblog.net/195283/realidade-virtual-aumentada-aplicacao-diferenca-futuro/
hamster

Pra respirar
(poxa, estragou minha piada com a edição) =(.

brunossn
Pra respirar.
Ricardo Francisco
Cara, pra que serve AR mesmo?