Início » Internet » Google encerra serviço que oferece preços de voos para outros sites

Google encerra serviço que oferece preços de voos para outros sites

Felipe Ventura Por

O Google vai encerrar uma API que fornece preços de passagens aéreas para outros sites. O serviço QPX Express deixou de aceitar novos cadastros, e será desativado em 10 de abril de 2018.

"Nós decidimos não dar mais suporte para a API QPX Express devido ao baixo interesse entre nossos parceiros de viagem", diz o Google em comunicado.

Este pode não ser o único motivo. O Google anunciou em 2010 a intenção de adquirir a ITA Software, responsável pelos produtos QPX. O órgão antitruste dos EUA aprovou a compra de US$ 700 milhões, com a exigência de que a API continuasse ativa por cinco anos. Esse prazo já acabou.

Foto por Korneel Luth/Pixabay

O QPX Express é gratuito para até 50 usos diários, e cobra US$ 0,02 por consulta adicional. Há também o QPX Enterprise, mais caro e voltado para grandes empresas; ele continuará funcionando.

Os serviços da QPX já tiveram vários clientes notáveis, incluindo Kayak.com, Alitalia, American Airlines, United Airlines e US Airways. Um porta-voz do Kayak.com diz, no entanto, que não será afetado pela mudança porque usa outras fontes para seus preços.

Existem APIs alternativas para obter preços de voos, como FareportalSkyscanner e Skypicker. E sites de viagens também podem criar seus próprios bancos de dados, lidando diretamente com as companhias aéreas.

Mas para o Google, o fim dessa API deixa clara sua ambição em se tornar um comparador de passagens aéreas. O Google Voos faz isso há anos e tem alguns recursos interessantes, como alertar quando os preços de voos estiverem prestes a aumentar.

O Google também está testando uma ferramenta para comparar preços de hotéis e apartamentos de curta temporada, competindo com Booking.com e Airbnb.

Com informações: TechCrunch, The Verge.

Mais sobre: ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

paulo yan
kkkk
Sandro Bittencourt
Eu já reparei foi a quantidade de vezes que a propaganda desse negócio aparece na tv a cabo. Se eu ganhasse 10 centavos cada vez que tenho que assistir já estaria milionário.
paulo yan
Já reparou a quantidade de preços que o mesmo quarto de hotel pode ter?
Carlin
O Google quer agregar ainda mais serviços ao buscador, fazendo com que o usuário não tenham motivo/interesse pra procurar servições específicos.
vin
Trivago!
kadug
Sim. A concorrência mais direta seria com sites do tipo Trivago. Hotel?
Daniel Ribeiro
Eu até acho legal as propagandas do Trivago. Já consultei centenas de sites de hoteis de uma só vez. Mas no fim, eu acabo sempre comprando pelo Booking.
Fabiano
pois é, não entendi a comparação
Gaius Baltar
Nesse caso não é uma "maldade" e sim uma decisão estratégica por causa da entrada da empresa no novo mercado. O Google já fez coisas muito piores e esse lema não se aplica há muito tempo.
Gaius Baltar
Salientando que o AirBnB e o Booking.com não fazem só a comparação de preços, e sim todo a intermediação do processo entre o cliente e o locador/hotel.
Anti anarcocapitalista
O Google também está testando uma ferramenta para comparar preços de hotéis e apartamentos de curta temporada, competindo com Booking.com e Airbnb. O que isso significa? Vem logo Google! Tou cansado da propaganda do Trivago rodando na tv... O trivago é bem mais evil que o Google :p
leoleonardo85
API é sempre algo bem especifico, se sair pra procurar sempre acha algo novo
Tom
Outro serviço que nem sabia que existia.
Matheus
do not be evil