O Android é o sistema operacional móvel mais usado do mundo porque consegue atender a vários perfis de usuários. Como parte desse esforço, o Google acaba de anunciar oficialmente o Android Oreo Go Edition (ou simplesmente Android Go), versão simplificada da plataforma voltada para dispositivos que têm entre 512 MB e 1 GB de RAM.

Android Oreo Go Edition

Para usuários com perfil de uso avançado, pensar em um smartphone com tão pouca memória rodando o Android chega a dar calafrios. Mas, em regiões da Índia e da África, por exemplo, aparelhos com hardware bem simples são muito comuns por razões socioeconômicas. Revelado na última edição do Google I/O, o Android Go foi desenvolvido justamente para melhorar a experiência de uso em dispositivos com poucos recursos.

Os desenvolvedores tiveram que seguir três premissas para isso: otimizar o desempenho tanto quanto possível, criar aplicativos específicos para a plataforma e disponibilizar uma versão do Google Play que permite ao usuário baixar praticamente qualquer app, mas que mostra prioritariamente aqueles que funcionam bem no aparelho.

Android Oreo Go Edition

Não dá para fazer milagres, por isso, os apps específicos para o Android Go cumprem papel fundamental na otimização da plataforma. Eles não só rodam mais rapidamente como chegam a ocupar metade do espaço de armazenamento exigido pelas suas respectivas versões convencionais.

Esta é a lista de apps: Google Go, Google Assistant Go, Files Go (gerenciador de arquivos), YouTube Go, Google Maps Go, Gmail Go, Gboard, além da versão otimizada do Google Play. Note que o Chrome não é acompanhado de “Go”. O motivo é que houve poucas mudanças aqui. A principal delas é a ativação por padrão do recurso de economia de dados. Já o Gboard é leve o suficiente para rodar em aparelhos mais simples.

YouTube Go

Por sua vez, o Google Go não chega a ser novidade: o app é uma versão renomeada do Search Lite, que traz interface simples, recursos básicos e ocupa apenas 5 MB de espaço. O YouTube Go chama atenção por permitir que o usuário baixe vídeos para visualização offline e os compartilhe via Wi-Fi. A razão disso é que, via de regra, usuários com aparelhos simples também têm acesso mais limitado à internet. Porém, os vídeos só podem ser visualizados em baixa resolução.

As demais funções não devem ser muito diferentes daquelas que encontramos no Android 8.1 Oreo “normal”, incluindo os recursos de segurança e os canais de notificações. Os primeiros smartphones baseados no Android Go devem ser lançados no começo de 2018. Ainda não há anúncio oficial, mas no Google I/O a companhia sinalizou para a possibilidade de lançamento de aparelhos com o Android Go no Brasil.

Com informações: Ars Technica

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Maurício Costa

Fiz uma instalação num Moto E de 2014 com apenas 1GB de RAM, e realmente essa versão é bem otimizada.

Gui Souza

NOS ESTADOS UNIDOS, CHINA E CANADÁ, NEM DEVEM SER USADO ESSE ANDROID, SÓ EM PAISES CORRUPTOS E DE TERCEIRO MUNDO COMO O BRASIL... QUE TUDO É CARO POR CAUSA DOS IMPOSTOS, QUE SÃO RIDICULAMENTE ROUBADOS DO POVO BRASILEIRO...
VERGONHA........... VENDER ESSES CELULARES AQUI NO BRASIL !

Gui Souza

ISSO É UM PAIS DE TERCEIRO MUNDO !!!

Rodrigo Mello
Possuo um Morotola Mb502, 512 RAM. sera q da pra rodar esse android Go nele?
Moisés Freire
Até o inicio desse ano, ainda eram vendidos celulares com 512mb de memória meu amigo, em 2014 não era comum celulares com 1GB.
Keaton
mesmo assim. 200MB é ridiculo pra um mero teclado.
Luan Eduardo
Eu espero que a LineageOS use a versão Go em aparelhos modestos, como meu Moto G2, aliás, já estou testando o Google App Go e o YouTube Go e é realmente muito mais rápido.
Eliezer
Eu já tava desenterrando os Pocket da vida aqui pra otimizar....
Yago Oliveira
Tem todo um proceder para você "compartilhar" suas informações, cara.
Keaton
. Já o Gboard é leve o suficiente para rodar em aparelhos mais simples.
Só não sei pq diabos ele ocupa quase 200MB de espaço.
Anti anarcocapitalista
Mas o número de celuares com 512 MB ainda era grande até mais ou menos 2015. É disso que falo.
Avaraqueraba

É...pelo visto meu celular vai morrer no Android 5.0 rsrs

Lucas Moura
É...pelo visto meu celular vai morrer no Android 5.0 rsrs
Avaraqueraba

1GB de RAM já é popular em celulares baratos desde 2014, no Brasil.

Lucas Moura
1GB de RAM já é popular em celulares baratos desde 2014, no Brasil.
Exibir mais comentários