Em outubro do ano passado a agência reguladora de domínios na internet, ICANN, estava debatendo se deveria ou não permitir domínios com letras de outros alfabetos diferentes do latino. Ao que parece a agência decidiu permití-los, já que hoje o primeiro domínio desse tipo está no ar. E é esse aqui:وزارة-الأتصالات.مصر (se você não vê os caracteres árabes, leia o post completo para saber como habilitá-los). Trata-se do domínio usado para acessar o site do Ministério Egípcio de Comunicações.

Dentre os demais países que deverão ter a habilidade de usar e registrar domínios com a própria escrita serão a Rússia, Emirados Árabes Unidos e Arábia Saudita. Também já estão aprovados para entrar nessa lista a Jordânia, Catar, Hong Kong e alguns outros, mas esses deverão esperar até o fim do ano para terem seus TLDs (domínios de topo como .com) ativados e prontos para uso.

Nesse novo modo de TLD, os domínios com escrita não-latina serão armazenados e acessados através de domínios de topo começados com a sigla xn--. Os domínios russos, por exemplo, terão o domínio de topo .xn--p1ai enquanto que os domínios egípcios serão armazenados com .xn--wgbh1c.

Como nem todos os computadores estão nos territórios que ganharam novos domínios na escrita local, o ICANN também disponibilizou uma página para que os internautas do resto do mundo possam testar a habilidade de enxergar alfabetos não-latinos. Usuários que tiverem todos os alfabetos instalados devem ver a lista na página como na imagem abaixo.

Página aberta no Windows 7

Quem não tiver algum desses alfabetos instalados, pode acessar essa página e baixar as fontes dos que estiverem faltando. Claro, não há utilidade nenhuma em baixar essas fontes se o seu teclado é latino. Mas ao menos elas vão aparecer como deveriam na tela do seu computador.

Com informações: PCWorld, ICANN Blog.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Denker
Interessante, mas acredito que em se tratando para fim de comercio internacional, de cara, eles que terão que fazer contatos, tendo em vista que, como já sinalizado acima, os caracteres especiais são mais especificos para quem entende.
Jaques O. Carvalho
Impressionante como a ICANN é lenta na criação de novos domínios e domínios em outras escritas! Já passou da hora disso acontecer!
Tiago César Oliveira
Ou código morse...
RaphaelDDL
Imagino aqui o tanto de site de spam usando esses endereços.. Prevejo noobs clicando em tudo quanto é link. Imagina alguem falar 'olha o tutorial neste site'. Cara, nao vou clicar nessa [email protected] nem a pal auhasuhsahusahusa
Alexandre
Hmm, a maioria dos paises do oriente escrevem da direita para a esquerda, comofas? Sera que os browsers tambem vao exibir a barra de enderencos de traz pra frente? De certa forma, essa "regionalizacao" das www segmenta a internet indo contra o proposito da net que é a universalizacao, né?
Hernani
Maravilhoso? Isso iria propagar miguxos pela internet brazuca, acredite
Hernani
Sinais de fumaça correspondem melhor
tplayer
Bacana e simples.
tplayer
Já pode, mas ninguém cria devido ao "costume" de não utilizar.
tplayer
Usando teclado virtual. :)
Breno Brito
a solução q eles deram é praticamente como um DNS de nomes, só q ao invés de ser nome -> IP é.... nome estranho -> nome menos estranho. Tava curioso pra saber como eles iriam resolver isto, bacana até.
Rafael
Não gostei, no fim o site ficou com "/ar/default.aspx" depois da URL! #inútil
Rafael Silva
Mas a gente já pode, olha só: http://registro.br/faq/faq6.html
Bel
Será que um dia poderemos criar domínios com acento e cedinha? Tipo: www ponto açúcarégostoso ponto com ponto br? rsrsrsrs Seria maravilhoso... =)
Rafael Silva
Mágica. Macumba. Feitiçaria.
Exibir mais comentários