Início » Internet » Firefox 63 deve ganhar novo bloqueador de conteúdo

Firefox 63 deve ganhar novo bloqueador de conteúdo

Os anúncios e códigos que levarem mais de 5 segundos poderão ser bloqueados no Firefox

Victor Hugo Silva Por
1 ano atrás

O Firefox possui desde 2015 um recurso que bloqueia rastreadores de atividade nas páginas que você visita. Inicialmente, a opção era usada somente no modo anônimo, mas, em 2017, a Mozilla permitiu que ela fosse habilitada a qualquer momento.

Agora, o navegador também deve ganhar um novo recurso capaz de bloquear itens que tenham um carregamento muito demorado. A novidade deve ser liberada em 23 de outubro, com o Firefox 63, e impedirá a execução de anúncios e outros códigos que levem mais de 5 segundos para carregar.

Firefox 63 ganhará bloqueador de conteúdos que demoram para carregar

O novo recurso deverá ser integrado à atual proteção contra rastreadores em uma nova área chamada de "Content Blocking" (ou bloqueio de conteúdo, em bom português). Ela poderá ser acessada no menu do navegador ou na barra de endereços, que mostra informações sobre o site que está aberto no momento.

Quando o bloqueador estiver habilitado, você poderá clicar nos ícones à esquerda da URL para aumentar ou diminuir seu alcance. Na seção de privacidade, o Firefox também permitirá que você defina exceções para alguns sites e mude a lista de bloqueio.

A tela dará a opção de mudar as preferências tanto para o bloqueio de elementos que demoram para carregar, quanto para o bloqueio de rastreadores. Nos dois casos, será possível desativar o recurso, ativá-lo a todo momento ou apenas nas janelas anônimas.

Ainda não será desta vez que o Firefox ganhará um bloqueador de anúncios nativo. O navegador parece estar se concentrando primeiro em elementos que atrapalham o carregamento das páginas. Ainda assim, este é um recurso que atrairia muitos usuários. Por isso, não é possível descartar que ele seja incluído em versões futuras do navegador.

Com informações: gHacks.