Início » Negócios » LG tem prejuízo de US$ 172 milhões com smartphones

LG tem prejuízo de US$ 172 milhões com smartphones

Mas vendas de eletrodomésticos e TVs, especialmente no segmento premium, estão indo bem

Paulo Higa Por

A LG publicou nesta quinta-feira (26) seu relatório financeiro do segundo trimestre de 2018 e os resultados ficaram dentro do que a empresa vem apresentando nos últimos anos: as vendas de eletrodomésticos andam bem, o lucro do negócio de TVs subiu 44% em comparação com o mesmo período de 2017, mas os smartphones continuam puxando os números para baixo.

Mesmo o lançamento dos topos de linha G7 ThinQ e V35 ThinQ não foi suficiente para reverter os resultados. Entre abril e junho, a divisão de dispositivos móveis da LG teve prejuízo de US$ 172 milhões. Isso é menos do que as perdas trimestrais entre US$ 200 e 400 milhões de 2017, como nota o Engadget, mas já faz cinco trimestres que os coreanos não conseguem fechar no azul com a venda de celulares.

LG G7 ThinQ

Segundo a LG, a queda no faturamento com dispositivos móveis ocorreu “devido à estagnação do mercado de smartphones e diminuição nas vendas de aparelhos intermediários e básicos na América do Norte e América Latina”. Um relatório da Counterpoint Research mostrou que a LG teve redução na participação de mercado de smartphones no Brasil para 11,4% no primeiro trimestre de 2018.

Além disso, a empresa diz que o prejuízo também foi fruto do “aumento nos gastos em marketing para sustentar o novo produto flagship”. Esse cenário não deve mudar no próximo trimestre, uma vez que “a competição no mercado de smartphones premium deve se intensificar devido à estagnação na demanda de aparelhos e aos concorrentes lançando novos produtos”. Samsung, Apple e Huawei devem anunciar novos aparelhos high-end no período.

Se os celulares dão prejuízo para a LG, as outras divisões vão bem. O lucro com TVs foi de US$ 363 milhões, 44% mais que no segundo trimestre de 2017, graças às fortes vendas de modelos mais caros, como os OLEDs. Já o negócio de home appliance (refrigeradores, ares-condicionados e máquinas de lavar) teve lucro de US$ 408 milhões. A LG Electronics como um todo fechou no azul, com US$ 688 milhões a mais.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Eduardo Braga

Acho que eles iam lançar um G7 sem notch, mas viram o "trend" e decidiram mudar. Péssima ideia.

Felipe Liʍa

meu G3 durou 1 ano e meio e bugou o touch! sem chances!

Felipe Liʍa

mas fizeram isso antes de lancar o G7!

Felipe Liʍa

alguma chinesa

Felipe Liʍa

isso pq vc nao teve um.G3!!! so com custom pra usar ele :))

Luis Fernando

Não é só dumbphones vendidos como sendo smart q a compania em questão faz cagada não.... TVs tbm. Tinha q fechar logo essa bagaça

Fabricio Gomes

Nessa era de smartphones eu usei somente os tops da sony (meu ultimo foi o xz no ql o dono levou) resolvi mudar de marca e optei pelo g6 por conta da sua tela, me arrependi amargamente, esse aparelho eh um lixo total 4gb de ram pra nada, um sistema todo lento e travado (e a demora pra atualizar), os da sony mesmo com 3 e/ou 2gb de ram era mais q suficientes para q nem um travamento acontecesse. Ainda uso o G6, mas lg nunca mais.

Renan Alves

a motorola na epoca da google tinha tudo pra dar certo, o numero de vendas aumentou no BR e a marca voltou pra boca do povo, porem a lenovo compro e cagou com tudo, vindo com um monte de aparelhos e com preços nas alturas.

Rafael Soares

Matéria pretensiosa do kct!!! 1 mês do lançamento aqui no Brasil e o cara escreve uma porcaria dessa. Samsung derrubou o preço do S9+ de 4.899 pra 3.997 e ainda estava dando película, capinha e carregador sem fio...(se baixou 900 pila no preço é pq é possível praticar preços mais baixos sim!!!)

Carlin

Qual empresa vocês apostariam que poderia vir a comprar a divisão mobile da LG?!

Alessandro

Hahaha, lembra daquele ano a muito esquecido chamado 2013? Então, naquela época tínhamos o Moto g e o Moto x, no ano seguinte também chamado de 2014, tivemos os Moto E, o Moto G2 e o lindo Moto X 2014, me referia a essa época de ouro hahahaha, acho que ouro é demais, mas bons tempos

Luís Carlos Soares

Querem o que também? Investiram bastante nos tops de linha dessa vez mas como sempre cagaram na linha intermediária e de entrada, acorda LG, ninguém quer pagar mais de r$1.000 em um smartphone todo de plástico, com processador fraco, e nem todo mundo vai desembolsar R$4.000 em um smartphone, Samsung e Apple fazem isso porque sabem que vendem, agora a própria LG querendo dar uma de Samsung.. isso me lembra uma empresa japonesa ai que acha que estamos nos anos 80 e pensa que dita alguma coisa no mercado...

Marcus Araújo

A bem da verdade, o grande motivo do fracasso são as interpretações equivocadas da própria LG, pelo visto. Linha básica e intermediária é o que mantém as grandes fabricantes de smartphones, e acho que pra esse segmento a demanda pode até diminuir sim, mas não cair drasticamente como aparentemente deram a entender.

Aí a gente volta e olha para as verdadeiras bagaceiras que a LG lançou aqui no país nesse segmento, com preços sugeridos bem altos e diferença zero para os aparelhos lançados nos anos anteriores pela própria LG (mesmo processador, mesma quantidade de memória RAM etc). Considerando os preços de lançamento, comprar um LG é o pior negócio a se fazer nas linhas de entrada e intermediária por custar o mesmo e entregar bem menos que a concorrência, porém entregar exatamente o mesmo que a própria LG entregou um ano antes e que agora custa metade do que pediram inicialmente. Ok, depois de um tempo o preço costuma despencar, mas para mim isso só é uma correção para o valor que o aparelho realmente vale. Até vir essa queda, Samsung (Linha J) e Motorola (Linhas E e G) já abocanharam grande parte do mercado que queria trocar de aparelho e queria uma novidade com preço mais justo.

Jefferson Rodrigues

Faltou o One Power que ja esta chegando.

B. C. N.

Olhe os novos smarts da linha Q, suas specs e preço, e você vai ver a "qualidade duvidosa".

Exibir mais comentários