Início » Aplicativos e Software » Como formatar capa e folha de rosto nas normas ABNT

Como formatar capa e folha de rosto nas normas ABNT

Trabalhos acadêmicos de rigor precisam de capa, folha de rosto (ou contracapa) e folha de aprovação nas normas da ABNT

Por
1 ano atrás

Se você precisa fazer um TCC, dissertação de mestrado ou qualquer trabalho acadêmico que exija rigor, precisará formatar capa, folha de rosto (também chamada de contracapa) e folha de aprovação nas normas da ABNT. Não precisa se preocupar, pois não é difícil e não há muitas informações para incluir.

Antes de começar, vale a ressalva de que as normas ABNT a serem cobradas pela sua faculdade podem variar em relação às normas ABNT do papel, como a NBR 14724. Algumas informações da capa que a ABNT não exige, a sua faculdade pode exigir, e vice-versa. Vale perguntar aos professores.

Capa, folha de rosto e folha de aprovação na ABNT

Para entender a diferença entre cada elemento, veja a definição que é dada na norma ABNT NBR 14724, que dispõe sobre os trabalhos acadêmicos:

  • capa: proteção externa do trabalho e sobre a qual se imprimem as informações indispensáveis à sua identificação;
  • folha de rosto: folha que contém os elementos essenciais à identificação do trabalho;
  • folha de aprovação: folha que contém os elementos essenciais à aprovação do trabalho.

Como formatar capa de um trabalho nas normas ABNT

Segundo as normas ABNT, a capa deve conter as seguintes informações, nesta ordem:

  • nome da instituição (opcional);
  • nome do autor;
  • título;
  • subtítulo, se houver, separar por dois pontos (:);
  • número de volumes (se houver mais de um, deve constar em cada capa a especificação do respectivo volume);
  • local (cidade) da instituição onde deve ser apresentado;
  • ano de depósito (da entrega).

A dica é separar cada informação com mais ou menos 5 linhas (Enters). Vale apontar que as normas da ABNT não dizem nada sobre o tamanho da fonte a ser usado: muitos guias dizem para colocar o nome da instituição e do autor em tamanho 16, mas na norma NBR 14724 só há menção ao tamanho 12.

Itens como nome da instituição (e departamento ou curso) devem estar separados apenas por uma linha, assim como título e subtítulo e local e ano de depósito, enquanto os outros ficam distribuídos igualmente ao longo da página.

Como formatar folha de rosto (contracapa) nas normas ABNT

A folha de rosto contém mais informações que a capa, e deve ter frente (anverso) e verso. A frente deve conter:

  • nome do autor;
  • título principal;
  • subtítulo, se houver, separar por dois pontos (:);
  • número de volumes (se houver mais de um, deve constar em cada capa a especificação do respectivo volume);
  • natureza (tese, dissertação, trabalho de conclusão de curso e outros) e objetivo (aprovação em disciplina, grau pretendido e outros);
  • nome da instituição a que é submetido;
  • área de concentração;
  • nome do orientador e, se houver, do co-orientador;
  • local (cidade) da instituição onde deve ser apresentado;
  • ano de depósito (da entrega).

Enquanto isso, o verso da folha de rosto deve conter a ficha catalográfica, conforme o Código de Catalogação Anglo-Americano vigente.

Como formatar folha de aprovação nas normas ABNT

Por fim, a folha de aprovação do seu trabalho deve conter:

  • nome do autor;
  • título principal;
  • subtítulo, se houver, separar por dois pontos (:);
  • natureza (tese, dissertação, trabalho de conclusão de curso e outros) e objetivo (aprovação em disciplina, grau pretendido e outros);
  • nome da instituição a que é submetido;
  • área de concentração;
  • data de aprovação;
  • nome, titulação e assinatura dos componentes da banca examinadora.

O que vem depois da capa, folha de rosto e folha de aprovação

Imagem ajuda na numeração de páginas

Depois desses três elementos obrigatórios, também há outros elementos pré-textuais, obrigatórios ou opcionais:

  • capa (obrigatório);
  • lombada (opcional);
  • folha de rosto (obrigatório);
  • errata (opcional);
  • folha de aprovação (obrigatório);
  • dedicatória(s) (opcional);
  • agradecimento(s) (opcional);
  • epígrafe (opcional);
  • resumo na língua vernácula (obrigatório);
  • resumo em língua estrangeira (obrigatório);
  • lista de ilustrações (opcional);
  • lista de tabelas (opcional);
  • lista de abreviaturas e siglas (opcional);
  • lista de símbolos (opcional);
  • sumário (obrigatório).

Então, vêm os elementos textuais, que são obrigatórios e compostos de:

  • introdução;
  • desenvolvimento;
  • conclusão.

Por fim, estes são os elementos pós-textuais, como:

  • referências (obrigatório);
  • glossário (opcional);
  • apêndice(s) (opcional);
  • anexo(s) (opcional);
  • índice(s) (opcional).