Início » Brasil » Governo lança CRLV digital com mesmo valor legal do documento em papel

Governo lança CRLV digital com mesmo valor legal do documento em papel

Versão eletrônica do documento de licenciamento (CRLVe) já é emitida no DF e estará disponível em todo o Brasil até o fim do ano

Emerson AlecrimPor

Depois da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), é a vez do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) ganhar oficialmente uma versão eletrônica para ser acessada via smartphone. Prometido no final de 2017, o CRLV digital (ou CRLVe) tem o mesmo valor legal do documento em papel, mas a sua emissão tem uma condição óbvia: o veículo precisa estar devidamente regularizado.

CRLVe

Em outras palavras, é preciso estar em dia com pagamentos de licenciamento, seguro DPVAT e eventuais multas para ter acesso ao documento eletrônico. A versão digital exibe todas as informações que constam no CRLV impresso e inclui um QR Code para validação por parte de agentes de trânsito ou policiais. Também há um modo que gera um PDF com assinatura digital para quando o condutor tiver que entregar cópias do documento.

O aplicativo para uso da versão digital é o mesmo da CNH digital. Por armazenar ambos os documentos, o Serpro (entidade responsável pelo desenvolvimento e manutenção) mudou o nome do app para Carteira Digital de Trânsito. Por enquanto, a nova versão está disponível apenas para Android. A atualização para iOS deve chegar em breve.

Como cada veículo pode ter mais de um condutor, o CRLVe poderá ser compartilhado com mais de um motorista. Também é possível ter mais de um CRLV eletrônico no mesmo smartphone.

Não havendo pendências, o motorista não precisa ir ao Detran para incluir o documento no aplicativo. Para tanto, basta inserir o número do Renavam do veículo e o código de segurança do Certificado de Registro de Veículo (CRV) na ferramenta.

Carteira Digital de Trânsito

A emissão do CRLV digital está sendo feita de modo gradativo, começando pelo Detran do Distrito Federal. Mas, de acordo com o Ministério das Cidades, todos os Estados deverão emitir o documento eletrônico até 31 de dezembro deste ano. O Denatran informa em seu site onde o CRLV digital já está disponível.

É de esperar que a emissão do CRLVe seja gratuita, mas essa decisão cabe ao Detran de cada Estado. No Distrito Federal, por exemplo, não há custos. Mas isso não quer dizer que a adesão será alta ou imediata por lá: o Detran estima que, da atual frota de 1,75 milhão de veículos da região, 930 mil não estão com o licenciamento em dia.

Vale lembrar que dirigir um veículo com licenciamento em atraso é uma infração gravíssima e pode resultar em multa de R$ 293,47 mais sete pontos na CNH. O veículo também pode ser apreendido.

Com informações: G1, Auto Esporte.

Comentários

Envie uma pergunta