Início » Negócios » Ações da Tesla caem após Elon Musk fumar maconha em entrevista

Ações da Tesla caem após Elon Musk fumar maconha em entrevista

A participação de Elon Musk em um podcast repercutiu negativamente na bolsa de valores

Victor Hugo Silva Por

Elon Musk sabe que seus passos são acompanhados por acionistas da Tesla, que reagem a quase todas as suas declarações. Porém, isso não o impede de ter atitudes no mínimo inusitadas, que influenciam a bolsa de valores. Nesta sexta-feira (7), a Tesla registrou uma queda de 8% no valor de suas ações.

O motivo? Elon Musk fumou um cigarro de maconha durante uma entrevista realizada na quinta-feira (6). A situação ocorreu durante o podcast “The Joe Rogan Experience”, transmitido ao vivo pelo YouTube.

Foto por Dan Taylor/Heisenberg Media/Flickr

Já no final do programa, com cerca de 2 horas e 9 minutos, o apresentador Joe Regan pergunta se Musk já fumou maconha. “Acho que já provei uma ou duas vezes”, disse o executivo antes de fumar um cigarro de tabaco e maconha.

Logo depois, o executivo brincou e disse que seus amigos estavam perguntando por que ele estava fumando maconha em plena entrevista. Ele disse não ter sentido nenhum efeito do cigarro.

Esta não é a primeira notícia que liga Musk ao uso de maconha. No início de agosto, o CEO da Tesla anunciou os planos de fechar o capital da empresa. A ideia, segundo ele, era pagar US$ 420 para cada acionista que não estivesse interessado na mudança.

Algumas pessoas afirmaram que o valor seria uma referência à maconha e que Musk havia fumado. Ao New York Times, ele rejeitou os comentários. “Eu não estava usando maconha, para deixar claro”, disse ele. “Maconha não ajuda na produtividade”.

Demissões na Tesla

Para piorar a situação, dois executivos deixaram a empresa esta semana: o diretor de contabilidade, Dave Morton, e a diretora de recursos humanos, Gabrielle Toledano. Ela estava de licença e confirmou à Bloomberg que não voltaria à empresa.

A situação de Morton, porém, parece ser mais complicada. Ele estava há somente um mês na empresa e disse que tomou a decisão porque o “nível de atenção pública, bem como o ritmo dentro da empresa, estão acima das minhas expectativas”.

Morton começou a trabalhar na Tesla um dia antes de Musk anunciar os planos de fechar o capital da empresa. A CBNC diz que a insatisfação começou com duas semanas na empresa. Após o plano de sair da bolsa ser anunciado, Morton tentou mostrar as dificuldades que a decisão causaria, mas sentiu que não estava sendo “ouvido e entendido”.

A saída de Toledano e Morton se juntam a outras baixas recentes na Tesla. No início do ano, a empresa perdeu outro diretor de contabilidade e sua tesoureira. Em 2017, o diretor financeiro se demitiu após 15 meses na empresa.

Com informações: The Guardian, G1.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

ANDERSON LUIZ

Cara, seu comentario diz exatamente o que falei antes.

Zé das Covi

nah, ninguém precisa ser especialista pra ter opinião cara.
Deixa isso com o governo, a galera tem que se guiar pelo maximo de informação que conseguir mas privar alguem de opinião por não ser um especialista é zoado ...

ANDERSON LUIZ

kkkkkkkkkk, palmas.

ANDERSON LUIZ

Para de falar merda boy, tu só faz passar vergonha, acorda.

ANDERSON LUIZ

Eu diria que o Uruguai vai ser a chave pra legalização no Brasil, se não estivessemos nesta crise política, onde nem sabemos como 2019 vai ser, acredito que estariamos tendo um debate sério sobre a legalização no Brasil, é só uma questão de tempo.

ANDERSON LUIZ

A verdade é quem tem que ter MUITO conhecimento de causa, efeito e sociedade pra poder ser a favor da liberação, quem é contra são pessoas que seguem a maré, sem definição propria sobre o uso e seus efeitos, só sabem o que papai, mamãe e o governo diz.
Obs: os mesmos papis e mamães que dizem que é ruim na maioria das vezes já usou.

ANDERSON LUIZ

Caralho, leia ATENTAMENTE o que vc escreveu, legalização acaba com o trafico e gera bilhões a economia nacional, é ruim mesmo?

Mike Cross

Eu como pai, se ver meu filho consumindo drogas, eu só digo: "Vai na fé. Só toma cuidado pra não extrapolar e jogar a vida no lixo."
Moralidade é uma coisa tão subjetiva e variante de pessoa pra pessoa que eu quero evitar ao máximo interferir na bússola moral de alguém. Maconha tem lá seus riscos, mas como eu mesmo sou fã de álcool, não vou ser hipócrita aqui.

Nicolas Dias

Sou totalmente pró-legalização, acho que o modelo proibicionista de combate as drogas é um fiasco, além de uma hipocrisia tremenda tendo o álcool legalizado.

De novo, não sei como viemos parar aqui, pois saiu totalmente da discussão inicial, mas você não está totalmente errado, pois lembrei do Kenneth Faried. Faried (homem negro) é um jogador de basquete da NBA, recentemente ele foi pego curtindo um baseado em suas férias, e a reação das pessoas foi muito mais mista, e nem tão compreensiva como foi com o Musk.

ScroolLocker

Não mesmo? Nem pra negativar o vídeo? Ha ha ha ha ha ha ha... Não sei se é o seu caso, mas tá cheio de Zé Droguinha brasileiro, defendendo esse maconheiro ( Musk ), mas depois que o papai/filhinha/mamãe tem o crânio estourado por um projétil de 762 ou 9mm, vai pra importantes avenidas vestidinho de branquinho pedindo paz, fazendo sinal de pombinha com as mãos...

De novo: se ele fosse negro, favelado e funkeiro/rapper, estaria sendo chamado de pilantra pra baixo pela maioria esmagadora daqui ( talvez até por você também ). Mas como ele é homem, hétero, branco, bilionário e da área da tecnologia, "pega nada" e a lambeção "never ends". Continua aê lambendo o seu playboy de estimação... Ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha...

Nicolas Dias

O que? HAHAHAHA, desviou totalmente o foco da conversa. Pense o que quiser, não abri o video nem para dar dislike. Não sei o que esse último comentário tem a ver comigo, afinal você não me conhece para saber que eu não me importo com quem consome maconha, se é rico, pobre, homem, mulher, negro, branco, tanto faz, no que diz respeito a si cada um faz o que quiser. Só acho uma hipocrisia e uma bobagem as críticas que o Musk recebeu.

Zé das Covi

realmente tinha me esquecido do Uruguai, é bem interessantes principalmente pois é uma realidade mais próxima do brasil

Molinex

Eu diria pra você continuar com infra kkkk
Nada programar é bacana, também kkkk
Tenta aprender o máximo que você puder de C, porque C é a computação, e fora isso, se preocupe mais em entender a plataforma em que vc vai desenvolver do que a linguagem que vc vai usar. Linguagem surge uma todo ano, a plataforma leva mais tempo pra mudar...
Por exemplo se vc trabalha com rest, e conhece a plataforma, sabe que tera que modelar os dados, fazer um repository, e controles com metodos post, get, put, delete...
E isso não muda, independente da linguagem, essa estrutura se mantem. Então se vc conhece a plataforma e sabe fazer, em por exemplo, php, se vc conseguir um trabalho onde precise fazer em Java ou em .Net(C#), não tera muitas dificuldades. Só vai ter que se adaptar as estruturas e sintaxe da nova linguagem, e googlar um pouquinho kkkk

ochateador

E o povo me incomodando para eu aprender a programar... mexo com infra de uma empresa e malemá faço um script de vez em nunca. Programar mesmo só ao terminar a universidade.

Recomenda aprender alguma linguagem específica ?

ochateador

Poderia fornecer o titulo de uma dessas obras proibidas no Brasil (ou dizer qual o número da lei que está proibindo) ?

Exibir mais comentários